Crie toques mp3 com Audacity

O Audacity é um aplicativo para edição de arquivos de som, que trabalha com os mais variados formatos — mp3, ogg, wav etc.
Das dezenas de recursos disponíveis no aplicativo, vamos falar basicamente de dois, neste artigo, pois são os que mais interessam a quem pretende criar toques mp3 ou ringtones personalizados pro seu celular ou smartphone.

O aplicativo roda no seu PC e os requisitos de sistema são bem modestos: 64Mb de espaço em disco e um processador que “corra” a pelo menos 300Mhz.

Onde baixar o Audacity

O Audacity tem versões para 3 dos sistemas operacionais mais populares:

  • Linux — você pode fazer o download para este sistema operacional, neste site. Pra galera do Ubuntu e do Debian vou dar umas dicas extra, abaixo.
  • Windows — Usuários deste sistema operacional podem fazer download do Audacity aqui.
  • Mac OS — Usuários Mac, podem pegar o aplicativo aqui.

Se você usa Ubuntu, ou qualquer outra distro baseada no Debian, clique no botão abaixo para fazer a instalação automática:
apt://audacity
Se preferir, abra um terminal e use o apt-get:


sudo apt install audacity

Depois de fazer a instalação no seu sistema, me acompanhe no uso do Audacity para criar os toques mp3.

Inicie o Audacity e carregue um arquivo de áudio

Audacity - importar arquivo de audio mp3
Clique para ampliar.

O Audacity suporta vários formatos de arquivos de áudio. No mundo Android, a maioria são MP3 ou OGG.
Algumas versões do Audacity podem estar em português (de Portugal) e, portanto, o menu Arquivo deve estar sob o nome Ficheiro — se você quiser, pode usar um atalho de teclado, para abrir arquivos: Ctrl + o.
Escolha o arquivo de áudio em que você deseja trabalhar e vamos ao próximo passo.

Como cortar um arquivo MP3

Embora o título fale de arquivos em formato MP3, os procedimentos descritos servem para qualquer outro formato.
Localize, no canto superior da tela do Audacity, o botão Play. Com ele é possível iniciar, a qualquer momento a reprodução da música. Tenho certeza de que você não terá dificuldades com isto.
Logo abaixo dos controles, fica a área de edição, que mostra os diversos “momentos” da trilha de áudio, em azul.

Audacity - área de edição de arquivos de áudio
Clique para ampliar.

Se o arquivo de som for estéreo, haverá, pelo menos 2 trilhas de áudio: uma em cima (audio 1) e outra embaixo (audio 2).
Qualquer trecho da trilha de áudio é selecionável — basta clicar em um ponto e arrastar o ponteiro do mouse até outro.
A seleção pode ser feita em qualquer direção: da esquerda pra direita ou vice-versa.
Ao clicar no botão Play, apenas a trilha de áudio selecionada será tocada. Experimente.
Quando você já estiver craque em selecionar trechos da trilha de áudio, selecione a parte que você deseja transformar em toque mp3.
Uma vez selecionado, vá ao menu Editar e selecione a opção Aparar Áudio ou Títulos e, em seguida, Aparar áudio — na versão em inglês, Trim audio.
Com isto, o Audacity remove tudo o que estiver fora da seleção.
O seu toque mp3 já está quase pronto.

Como exportar o seu arquivo de áudio

Audacity - janela de progresso da exportação de um arquivo de áudio em ogg
Clique para ampliar.

Clique em Ficheiro (Arquivo) e, depois, em Exportar
Dê um nome pro seu toque ou ringtone e selecione o formato de gravação. O padrão é OGG e ele funciona bem em smartphones Android — mas nada impede que você use o velho e bom mp3.
Clique em Salvar e pronto. Já pode transferir o seu arquivo pro celular.

Como suavizar o início e o fim do toque

Se você sente que o seu toque poderia iniciar de maneira mais suave e terminar o volume baixando aos poucos, use o recurso Fade in/out, dentro do menu Efeitos.
O Fade in parte do volume 0 até atingir a altura normal. O Fade out parte do volume normal até 0.
Os efeitos são aplicados às áreas selecionadas na trilha de áudio.
Experimente outros efeitos especiais do Audacity em seu arquivo de áudio.
Espero que você tenha bons momentos de diversão — e não esqueça de compartilhar este artigo com os seus amigos, nas redes sociais.

Instale o Spotify no Ubuntu

Quem deseja rodar o Spotify no Linux tem basicamente 2 opções: rodar o aplicativo no emulador Wine ou instalar uma versão “beta”, sem suporte oficial — mas, ainda assim, desenvolvida pelo próprio pessoal do Spotify.

A segunda opção é voltada para quem usa uma distribuição Linux baseada no Debian (Ubuntu, Mint etc). A primeira opção é universal e funcionou bem pra mim.

Spotify, Linux, Ubuntu, Debian, Multimidia
Clique para ampliar.

Como rodar o Spotify no Linux com Wine

Comece por ir à página de downloads do Spotify e baixe a versão para Windows do aplicativo.
Abra um terminal.
Se você não tem o Wine instalado em seu sistema, providencie isto. No Ubuntu, você pode instalar o Wine com o comando apt-get:

sudo apt-get install wine

O pacote do Wine é grande e, dependendo da velocidade da sua conexão, o download pode demorar um pouco.
Se você já tiver o Wine instalado, pode rodar direto o pacote baixado do site:

wine SpotifySetup.exe

Aguarde alguns instantes e, quando for pedido, dê o seu login para entrar no aplicativo.

Como instalar o Spotify no Debian ou no Ubuntu

Siga o passo a passo:

  1. Adicione a chave pública do repositório do Spotify:
    sudo apt-key adv --keyserver hkp://keyserver.ubuntu.com:80 --recv-keys BBEBDCB318AD50EC6865090613B00F1FD2C19886
  2. Adicione a seguinte linha ao arquivo /etc/apt/sources.list:
    echo deb http://repository.spotify.com stable non-free | sudo tee /etc/apt/sources.list.d/spotify.list
  3. Re-sincronize os arquivos de índices de pacote com o seguinte comando:
    sudo apt-get update
  4. E, finalmente, instale o Spotify:
    sudo apt-get install spotify-client

Feito isto, você já poderá rodar o spotify do seu terminal ou do dash, no Ubuntu.

Spotify, Linux, Ubuntu, Debian, Multimidia, screenshot, captura de tela
Clique para ampliar.

Referência: https://www.spotify.com/br/download/previews/

A melhor hora para tomar café, de acordo com a ciência.

De acordo com a ciência (biologia) há alguns horários em que a ingestão de cafeína pode produzir melhores efeitos. O que não quer dizer que você não possa tomar um cafezinho, só por prazer, em outros horários.
Hora do caféVi o infográfico, abaixo, divulgado no perfil da Krix e fui atrás de informações que explicassem melhor os dados contidos nele. Além disto, quero oferecer a você uma versão traduzida de tudo isto. Clique nas imagens, para ver mais informações.

O ciclo circadiano

O seu corpo trabalha em um ritmo determinando pelo relógio circadiano, de aproximadamente 24 horas.
Há uma área cerebral que controla este ciclo, chamada núcleo supraquiasmático.
O nome circadiano se origina do latim “circa diem” e quer dizer “cerca de um dia”.
É este relógio biológico que determina quando é hora de acordar, comer e dormir.

A melhor hora para tomar café de acordo com a ciência
Clique para ampliar.

O cortisol

Em dados momentos do ciclo, o seu organismo começa a produzir o hormônio cortisol – que é responsável por te fazer se sentir acordado e alerta.
Este hormônio é conhecido como hormônio do estresse. Ele aumenta a pressão arterial, o açúcar no sangue e a energia muscular – para melhorar a resposta do corpo a situações de emergência.
Ao beber café neste horário, os efeitos da cafeína serão reduzidos frente aos efeitos naturais que o cortisol já está provocando no organismo.
Como conseqüência disto, o seu corpo irá se tornar tolerante a estas substâncias e seus efeitos diminuirão gradativamente, com o tempo.

efeitos do cortisol no corpo
clique para ampliar

Portanto…

… evite tomar café nos momentos em que seus níveis de Cortisol estão altos. Tome suas doses de cafeína depois de terem baixado.
Adeque os dados horários do gráfico ao seu próprio ritmo, para obter melhores resultados pra cafeína do dia a dia.
De acordo com ele, os horários ideais para tomar um café são:

  • entre 9:30 e 11:30 (da manhã)
  • entre 13:30 e 17:00 (da tarde)
Níveis de cortisol e efeitos da cafeína durante o dia
Clique para ampliar

Fontes:

Sobre o ritmo Circadiano: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ritmo_circadiano
Autor do infográfico: http://en.ilovecoffee.jp/
Blog da Krix: http://krix.blog.br

Como bloquear o Lulu, o Tubby e outros aplicativos no Facebook

Neste artigo, vou mostrar como impedir que outros aplicativos (Lulu, Tubby etc) tenham acesso aos seus dados no Facebook.
Embora estes aplicativos tenham suas próprias opções para bloqueio, em contrapartida, ao usá-las, você tem que concordar com os termos dos desenvolvedores, o que inclui abrir mão de processá-los (por calúnia, difamação etc), entre outras coisas. Por isto é que vou ensinar a fazer o bloqueio via Facebook. Me acompanhe…
Comece por abrir o menu de configurações, no canto superior direito da tela. Em seguida, selecione o item Configurações de privacidade.
Facebook menu de configurações
Na próxima tela, selecione à esquerda, o item AplicativosFacebook Menu de configurações
O “Face” deve abrir uma janela ampla, exibindo todos os aplicativos que você tem utilizado (e alguns que você nem usa mais), cada qual com suas permissões de acesso.
Role mais para baixo e selecione a sessão Aplicativos usados por outras pessoas.Facebook aplicativos usados por outras pessoas - privacidade
Na próxima tela, você deve selecionar ou “deselecionar” os tipos de informações a que outros aplicativos deverão ter acesso.
Tenha em mente que estas configurações são aplicadas “indiscriminadamente”, ou seja, todos os aplicativos de terceiros serão afetados por seus configurações ao tentar acessar os seus dados no Facebook.

Facebook informações disponiveis para aplicativos de outras pessoas
Clique para ampliar

Como implementar um cabeçalho rotativo e aleatório no blog, com PHP

Neste post, vou mostrar como mudar automaticamente e aleatoriamente as imagens do cabeçalho ou header, no seu blog, com um código bem simples em PHP.
Este código foi testado no WordPress, mas deve funcionar, com algumas alterações, em outras plataformas de blog.
Alguns temas, como o Thesis, do Chris, já têm esta função. Basta preparar as suas imagens e fazer o upload pro diretório /rotator do tema.

Prepare suas imagens

Antes de começar, edite e deixe prontas as imagens que você pretende usar no seu cabeçalho.
Para que o nosso pequeno script funcione, será necessário renomear as suas imagens. Elas devem ter o mesmo nome, com uma terminação numérica. pode ser algo assim: cabecalho_01.jpg.
Outra coisa importante, para o correto funcionamento do script, é que todas elas tenham a mesma extensão. Portanto, se uma for .jpg, todas as outras deverão também ser. Fotografias ficam melhor em JPG, outros tipos de imagens podem ficar melhor em PNG ou GIF.

Faça upload das suas imagens

Desde que você saiba exatamente a URL da sua imagem, não tem muita importância o local para onde você a está enviando. Pode ser interessante anotar o local em que elas se encontram:
http://nome-do-blog.com.br/imagens/cabecalho_01.jpg
Na hora de escrever o script, você vai precisar deste endereço completo.

Implementando o código

Se você estiver usando o WordPress, localize o arquivo header.php do seu tema e, na parte que se refere à imagem do cabeçalho, substitua pelo código abaixo, devidamente adaptado à sua situação:

<img src="http://nome-do-blog.com.br/imagens/cabecalho_0<?php echo(rand(1,5)); ?>.jpg" alt="meu banner" />

Sim. Tudo o que você vai precisar escrever em PHP é isso:

<?php echo(rand(1,5)); ?>
POSTS RELACIONADOS

Explicando a função rand()

A função rand, neste caso escolhe um número entre 1 e 5. Se você tiver 13 imagens para rotacionar, a função fica assim:

<?php echo(rand(1,13)); ?>

Simples, não é?