Altere e personalize o som de alerta padrão do GNOME

Estes dias, eu desativei os sons de alerta do meu laptop de trabalho — o que eu tenho que levar para todo lugar aonde vou.
Na vida real, sou tímido e detesto chamar a atenção.
como encontrar os ajustes de som no GNOME
Além disto, não gostei de nenhuma das opções de alerta disponíveis na instalação padrão do GNOME 3 — que são quatro.
opções de ajuste de som.
Estes sons são tocados quando cometemos pequenos erros ou quando o GNOME quer nos dar um aviso:

  • A tecla CAPS LOCK foi pressionada;
  • Você chegou a uma das extremidades de uma lista;
  • O cursor já se encontra no início da linha de comando ou no final dela;
  • etc.

Você pode apenas reduzir a altura, na barra de volume do alerta ou desativá-lo no botão à direita da barra.

Como personalizar o som do alerta do GNOME

Se quiser acrescentar o seu próprio “barulhinho”, siga o procedimento descrito a seguir.
Os sons de alerta padrão ficam armazenados no diretório /usr/share/sounds/gnome/default/alerts/:


ls -l /usr/share/sounds/gnome/default/alerts/

total 76
-rw-r--r-- 1 root root 13322 mai 30 17:29 bark.ogg
-rw-r--r-- 1 root root  8495 mai 30 17:29 drip.ogg
-rw-r--r-- 1 root root 18999 mai 30 17:29 glass.ogg
-rw-r--r-- 1 root root 20011 mai 30 17:29 sonar.ogg

Você pode deixar o seu arquivo de áudio personalizado em qualquer lugar, contudo. Pode ficar no /home, por exemplo.
Só não esqueça de adequar os exemplos, ali embaixo, à sua realidade.
O importante, é que o áudio esteja no formato OGG (preferencialmente), MP3 ou WAV.
Depois de escolher o seu áudio de alerta, informe ao GNOME aonde ele se encontra e como quer que ele seja exibido na lista do painel de controle.
Para isso, abra e edite o arquivo:
/usr/share/gnome-control-center/sounds/gnome-sounds-default.xml


sudo gedit /usr/share/gnome-control-center/sounds/gnome-sounds-default.xml 

Observe que os atuais arquivos já estão descritos em 4 blocos, entre as tags “<sounds>” (no plural).
Acrescente o seu próprio bloco, de acordo com o exemplo abaixo, antes da última tag sounds:


  <sound deleted="false">
    <name>Discreeete</name>
    <name xml:lang="pt">Discreeto</name>
    <name xml:lang="pt_BR">Discreeto</name>
    <filename>/usr/share/sounds/gnome/default/alerts/discreeete.ogg</filename>
  </sound>


Entenda o significado de cada linha, acima:

  1. sound deleted — informa se o item deve ser exibido ou não. Se mudar o valor padrão de false para true, ele não será exibido, tal como se tivesse sido apagado.
  2. name xml:lang — informa qual o nome do item a ser exibido para um determinado idioma. Se você usa o GNOME configurado para português europeu, o valor correto é “pt”. Se você usa o brasileiro, deixe “pt_BR”.
    Se houver usuários do seu sistema que usam outros idiomas, tenha o cuidado de incluí-los ai.
  3. filename — aqui você deve informar o caminho exato do arquivo de áudio.

Volte a abrir o painel de ajuste de som e selecione o seu novo item, na lista.
ajuste de som gnome personalizado

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Como configurar o não perturbe no seu smartphone

O smartphone é uma excelente ferramenta de produtividade.
Como ele é também um instrumento de comunicação, pode atrapalhar mais do que ajudar.
Se você acredita que pode ser mais produtivo, em determinadas horas, se não for interrompido por centenas de notificações das redes sociais, das contas de email, dos apps de mensagens instantâneas etc, este artigo pode te ajudar.
marshmallow-2
O foco, aqui, é o Android 6.0 Marshmallow. Se você usa uma versão anterior, leia este artigo — cujo conteúdo é específico para o Android 5.0 Lollipop.

No Android Lollipop, era possível ter acesso às funções do Não Perturbe, a partir dos botões de volume, na lateral do aparelho.
O Marshmallow devolveu a estes botões sua função original de controle do volume.

Como ativar a discrição do seu smartphone

Toque na barra de status, na parte superior do seu aparelho e arraste o menu User Interface (ou UI) para baixo.
Agora, toque no ícone Não Perturbe.
A função de discrição do Android tem 3 configurações possíveis — e elas podem ser ajustadas de acordo com suas necessidades, conforme explicarei mais embaixo.
Alẽm disto, você pode determinar por quanto tempo (em horas) o aparelho deverá permanecer no modo escolhido.
A primeira configuração, deixa o aparelho em Silêncio total.
Neste modo, você não será incomodado de jeito nenhum. Use quando estiver em sala de aula, na igreja ou no cinema.
Ajuste o tempo de duração do modo, de acordo com o tempo previsto para permanecer no local.
A segunda configuração, libera os alarmes — o que pode ser ideal para quem tem medicamentos para tomar, em determinados horários, e precisa ser lembrado disto.
A terceira opção é configurável, conforme a explicação que segue no restante do texto.
Ela é mais flexível e permite que algumas pessoas, da sua escolha, possam ainda entrar em contato com você.
Clique na imagem, para ver mais detalhes.

Como configurar o Não Perturbe

Abra o menu de configurações e selecione Som e notificação.
A seguir, role para a opção Não perturbe e toque nela, para abrir o próximo painel.
Android funções não perturbe
A seguir, vamos analisar as opções dos painéis Somente prioridade e Regras automáticas.

Somente prioridade

Há muitos casos em que você pode querer estar fora do alcance dos seus contatos, mas não quer deixar de atender a situações de real importância.
Este pode ser o caso de quem deseja estar disponível exclusivamente a seus familiares, amigos próximos ou do trabalho.
Android - somente prioridade
Nesta tela, é possível determinar se você quer ser interrompido quando houver algum lembrete, evento novo, mensagem ou chamada.
No caso das Mensagens e das Chamadas, você pode escolher de quem deseja receber: Qualquer pessoa, Apenas de contatos, Apenas de contatos com estrela (favoritos) ou Nenhuma.
Se você quiser, pode ver quem são os seus contatos no site https://contacts.google.com.
Por último, você pode permitir que o celular aceite chamadas persistentes — para isto, ligue a última opção Autores de chamadas persistentes.

Regras automáticas

Este é o recurso novo, em relação ao Lollipop.
Neste painel de configurações, você pode ajustar o modo Não Perturbe para ser iniciado de acordo com certos horários do dia ou eventos marcados no Google Calendar.
Se você sempre vai se deitar no mesmo horário, pode ajustar o recurso para não ser perturbado durante o seu sono.
Estudantes, podem ajustar o Não Perturbe para o horário de suas aulas.
Enfim, você pode ter várias regras.
Android como estabelecer regra automatica
Por exemplo, se você não deseja ser interrompido pelo smartphone entre as 7h e as 11h, de Segunda a Sexta-feira, siga os passos abaixo:

  1. Toque em Adicionar regra e, em seguida, dê um nome para a sua nova regra (P. Ex.: “Hora da aula”, “Aula de Ioga” etc.)
  2. Depois toque no item Dias e defina os dias da semana a que este evento se aplica. Determine também o Horário de início e o Horário de término
  3. Por último, determine que tipo de interrupções serão permitidas: ligações telefônicas prioritárias, Somente alarme ou Silêncio total

Como ativar o não perturbe no Android.

Há momentos em que não podemos (ou não queremos) ser perturbados ou distraídos.
No trabalho, na reunião, durante alguma atividade que exija um pouco mais de concentração etc. as funções que silenciam as interrupções são fundamentais.
Se você usa um aparelho com Android 6.0 Marshmallow ou superior, leia este artigo — mais atual.
Lembro que tive um aparelho Nokia, anos atrás, ainda rodando o Symbian, que tinha uma opção “não perturbe” com temporizador. Depois disto, na maioria dos outros aparelhos que tive, esta opção tinha que ser ligada/desligada manualmente.

O interruptions system ou sistema de interrupções do Android Lollipop tem sido envolto em algumas controvérsias (nem todas as suas opções agradam a todos).

Dependendo da marca do seu aparelho, você vai encontrar variações na implementação deste recurso.
Os aparelhos Motorola, vêm com o Moto Assist — que pode silenciar o aparelho automaticamente quando você vai dormir, entrar numa reunião ou for dirigir.
Neste post, contudo, vou falar do que é possível fazer em qualquer aparelho, rodando o Android Lollipop:

Como ajustar rapidamente o não perturbe

Ao pressionar o botão de volume, o sistema operacional irá exibir no topo da tela algumas opções.
Veja quais são as opções que aparecem quando você toca no ícone do “sino”.
As opções de notificações básicas se resumem a:

  • Tudo — O seu smartphone irá deixar passar todas as notificações, ou seja, você receberá um aviso de tudo que chegar: mensagens, telefonemas, atualizações nas redes sociais etc.
  • Prioridade — Somente as notificações prioritárias serão feitas. Mas pra frente vou mostrar como definir o que é prioritário ou não.
  • Nenhum — Se tiver algum alarme definido, até mesmo ele ficará em silêncio. Esta opção te deixa em paz.

Opções Não Perturbe no Android
Mas pra frente, vou mostrar como definir o que é prioritário ou não.
Dentre as opções de acima, as duas últimas (Prioridade e Nenhum) podem ser temporizadas — você pode predefinir um tempo pelo qual ela estará valendo. Passado este tempo, o aparelho volta para opção padrão: Tudo.
Se você optar por manter o aparelho em “Não Perturbe” Indefinidamente, terá que desativá-lo manualmente depois.

Como configurar as notificações que você recebe no seu aparelho Android

Se você deseja fazer um ajuste mais detalhado das suas opções de notificação, abra o painel de configurações de seu aparelho e
Painel de configuração do Android Lollipop 5.1: Som e notificação
No painel de configuração de sons e notificações selecione Interrupções:
Android - configuração de sons e notificações.
No próximo painel (divido em 2 partes, na próxima imagem), encontram-se as configurações de interrupções que serão abordadas daqui pra frente.
Android configuração de interrupção e não perturbe

Item Descrição
Ao receber chamadas e notificações Sempre interromper, Permitir apenas interrupções prioritárias ou Não interromper
Interrupções prioritárias Se você definiu, acima, que deseja ser interrompido apenas por eventos prioritários, pode definir aqui, quais eventos devem ser considerados prioritários pelo seu sistema: Eventos e lembretes, Chamadas e Mensagens.
Chamadas/Mensagens de Defina, neste item quem pode ser considerado prioritário, no caso de receber chamadas ou mensagens: Qualquer pessoa, Somente contratos com estrela (favoritos)Somente contatos.
Este item só vale se você marcou Chamadas e/ou Mensagens, acima.
Tempo de inatividade ou downtime Aqui você configura em que dias da semana e em que faixa de horário você gostaria de “ter paz”, ou seja, não quer ser saber do “mundo exterior”.
Em outras palavras, durante o período de inatividade, o aparelho entra no modo de prioridade.
Na minha configuração, após 22h. apenas os contatos favoritos (ou estrela) tem suas chamadas/mensagens encaminhadas.

Depois que você configurou estas opções, pode voltar à função disparada pelos botões de volume e selecionar Nenhum, Prioridade ou Tudo.

Como sintetizar voz com o espeak

O espeak é um software de sintetização de voz, com suporte a vários idiomas, disponível para várias plataformas, o que inclui o Mac OS, o Linux e o Windows.
Habilitar a sintetização de voz, na interface gráfica não é um “bicho de sete cabeças”. Usualmente, você encontra estas opções no painel Acessibilidade, no painel de controle de configurações.
ícone speaker de audio e usuários
Contudo, se você deseja fazer um script, com avisos e mensagens verbais/orais para usuários, pode ser necessário fazer uso de outras ferramentas. E, neste post, vou falar do espeak.
Se você usa o Ubuntu 14.04 LTS, ele já vem instalado por padrão.
Há várias outras excelentes opções de sintetização de fala para Linux, mas esta é aquela que você já pode começar a usar agora — isto é, se a sua distro for a versão mais atual do Ubuntu.
Independente da sua plataforma, o texto que segue, serve para todos.

Como transferir um texto para a fala com o espeak

O uso do espeak, basicamente, é muito simples.
Vou começar com alguns exemplos comuns e, depois, vou mostrar sua flexibilidade para trabalhar com situações mais complexas.
Comece com o clássico helloworld:

espeak "Hello World"

Experimente criar um texto, para ser lido no sintetizador:

echo "Sintetização de voz na linha de comando é muito fácil." > exemplo.txt
espeak -f exemplo.txt

Mais pra frente, vamos resolver o problema do “sotaque gringo” do sintetizador.

Como controlar o tom e a velocidade de reprodução do sintetizador

Há dois parâmetros que correspondem a estas duas necessidades.
O espeak é bastante claro na sua sintetização — depois de acostumar o ouvido, as dificuldades de compreensão vão-se embora.
Contudo, é possível melhorar a “dicção” do programa para facilitar as coisas.
Se você quiser, pode alterar o pitch (altura ou tom) da fala ou a velocidade (em palavras por minuto):

  • -p — o ajuste do pitch pode variar entre 0 e 99. O valor padrão é 50.
  • -s — o ajuste da velocidade tem um espectro maior de variação. Faça experiências antes de decidir qual é o mais adequado para você. O valor default é 100.

Veja como funciona em um exemplo:

espeak -p 75 -s 85 -f exemplo.txt

Interpretação da pontuação

Se achar melhor, você pode pedir ao programa para “dizer” a pontuação, em vez de “agir” de acordo com ela.
Para isto, use a opção --punct:

espeak --punct -f exemplo.txt

A opção -k dá tratamento especial às letras maiúsculas (as que iniciam as frases, por exemplo:

  • -k 1 — produz um som discreto a cada vez que passa por uma letra maiúscula.
  • -k 2 — fala “capital” ou “maiúsculo”, a cada vez que passa por uma letra maiúscula.
  • -k valores maiores que 2 — qualquer valor acima de 2, produz um aumento no tom (pitch) conforme o número fornecido.

Experimente:

espeak -k -20 -f exemplo.txt

Para mim, a opção -k -20 funciona bem. E pra você?

Entender voz sintetizada é um processo que requer um pouco de paciência. É um pouco parecido com a adaptação a um sotaque diferente.

Sintetização de voz em português

O exemplo anterior, em português fica assim:

espeak -vpt -k -20 -f exemplo.txt

Você pode listar os arquivos de idiomas presentes no seu sistema, com o comando --voices:

espeak --voices

Eu acho interessante ouvir textos em português, ora com a pronúncia europeia, ora com a pronúncia brasileira.
Faça uma experiência:

echo "O espeak é um software de sintetização de voz, em vários idiomas." > exemplo.txt

Agora execute a sintetização de voz (em português de Portugal) no arquivo “exemplo.txt”:

cat exemplo.txt; espeak -vpt-pt -k -20 -f exemplo.txt

E agora ouça o texto em português do Brasil:

cat exemplo.txt; espeak -vpt-br -k -20 -f exemplo.txt

Você pode fazer o mesmo com um texto em inglês. Por padrão, o espeak traz, pelo menos, 8 variantes do inglês. Veja:

espeak --voices=en
2  en-gb          M  english              en            (en-uk 2)(en 2)
 3  en-uk          M  english-mb-en1       mb/mb-en1     (en 2)
 2  en-us          M  english-us           en-us         (en-r 5)(en 3)
 5  en-sc          M  en-scottish          other/en-sc   (en 4)
 5  en             M  default              default       
 5  en-uk-north    M  english-north        other/en-n    (en-uk 3)(en 5)
 5  en-uk-rp       M  english_rp           other/en-rp   (en-uk 4)(en 5)
 5  en-us          M  us-mbrola-2          mb/mb-us2     (en 7)
 5  en-us          F  us-mbrola-1          mb/mb-us1     (en 8)
 5  en-us          M  us-mbrola-3          mb/mb-us3     (en 8)
 9  en             M  en-german            mb/mb-de4-en  
 9  en             F  en-german-5          mb/mb-de5-en  
 9  en             M  en-greek             mb/mb-gr2-en  
 9  en             M  en-romanian          mb/mb-ro1-en  
 5  en-uk-wmids    M  english_wmids        other/en-wm   (en-uk 9)(en 9)
10  en             M  en-dutch             mb/mb-nl2-en  
10  en             F  en-french            mb/mb-fr4-en  
10  en             M  en-french            mb/mb-fr1-en  
10  en             F  en-hungarian         mb/mb-hu1-en  
10  en             F  en-swedish-f         mb/mb-sw2-en  
 5  en-wi          M  en-westindies        other/en-wi   (en-uk 4)(en 10)
11  en             M  en-afrikaans         mb/mb-af1-en  
11  en             F  en-polish            mb/mb-pl1-en  
11  en             M  en-swedish           mb/mb-sw1-en

Grave um podcast a partir da sintetização e saiba como sussurrar

É possível criar uma arquivo de áudio .wav a partir de um texto, lido pelo sintetizador espeak.
Vamos alterar o exemplo anterior para direcionar a saída do programa para um arquivo de áudio, chamado exemplo.wav:

espeak -vpt-br -k -20 -f exemplo.txt -w exemplo.wav

Agora use o aplay para ouvir o áudio:

aplay exemplo.wav

Para sussurrar, acrescente “whisper”, desta forma:

espeak -k -20 -vpt+whisper -p 75 -s 85 -f exemplo.txt

Não deixe de experimentar a voz feminina, na sintetização:

espeak -k -20 -vpt+f5 -p 75 -s 85 -f exemplo.txt

A opção “f” (female), pode ter outros valores, a depender da sua instalação atual. Experimente valores abaixo de 5.
Divirta-se!

Como reproduzir sons a partir de arquivos com aplay

O aplay é um programa que reproduz sons via linha de comando no driver ALSA da placa de áudio.
Ele suporta vários formatos de arquivos e vários modelos de hardware com múltiplos dispositivos.
Em tese, é possível também enviar qualquer saída de texto pro aplay.
alto falante reproduzindo som
Neste texto, vou mostrar como usar o aplay para enviar o resultado da sua linha de comando para a placa de som do sistema — isto pode ser útil, em alguns casos, para criar avisos ou alarmes — muito embora o nosso objetivo, neste post, seja, mesmo, a diversão. 😉

Se você tem interesse em reproduzir suas músicas MP3 na linha de comando, visite esta seção.

A melhor forma de aprender é através de exemplos, que você pode alterar para ver outros resultados. Experimente.
Envie a atividade atual do kernel pro seu dispositivo de áudio:

sudo cat /proc/kcore | aplay
Playing raw data 'stdin' : Unsigned 8 bit, Rate 8000 Hz, Mono

“Ouça” a saída do comando tcpdump pra sua placa de rede wireless:

sudo tcpdump -i wlan0 | aplay

Quanto maior a quantidade de dados envolvida, maior o tempo de reprodução.
Você pode interromper a execução do comando a qualquer momento com Ctrl + C.
Experimente enviar a listagem do seu diretório…

ls -R ~/ | aplay

Acima, a opção -R pede para que a listagem seja recursiva.
Experimente com outros comandos Linux.
O site TechFreaks, sugeriu a seguinte brincadeira, com o arquivo /dev/urandom, que exibe uma saída aleatória:

cat /dev/urandom > temp.wav  &”  sleep 1  ; pkill -9 cat ; aplay temp.wav

Na linha de comando acima, o conteúdo de /dev/urandom> é gravado no arquivo temp.wav. O processo é abortado com o comando pkill e, em seguida, o aplay é chamado para reproduzir o conteúdo de temp.wav.

Use o perl para produzir notas musicais

O exemplo, a seguir, usa código da linguagem de programação Perl, para produzir algumas notas musicais em conjunto com o programa aplay.
Entre as alterações que você pode fazer, tente alterar o texto e o valor de x:

perl -e '@w = split / /, "O homem nasceu para aprender, aprender tanto quanto a vida lhe permita."; print "$_\n"x1000 foreach @w;' | aplay 

A frase é de João Guimarães Rosa, caso você esteja curioso(a). 😉
Como você pode ver, o script produz uma nota para cada palavra.
Divirta-se! 😉
Referências: http://www.linux.com/learn/tutorials/790121-assorted-fun-linux-command-line-hacks-
http://techfreaks4u.com/blog/posts/geekist-things-i-ever-did-in-linux/