Já pensou em ter dispositivos específicos para as funções que usa mais no celular?

Uma das ideias, deste post, é gastar (beeeeem) menos na aquisição do seu próximo celular e se sentir tecnologicamente muito mais bem servido.
O principal ponto é deixar que ele realize melhor as funções básicas do dia a dia, sem esquentar ou sobrecarregar o seu orçamento.

Já para aquelas funções específicas, que você mais aprecia, gaste o dinheiro restante para adquirir um equipamento de verdade.
Este post tem alguns links com sugestões de compra.
Se, eventualmente, você decidir fazer alguma através deles, vai me ajudar a ganhar uma pequena comissão. 😉

Mas antes disso, deixa eu te dar algumas dicas que podem ser bem interessantes e facilitar um pouco mais a sua vida.
Ao final do post, conto como eu mesmo aplico os conceitos discutidos aqui, no meu cotidiano.

Por que diabos eu deveria andar com outro aparelho, além do meu celular?

Acredite ou não, conheço gente que anda com 3 celulares no bolso…

Celulares são projetados para atender a uma enorme gama de tarefas e necessidades de seus usuários:

  1. Atender a chamadas telefônicas (… e eu quase não uso mais para isso).
  2. Acessar sites na Internet.
  3. Ler livros, gibis, revistas, jornais, blogs etc.
  4. Ver filmes, séries, documentários, tutoriais e “aleatoriedades” no YouTube.
  5. Ouvir seus podcasts favoritos.
  6. Jogar videogames.
  7. Tirar fotos, gravar vídeos, áudios etc.
  8. Acessar as suas redes sociais.
  9. Realizar serviços de Internet banking, controlar cartões de crédito etc.

… eu sei! A lista é bem mais extensa do que isto.

O primeiro problema é que a bateria não dura o dia todo, rodando a maior parte destas funções.
Outro problema é o sobreaquecimento do aparelho, que reduz drasticamente sua vida útil — e pode levar para “a lata do lixo”, em pouco menos de um ano, um aparelho que te custou uma “pequena” fortuna.

Estou escrevendo este post por que acredito que este dinheiro pode ser melhor gasto 😀

Pense na possibilidade de comprar equipamento específico para as funções que usa mais

A ideia, aqui, é não sobrecarregar um aparelho projetado para servir a múltiplas funções, com apenas uma ou duas.
A lógica é simples: é impossível o aparelho atender a todas as necessidades dos usuários do mundo.
Se você gosta muito de jogar, várias horas por dia, pense na possibilidade de comprar um videogame portátil.
Parece que é mais caro… mas pode não ser!
Um console de videogame portátil custa menos que um smartphone high end (ou topo de linha).
Você duvida? Veja algumas opções:

  1. Nintendo DS,
  2. Nintendo Switch
  3. ou um Playstation Vita.

Outras atividades também mantém a tela ligada por muito tempo — como a leitura ou assistir vídeos.
A leitura pode ser melhor satisfeita com um leitor digital — os modelos mais baratos são aparelhos pequenos, leves e podem ser transportados junto com o celular — seja no bolso ou na bolsa 😉

Se você é do tipo que prefere ver vídeos, pense em adquirir um Kindle Fire, da Amazon ou um tablet barato só para esta função.
Todos os modelos de console de videogame portáteis, citados acima, suportam apps de streaming de vídeos (Hulu, Amazon Prime, Netflix, YouTube etc).

O meu cotidiano

Eu também uso o celular para ouvir músicas, ver vídeos em serviços de streaming (YouTube, Netflix, Amazon Prime e Vimeo).
Eventualmente, também jogo no celular e tenho o app do Kindle instalado para ler meus ebooks.
Contudo, prefiro assistir ao streaming na SmartTV e jogar no Playstation.
O aparelho que carrego é sempre o Kindle básico — é fino e cabe no mesmo bolso que o celular.
Adoro fotografar e tenho minha câmera DSLR mas, usualmente, o celular é o que está sempre à mão.
Para esta função, já pensei em optar pelo Moto Z2 Play com um snap Hasselblad, mas os reviews me desencorajaram… 😉

E você? Quais são as funções do seu celular que acredita que poderiam ser melhor realizadas por outro dispositivo específico?

Baixe vídeos do YouTube com o app YouTube Go

O YouTube Go é um aplicativo desenvolvido pelo Google.
O app permite assistir e baixar (não todos) os vídeos da plataforma.

Depois de baixado, um vídeo pode ser compartilhado nas redes sociais ou via Bluetooth.
O app foi pensado até mesmo nas pessoas que têm conexão lenta, pois permite escolher entre 3 opções de qualidade (baixa, média e alta) para fazer download.
Além disto, você pode escolher se quer armazenar seus vídeos no espaço interno do aparelho ou no externo (cartão SD).
youtube go screenshot

Se você pretende compartilhar o vídeo nas redes sociais ou apenas assistir na tela do smartphone, a opção de menor tamanho quase sempre será a ideal.
Leve em conta que a qualidade do áudio também sofre alguma redução, nestes casos.

youtube go screenshot

Baixar nossos vídeos abre várias possibilidades.
Se você está prestes a ir a uma consulta ou a qualquer outro lugar em que vai precisar ficar sentado(a) esperando, pode baixar antecipadamente seus vídeos — tutoriais, documentários, vlogueiros que você gosta etc.
Também pode fazer o contrário: se não tem uma conexão de banda larga em casa, pode baixar o conteúdo em outros locais com conexão mais rápida.

Para mim, que gosto muito de ver conteúdo sobre fotografia, astronomia, resenhas de filmes… o YouTube Go ajuda bastante a passar o tempo, quando tenho que ficar esperando em algum local.

É importante dizer que, no momento em que escrevo este post, o app ainda está em Beta e pode não estar disponível para download para todos os usuários.
Ele é estável e funciona muito bem. Contudo, se você não gosta de usar software, ainda neste estágio, convém aguardar um pouco.

Segue o link para download: https://goo.gl/kwHSQq.

Como baixar vídeos do Youtube no celular

O Youtube está repleto de vídeos, para todos os gostos.
Eu, mesmo, não tenho tempo de ver tudo o que gostaria e, quando tenho, muitas vezes estou em algum local em que não há conexão Wi-Fi ou ela é muito lenta.

Nas salas de espera — com as costumeiras revistas chatas e TVs ligadas em programas depressivos — é onde melhor se aproveita o tempo vendo uma palestra de nosso interesse, uma videoaula, o último upload do nosso youtuber favorito etc.
Só não esqueça de usar fones de ouvido… 😉

Já mostrei como fazer download de vídeos do Youtube para o seu PC/laptop, com o uso do youtube-dl — uma ferramenta superflexível a ponto de permitir baixar vídeos de muitos outros sites.
Também ensinei como instalar o YouTube Go, que também é um app de download de vídeos para Android — não esqueça de ler!

Baixe e configure o Youtube Cacher

Como o próprio nome indica, o aplicativo vai usar o cache do próprio app do Youtube (que você precisa ter já instalado no seu celular) e convertê-lo para um formato que possa ser lido por outros players, além de gravá-lo em algum outro local do seu sistema de armazenamento — uma vez que o app do Youtube sempre apaga o cache, para liberar espaço.

  1. O primeiro passo é baixar o aplicativo a partir do repositório do F-Droid.
    Se você ainda não tem o F-Droid, veja como instalá-lo aqui.
  2. Em seguida, procure pelo app e clique em “Instalar”.
    youtube cacher download
  3. Após a instalação, é possível encontrar o Youtube Cacher na relação de apps instalados no seu aparelho, Basta procurar por “youtube”.
    Para baixar seu vídeo, cole a URL dele na caixa de download:
    baixar vídeos do youtube no Android

Como instalar uma interface gráfica para o youtube-dl

Aparentemente, tudo é mais fácil na interface gráfica.
O aplicativo youtube-dl tem mais de uma interface de usuário gráfica (ou Graphical User Interface – GUI) — se fizer uma busca na Internet, vai encontrar várias opções de aplicativos e métodos de instalação.
Não me importo de usar o console para fazer qualquer trabalho — até prefiro!
Mas a gente sempre tem uma namorada ou namorado, um amigo, um colega de trabalho etc. que se sentiria mais confortável fazendo suas coisas com cliques e toques na tela.
O objetivo deste artigo é te ajudar a ajudar estas pessoas.
Internet TVs
Entre as várias GUI existentes para youtube-dl, a minha escolha recaiu sobre a youtube-dl-gui.
Os métodos de instalação foram os que funcionaram para mim, em uma máquina Ubuntu 14.04 LTS “Trusty Tahr” e no Debian 8.2 “Jessie”.
Os links de onde tirei as informações estão relacionados ao final do post. Se ainda restar dúvidas, consulte-os.

O que é o youtube-dlG?

O Youtube-dlG ou youtube-dl-gui é uma interface gráfica multiplataforma para a ferramenta de downloads de vídeos e audio, youtube-dl.
Através desta GUI, é possível listar vários vídeos para baixar de uma só vez.
Além disto, o aplicativo permite selecionar os formatos de download ou de conversão, a qualidade do vídeo e do áudio entre outras opções.
O Youtube-dlG não oferece acesso a todos os recursos do youtube-dl — que são muitos.
Ou seja, usuários que desejam fazer uso de recursos mais avançados de download, conversão e extração de componentes dos vídeos terão que ir para a linha de comando.
Interface gráfica para download de vídeos no YouTube

Apesar do nome, você pode fazer download de vídeos de vários outros sites — e não somente do YouTube.

Veja uma relação dos recursos cobertos pelo Youtube-dlG:

  • Baixar vídeos de todos os sites suportados pelo youtube-dl.
  • Suporte a download simultâneo de múltiplos vídeos.
  • Conversão automática de vídeo para áudio — com a possibilidade de optar por formato e qualidade.
  • Suporte a vídeos DASH do YouTube — ele baixa automaticamente ambos, audio e video, e os mescla.
  • Opcionalmente, permite a remoção do áudio ou do vídeo e a seleção do formato de gravação deste último.
  • Tem suporte a opções de download de playlist e ainda permite escolher o idioma das legendas (maravilha para quem deseja baixar playlists de músicas com as letras no idioma original ou traduzida).
  • Oferece a possibilidade de de gravar uma descrição no arquivo de vídeo, gravar os thumbnails, limitar a velocidade de download, do tamanho do arquivo etc.
  • Suporte a configurar o user agent, referrer, autenticação para baixar vídeos, configurar proxy etc.
  • Baixa automaticamente o youtube-dl (se você já não o tiver instalado ainda) e o mantém atualizado
    Eu não experimentei esta opção, uma vez que já tinha o youtube-dl instalado previamente. Além disto, a atualização dele corre por conta do próprio sistema operacional (no meu caso).
  • Suporta que o usuário especifique argumentos e opções da linha de comando dentro da interface gráfica — que serão repassados ou youtube-dl.

Captura de tela do Youtube-dlG

Como instalar o youtube-dl-gui no Ubuntu

Usuários do Ubuntu, podem encontrar os pacotes do youtube-dl e do Youtube-dlG nos repositórios (não oficiais) do WebUpd8 PPA.
Você pode usar as instruções abaixo para instalar o programa no Ubuntu, no Linux Mint e em outras distribuições baseadas no próprio Ubuntu.
Comece por adicionar os repositórios e atualizá-los no seu sistema:

sudo add-apt-repository ppa:nilarimogard/webupd8
sudo apt-get update

Agora proceda com a instalação:

sudo apt-get install youtube-dlg

Uma vez instalado, você encontrará o youtube-dlg através do Dash do Unity, ou nos menus de aplicativos, nas outras distribuições.

Como instalar no Debian

No Debian, eu usei um outro processo, que envolve baixar o código fonte em Python e instalar em um processo semelhante ao de compilar.
Não se assuste, por que não é complicado.
Ao escrever este post, instalei a versão 0.3.8 do aplicativo. Verifique se há uma versão mais atualizada para baixar, antes de prosseguir, no site do WebUpd8:
Depois de baixar, descompacte o arquivo e entre no novo diretório criado:

tar xvzf youtube-dlg_0.3.8.orig.tar.gz 
cd youtube-dl-gui-0.3.8/

Em seguida, instale algumas bibliotecas Python, necessárias para rodar o aplicativo:

sudo aptitude install python-wxgtk3.0-dev

Agora, vamos à instalação:

sudo python setup.py install

… e voilá!
O aplicativo já está pronto para ser executado do terminal: youtube-dl-gui.
Divirta-se!

Referências

Artigo no WebUpd8: http://www.webupd8.org/2014/03/multi-platform-youtube-dl-gui-youtube.html.
Download do app (código fonte ou pacotes de instalação): http://ppa.launchpad.net/nilarimogard/webupd8/ubuntu/pool/main/y/youtube-dlg/.
Página oficial do aplicativo: http://mrs0m30n3.github.io/youtube-dl-gui/.

Como instalar o youtube-dl para baixar vídeos.

O youtube-dl (ou YouTube DownLoader) é um aplicativo multi-plataforma para fazer download de vídeos de sites como o YouTube e muitos outros — ou seja, apesar do nome, ele não é restrito ao YouTube.
Neste artigo, não vou mostrar como fazer uso do aplicativo, mas “apenas” mostrar alguns métodos eficazes de obter a versão mais atual do youtube-dl.
Se você é heavy user do aplicativo ou baixa intensamente vários vídeos da Internet, vale a pena ter a versão mais atual do youtube-dl.
youtube red logo

O youtube-dl é um aplicativo “visado” — o que quer dizer que os sites de streaming de audio e video estão constantemente buscando formas de bloquear softwares que fazem download de seu conteúdo.
Portanto, se você encontrar dificuldades para baixar alguma coisa, é possível que o site alvo tenha encontrado alguma maneira de bloquear o youtube-dl.
Normalmente, é possível resolver este problema com uma atualização do aplicativo.

Os métodos mais simples de baixar e instalar o aplicativo

No site oficial http://youtube-dl.org/latest/, é possível encontrar os binários mais atuais para Linux e para Windows (.EXE).
Neste caso, basta baixar e executar. Eles já vêm prontos para uso.
Quem usa o Mac OS X, pode também usar o brew, para fazer a instalação:

brew install youtube-dl

Mas não instale nada ainda (se você usa Linux). Vamos percorrer outras opções, antes de decidir.
Nos repositórios de cada distribuição, há outras opções mais interessantes e bem mais seguras para o pessoal que usa Linux (que nem eu)
Usuários Ubuntu podem baixar e instalar o aplicativo direto do Software Center com toda a segurança, clicando no link abaixo:

Instalar YOUTUBE-DL

Quem usa Debian, Ubuntu e outras distribuições baseadas nestas, pode usar o apt, para instalar:

sudo apt install youtube-dl

Quem usa Fedora, Red Hat ou CentOS, use o yum:

yum install youtube-dl

No OpenSUSE também é fácil:

zypper install youtube-dl

Se você usa os backports, pode obter uma versão mais atualizada dos repositórios.
Para saber qual a versão disponível, No Debian e no Ubuntu, use a opção “show”, do apt:

apt show youtube-dl | grep -i vers
Versão: 2014.08.05-1+deb8u1

Se quiser saber um pouco mais sobre o comando grep, clique aqui.
Se você for procurar nos repositórios dos backports pode encontrar uma versão mais atual (no Debian 8.x Jessie):

apt -t jessie-backports show youtube-dl | grep -i vers
Versão: 2015.11.27.1-1~bpo8+1

Para instalar esta versão mais nova, no Debian 8, portanto, basta indicar o repositório dos backports:

apt -t jessie-backports install youtube-dl

Outros métodos de instalação

Em qualquer UNIX ou Linux, você pode baixar a versão mais atual do programa, com o curl.
Neste caso, não esqueça de executar os comandos com privilégios administrativos, onde for necessário:

curl https://yt-dl.org/latest/youtube-dl -o /usr/local/bin/youtube-dl
chmod a+rx /usr/local/bin/youtube-dl

Depois dos comandos acima, o youtube-dl já estará pronto para ser executado por qualquer usuário do sistema.
Se você não tem o curl instalado, use o wget:

wget https://yt-dl.org/downloads/latest/youtube-dl -O /usr/local/bin/youtube-dl
chmod a+rx /usr/local/bin/youtube-dl

Quem tem o PIP instalado no sistema, pode fazer assim:

sudo pip install youtube-dl

Especificamente, para quem fez a instalação por um destes últimos métodos, é possível verificar se há atualizações para o aplicativo, com o seguinte comando:

youtube-dl -U

Divirta-se!