Edite imagens no seu celular com o Olympus Image Palette

Qual seja o app ou a rede social que você prefira usar para compartilhar e guardar suas fotos, usar um aplicativo a mais, pode dar uma característica exclusiva às suas imagens.
Neste texto, vou apresentar um dos aplicativos de edição mais divertidos, disponível gratuitamente na loja do Google.

O Olympus Image Palette ou simplesmente OI.Palette permite a edição de fotos, com a aplicação de filtros artísticos predefinidos.
Na minha opinião, este aplicativo tem filtros (também chamados de presets) dos mais bonitos que já vi. Fica a advertência de que não são muitos, contudo.
olympus image palette

Como sempre, é natural o usuário cansar de usar os filtros prontos e querer fazer suas próprias escolhas artísticas, manipulando livremente suas imagens.
Para isso, o app dispõe de “Criador de Cor e Controle de Destaque e Sombra, populares nas câmeras digitais com lentes intercambiáveis Olympus, como as das séries OM-D e PEN.”
olympus image palette

Outro destaques do aplicativo é a possibilidade de adicionar facilmente uma assinatura sobre cada foto, antes de compartilhar.
olympus image palette

Como limitação, o app não oferece uma câmera embutida — mas esta não é a sua proposta. A empresa em questão já fabrica ótimas câmeras e tem aplicativos Android que facilitam transferir imagens entre dispositivos.

Onde baixar: https://play.google.com/store/apps/details?id=jp.olympusimaging.oipalette&rdid=jp.olympusimaging.oipalette.

Já pensou em ter dispositivos específicos para as funções que usa mais no celular?

Uma das ideias, deste post, é gastar (beeeeem) menos na aquisição do seu próximo celular e se sentir tecnologicamente muito mais bem servido.
O principal ponto é deixar que ele realize melhor as funções básicas do dia a dia, sem esquentar ou sobrecarregar o seu orçamento.

Já para aquelas funções específicas, que você mais aprecia, gaste o dinheiro restante para adquirir um equipamento de verdade.
Este post tem alguns links com sugestões de compra.
Se, eventualmente, você decidir fazer alguma através deles, vai me ajudar a ganhar uma pequena comissão. 😉

Mas antes disso, deixa eu te dar algumas dicas que podem ser bem interessantes e facilitar um pouco mais a sua vida.
Ao final do post, conto como eu mesmo aplico os conceitos discutidos aqui, no meu cotidiano.

Por que diabos eu deveria andar com outro aparelho, além do meu celular?

Acredite ou não, conheço gente que anda com 3 celulares no bolso…

Celulares são projetados para atender a uma enorme gama de tarefas e necessidades de seus usuários:

  1. Atender a chamadas telefônicas (… e eu quase não uso mais para isso).
  2. Acessar sites na Internet.
  3. Ler livros, gibis, revistas, jornais, blogs etc.
  4. Ver filmes, séries, documentários, tutoriais e “aleatoriedades” no YouTube.
  5. Ouvir seus podcasts favoritos.
  6. Jogar videogames.
  7. Tirar fotos, gravar vídeos, áudios etc.
  8. Acessar as suas redes sociais.
  9. Realizar serviços de Internet banking, controlar cartões de crédito etc.

… eu sei! A lista é bem mais extensa do que isto.

O primeiro problema é que a bateria não dura o dia todo, rodando a maior parte destas funções.
Outro problema é o sobreaquecimento do aparelho, que reduz drasticamente sua vida útil — e pode levar para “a lata do lixo”, em pouco menos de um ano, um aparelho que te custou uma “pequena” fortuna.

Estou escrevendo este post por que acredito que este dinheiro pode ser melhor gasto 😀

Pense na possibilidade de comprar equipamento específico para as funções que usa mais

A ideia, aqui, é não sobrecarregar um aparelho projetado para servir a múltiplas funções, com apenas uma ou duas.
A lógica é simples: é impossível o aparelho atender a todas as necessidades dos usuários do mundo.
Se você gosta muito de jogar, várias horas por dia, pense na possibilidade de comprar um videogame portátil.
Parece que é mais caro… mas pode não ser!
Um console de videogame portátil custa menos que um smartphone high end (ou topo de linha).
Você duvida? Veja algumas opções:

  1. Nintendo DS,
  2. Nintendo Switch
  3. ou um Playstation Vita.

Outras atividades também mantém a tela ligada por muito tempo — como a leitura ou assistir vídeos.
A leitura pode ser melhor satisfeita com um leitor digital — os modelos mais baratos são aparelhos pequenos, leves e podem ser transportados junto com o celular — seja no bolso ou na bolsa 😉

Se você é do tipo que prefere ver vídeos, pense em adquirir um Kindle Fire, da Amazon ou um tablet barato só para esta função.
Todos os modelos de console de videogame portáteis, citados acima, suportam apps de streaming de vídeos (Hulu, Amazon Prime, Netflix, YouTube etc).

O meu cotidiano

Eu também uso o celular para ouvir músicas, ver vídeos em serviços de streaming (YouTube, Netflix, Amazon Prime e Vimeo).
Eventualmente, também jogo no celular e tenho o app do Kindle instalado para ler meus ebooks.
Contudo, prefiro assistir ao streaming na SmartTV e jogar no Playstation.
O aparelho que carrego é sempre o Kindle básico — é fino e cabe no mesmo bolso que o celular.
Adoro fotografar e tenho minha câmera DSLR mas, usualmente, o celular é o que está sempre à mão.
Para esta função, já pensei em optar pelo Moto Z2 Play com um snap Hasselblad, mas os reviews me desencorajaram… 😉

E você? Quais são as funções do seu celular que acredita que poderiam ser melhor realizadas por outro dispositivo específico?

Ferramentas de programação para desenvolvedores Debian e Ubuntu (GUI)

Por mais completos que os ambientes de programação dos sistemas operacionais GNU/Linux Debian ou Ubuntu já estejam, logo após a instalação, sempre vai faltar alguma coisa.
O básico, compiladores e interpretadores C, C++, PHP, Python, Perl etc. já estarão ali, a postos, para você começar a escrever e testar o seu código.

Como editor de programação, o Gedit oferece realce de sintaxe para (quase) todas as linguagens de programação. Visualmente, tem a sofisticação de oferecer temas diversos para não cansar a sua vista.
Se quiser ou precisar de algo mais, os repositórios estão repletos de aplicativos á sua escolha.
Debian Ubuntu Instalar programas

Abra o Programas (loja de apps, padrão no GNOME) e tecle Ctrl + F (^F) para começar a busca.
No exemplo, abaixo, foi feita uma busca por “python”.
Tela de instalação de ferramentas de programação para Python

Além da sua linguagem de programação favorita, faça a busca por “IDE” e “editor”, para encontrar opções interessantes para você — não tenha pressa.
Se não tiver medo de usar a linha de comando (CLI), você pode encontrar muito mais opções para desenvolvedores.
Se você tem interesse em interpretadores e compiladores de versões específicas, vai ter que ir buscar na CLI. No link, acima, eu ensino como.

Se o seu objetivo é desenvolver especificamente para o ambiente GNOME, vai achar interessante instalar o Builder.
Para desenvolvedores Android, há o um kit de desenvolvimento completo disponível, chamado Android Studio.

Leia mais sobre como encontrar ferramentas de programação para Debian e Ubuntu, usando a CLI.

Como baixar pro seu computador as suas imagens do Google Photos

Os vários planos de armazenamento do Google Photos podem caber em mídias físicas de armazenamento (sob o seu poder) — desde pendrives de 16 Gb a drives externos de 1 Tb ou mais.

google photos plano básico de armazenamento

Se você tem um plano básico (como eu), de 15 Gb, pode fazer um backup rápido e fácil dos seus arquivos de imagem.
Eu reservei um pendrive para receber o meu backup.

Como fazer o download das imagens do Google Photos

Para poder baixar as imagens do Google Photos, você precisa configurar o Google drive para conter a pasta de fotos do primeiro.
Para isto, vá até o https://drive.google.com e clique no ícone de menu, no canto superior direito da tela.
Em seguida, selecione Configurações (ou settings)
configurações do google drive

Role a página para baixo e ative a opção “Colocar automaticamente seus itens do Google Fotos em uma pasta em Meu Drive”.
Veja a imagem, abaixo.

A depender do volume de dados armazenado na sua conta do Google Photos, você terá que aguardar um tempo, para que a transferência seja feita.
Quando esta etapa estiver pronta, a pasta Google Photos vai estar acessível no painel “Meu Drive”.
Para baixar o seu conteúdo, clique com o botão direito do mouse sobre o ícone “Google Photos” e, depois, clique em “Fazer download”.
download google photos

Novamente, aguarde o tempo requerido para baixar um pacote .ZIP com todo o conteúdo do Google Photos.
O nome do arquivo (pacote) deve ser algo parecido com ‘Google Photos-20180357G66672167H-008.zip’

Uma vez baixado, ele pode ser descompactado no seu sistema ou armazenado diretamente no local que você achar melhor.

Conclusão

Se você preferir, pode entrar na pasta ‘Google Photos’, a partir do “Meu Drive’ e selecionar apenas o que deseja baixar.

No meu caso, o arquivo de backup ainda tem pouco mais de 1,5 Gb.
Separei um pendrive de 16 Gb. exclusivo para o Google Photos e, portanto, vai dar para armazenar vários backups simultaneamente.
À medida em que o dispositivo for ficando cheio, posso remover os arquivos de backup antigos.
Posso também planejar, com calma, a compra de um pendrive com mais capacidade e, possivelmente, o upgrade da minha conta no Google Photos/Drive.

Se quiser, comente sobre como você prefere manter suas fotos em segurança?

Como postar fotos do PC direto no Instagram, com o Google Chrome

Nada proporciona mais conforto para editar suas imagens que um desktop PC com uma tela bem grande.
Mesmo possuindo câmera com acesso a Internet, muitos fotógrafos, profissionais ou não, preferem ver o resultado detalhado e, ainda, trabalhar um pouco nele, antes de postar nas redes sociais.

Quem prefere fotografar no formato RAW, atualmente, não tem outra opção senão passar primeiro pelo PC, pelo menos, para converter suas imagens para JPEG.
Para satisfazer estas e outras necessidades, há vários métodos para enviar suas fotos do PC ou do laptop direto para o Instagram.
Alguns programas de edição tem opções de menu para realizar esta tarefa com um clique. Mas, e quando não tem?!
É para estes casos que escrevi este post.

Eu uso Linux (Debian 10), com o programa de manipulação de imagens GIMP.
Infelizmente, o GIMP ainda não tem um plugin para realizar esta tarefa específica.
Mas, se você usa o navegador Google Chrome, pode ligar a opção específica de exibição para acessar a rede social como celular ou tablet.
O procedimento é simples e pode ser feito em 3 passos.

O primeiro passo do procedimento, que consiste em entrar no modo incognito do navegador, é opcional.
google chrome incognito mode

O modo incógnito proporciona um jeito rápido de retornar o navegador à sua configuração anterior — quando terminar de enviar as fotos, basta fechar a janela.

  1. Abra o navegador no modo incognito/privativo com a combinação de teclas Ctrl + Shift + N
  2. Em seguida, clique no ícone da barrinha de menu, no canto superior e à direita do navegador.
    Clique em Mais ferramentas e, depois, em Ferramentas do desenvolvedor.
    Google Chrome Ferramentas do Desenvolvedor
    No painel de “Ferramentas do desenvolvedor”, localize o botão de ajuste de tela do dispositivo.
    Clique nele, para ativar o modo de exibição de tela do celular.
    modo desenvolvedor no Google Chrome
  3. Agora, basta ir para o endereço https://www.instagram.com, para usar o Instagram dentro do seu navegador

Como dicas adicionais, você pode ir mais rápido se usar as teclas de atalho: Ctrl + Shift + i, seguida de Ctrl + Shift + M.
Se quiser, tecle Ctrl + Shift + i, mais uma vez, para esconder o painel direito (com o código da página) — e ficar com uma visão mais limpa.
postar fotos no instagram

Com este procedimento simples, já é possível editar suas imagens no desktop e, de lá mesmo, subir suas fotos para as redes sociais.