Uma rápida introdução ao Android

Introdução

O sistema operacional Android tem mostrado um desenvolvimento acelerado, desde que chegou à versão 2.x, para smartphones (tendo adotado codinomes como Eclair, Froyo ou Gingerbread) ou a versão 3.0 (Honeycomb) para tablets.
A partir da versão 4 (Ice Cream Sandwich ou ICS) o sistema se unificou e é usado tanto nos tablets como nos smartphones.

A interface comum dos aparelhos

Os usuários das versões 2.x estão familiarizados com um dispositivo com 3 botões básicos: Voltar, Home (Início) e Menu. Alguns dispositivos apresentam um quarto botão (Search ou Busca), cuja função varia em função do contexto.
samsung-s3-bottombuttons
É comum os fabricantes suprimirem todos os botões físicos na parte frontal dos novos tablets, que estão usando a quarta versão do Android – permanecendo apenas os laterais Power (liga/desliga) e volume.

Saiba um pouco mais sobre os botões básicos no seu dispositivo Android

Um busca no site da Samsung ou de qualquer outro fabricante (exceto a Nokia, que resiste ao Android mas tem ótimos produtos com o Symbian) vai mostrar aparelhos com vários padrões de botões, com a predominância de 3 ou 4 botões básicos na parte inferior. Vamos conhecê-los melhor.
samsung-sii-4buttonsbottom

Home ou Início

home
Comumente representado pelo ícone de uma casa, é provavelmente o mais usado de todos. Sempre te leva de volta à tela inicial – útil, quando você quer sair de um aplicativo para iniciar uma nova atividade no seu aparelho.
Além disso, ao manter o botão de início pressionado por alguns segundos, o dispositivo dispara o gerenciador de tarefas – a partir do qual é possível alternar entre aplicativos ou encerrá-los, caso tenham parado de responder.
Uma observação importante a ser feita é que ele não costuma servir para finalizar aplicativos. Ao pressioná-lo, você sai do aplicativo para a tela principal, mas não termina a execução do aplicativo, que continua rodando em background. Para finalizá-lo, é necessário usar o botão Voltar.

Menu

menuLembre-se que os botões têm funções que variam de acordo com o contexto. Na tela inicial, em uma configuração básica, o botão Menu, aciona o menu de configurações do aparelho – onde é possível ajustar o Bluetooth, o Wi-fi, etc…
De dentro de um aplicativo, ele dá acesso às configurações específicas ou outras opções do aplicativo. Por exemplo, de dentro do aplicativo do Facebook ele exibe as opções de configuração do aplicativo.
Assim, sempre experimente este botão de dentro de algum aplicativo quando você não estiver conseguindo localizar as funções que você deseja encontrar.
Aqui, é interessante observar que em alguns dispositivos, ao mantê-lo pressionado, o sistema de busca por voz é ativado.

Search (ou Busca)

search
Quando presente, este botão permite fazer buscas (também dentro do contexto do aplicativo que estiver em execução). Se acionado da tela inicial, ele faz uma busca na Internet. De dentro dos Contatos, busca por contatos; no Google Play, por aplicativos.
Se mantido pressionado, ele ativa a busca por voz (voice search) – em que você dita a palavra ou frase que deseja buscar.
Quando a busca ocorre na Internet, o search engine padrão costuma ser o Google.com. Mas alguns aparelhos podem vir com configurações diferentes.

Back ou Voltar

back
Permite voltar atrás tela após tela em vários aplicativos. No caso de um navegador, volta às páginas que estavam sendo vistas anteriormente. Em outros aplicativos, ele o leva de volta às telas anteriores.
Ele pode ser pressionado múltiplas vezes até que você saia do aplicativo.

Conclusão

Como dito, anteriormente, as funções variam de acordo com o contexto e com os aplicativos em execução. Dispositivos Android podem vir com variadas configurações e alguns usuários aplicam temas diferentes que alteram não somente o visual da interface, como as funções dos botões. Esteja atento a isto e… se divirta.

Emuladores: SNES e Mario World no Android

A plataforma ANDROID tem um número crescente de jogos. A cada dia, dezenas de títulos são lançados.
A aposta é de que esta se torne a plataforma mais abundante em GAMES de todos os tempos (se este já não for o caso).
Um EMULADOR é um aplicativo que simula ser outro aparelho. Aqui vamos tratar de um aplicativo emulador que simula ser um SNES (sigla para Super Nintendo Entertainment System, como você pode ver, gravado no controle, na foto abaixo) console que foi vendido no Brasil entre 1993 e 2003.
Mundialmente, o SNES chegou à marca de 50 milhões de unidades vendidas.
O seu hardware é composto de uma CPU de 16 bits, cuja frequência varia entre 1,79 e 3,58MHz e um processador gráfico. É capaz de exibir até 256 cores, em uma resolução de 512×448 pixels – o que, para os televisores da época, estava de muito bom tamanho.

Super Nintendo Entertainment System
Super Nintendo Entertainment System

O hardware carrega os seus jogos através de cartuchos, com capacidade de até 4Mb. Mas você não vai precisar de nada disso. Mais pra frente, vamos ver como baixar os jogos da Internet.

Como instalar o emulador no Android

Ao acessar o Google Play Store do seu aparelho é possível fazer a busca por emulador. Vários resultados podem aparecer.
Nós vamos optar pelo SuperGNES Lite (SNES emulator). Há uma versão paga, com recursos extras, que você optar por instalar mais tarde, se gostar da versão gratuita.

Conhecendo o SuperGNES Lite (SNES emulator)

Execute o SuperGNES Lite (SNES emulator). Se quiser configurar o aplicativo, toque no ícone que tem uma ferramenta desenhada (o segundo, no topo, da direita para a esquerda).

SuperGNES Lite (SNES emulator) - Tela inicial
SuperGNES Lite (SNES emulator) – Tela inicial

As ROMs

As ROMs são arquivos imagem do conteúdo dos cartuchos do SNES. Elas pode ser encontradas em vários sites, pela Internet a fora. O nosso emulador, contudo, também tem um jeito fácil de encontrá-las.
Para ter acesso a esta parte, toque no ícone que contém um ponto de interrogação, no canto superior direito da tela principal. Em seguida, toque na primeira opção: “Procurar jogos na Internet”.

Tela de ajuda - Procurar jogos na Internet
Tela de ajuda

Aguarde enquanto o SuperGNES abre o seu navegador e entra no site de buscas CoolROM.com, no qual será possível fornecer mais informações sobre os jogos que você deseja encontrar.
Procurando o “Super Mario World” – Android – SNES

Aqui, usamos o exemplo do Super Mario World, que deve retornar mais de um resultado. Escolha o jogo desejado e, depois, role a tela até encontrar o botão “Download Now” (Baixe Agora). Aguarde alguns instantes.

Findo o download você pode fechar o navegador e voltar para a tela principal do SuperGNES e dar um “refresh” na lista de jogos. Para isto, clica-se no botão “SD”, no topo, ao lado do botão de “Configuração”. Aguarde a busca terminar e você verá o seu novo jogo aparecer na lista.
Divirta-se e compartilhe! 😉

O RunKeeper não está postando minhas atividades no Facebook.

O RunKeeper é um dos muitos aplicativos que há para celulares e outros aparelhos com GPS que registra as suas atividades físicas, como corrida, caminhada, natação, ciclismo. Ele gera estatísticas e permite estabelecer e monitorar metas a serem atingidas pelo atleta.

Mais sobre o RunKeeper

O problema

Algumas pessoas estão com dificuldades para postar as suas atividades do RunKeeper no Facebook ou no Twitter.
No meu caso, estas falhas ocorrem com pouca frequência, na maioria das vezes relacionadas à má qualidade de conexão da minha operadora (pra variar). Mas tenho amigos que simplesmente não conseguem compartilhar qualquer atividade.
Desconheço problemas relacionados ao Twitter. Trago aqui a solução apontada pelo suporte técnico do RunKeeper e que costuma ser eficiente. Costuma…

Limites do Facebook

Se você quer compartilhar as suas atividades do RunKeeper no Facebook, saiba que é necessário ter percorrido pelo menos 0,20 milhas ou, aproximadamente, 0,33 km. Abaixo disto, o compartilhamento no ‘face’ não acontece.

A Timeline

Se você ainda não ‘se converteu’ à Timeline, a hora é agora. Clique aqui e converta o seu perfil. O Facebook só irá compartilhar as suas atividades através da Timeline. E isto vale para outros aplicativos também.

Verifique se suas permissões estão configuradas corretamente

Se você já usa a Timeline, é possível que ainda não consiga compartilhar suas atividades por ainda não ter recebido permissões de publicar ações (publish_actions).
Para resolver este problema e restabelecer as permissões de compartilhamento (re)conecte-se ao Facebook através do site do RunKeper clicando aqui.
Role até a sessão do Facebook, desconecte e conecte novamente

Feito isto, teste se o RunKeeper já está compartilhando as suas atividades.

O RunKeeper retorna a mensagem “Oh noes”

Runkeeper oh noes
clique para ampliar.

Esta mensagem é originada de um erro de autenticação. Isto pode ter várias explicações – servidores super atarefados, é uma delas. Normalmente, você resolve tudo tentando postar novamente.
screenshot runkeeper configurações desconectarEm caso de persistência do problema, tente o seguinte procedimento:

  • Vá ao menu de Configurações do aplicativo;
  • Selecione Desconectar (Veja a imagem ao lado);
  • Saia do aplicativo, entre e conecte novamente.

Isto deve resolver.