logo opensuse

A melhor distro Linux para desenvolvedores

No universo das dezenas de distribuições importantes, algumas delas são melhores ou piores para determinados tipos de aplicação.
Algumas distribuições GNU/Linux são especificamente organizadas para realizar determinados tipos de tarefa ou a atender um nicho profissional.

E os desenvolvedores, como nicho ou como público, devem usar qual distribuição?
No universo GNU/Linux distribuições “de nicho” são chamadas branches ou blends — para trabalhar com multimídia, para clínicas médicas, para ambiente educacional etc.

Este é apenas mais um dos meus artigos opinativos, que evito fazer…
A melhor opinião continua sendo a sua.
Cabe a você julgar o que lhe serve, ou não, dentro deste texto.

Deixe um comentário, logo abaixo, se quiser.

ubuntu flavours sabores

Os programadores são um público à parte.
Os desenvolvedores Debian tendem a usar o Debian Sid, O mesmo ocorre com os desenvolvedores das outras distros.

Isto é ‘meio’ óbvio, eu sei… se você tem intenção de se tornar um(a) desenvolvedor(a) OpenSUSE, vai ter que usar a versão em desenvolvimento específica desta distro.

Quem tem intenção de desenvolver para internet das coisas (IoT), pode usar distribuições específicas para a plataforma desejada, como o Raspbian ou Ubuntu Core para a plataforma Raspberry.

Para todas os outros tipos de desenvolvedores(as), na prática, qualquer distro serve.

Red Hat, CentOS e Fedora

A Red Hat, tem investido bastante na comunidade de desenvolvedores e tem disponibilizado uma versão do Red Hat Enterprise Linux (RHEL) pra download em seu site — voltado justamente para este público.

Para saber mais, leia como se tornar desenvolvedor(a) Red Hat.

Debian e Ubuntu

As duas distribuições são muito amigáveis com os(as) desenvolvedores(as) — mesmo os(as) que não programam diretamente para a distro.
Você pode “pegar” a versão principal da distribuição e transformá-la em uma plataforma de desenvolvimento completa, apenas instalando aplicações de programação específicas, por exemplo.

O assunto também foi abordado em 3 editores de código para Debian e Ubuntu e no post Ferramentas de programação para Debian e Ubuntu

OpenSuse

O OpenSUSE tem uma longa história (e vários artigos neste site) na linha do tempo do Linux. É uma plataforma GNU/Linux séria e, se você se sente confortável com o seu look and feel, não há razão para deixar de considerá-la para projetos de desenvolvimento de aplicativos.
No post Instalar um servidor LAMP no OpenSUSE, pode ser dado o primeiro passo para o desenvolvimento de aplicações web, por exemplo.
Além disto, todas as IDEs que você encontra nas outras distribuições, vai encontrar aqui também.

Conclusão

Este post, como a maioria das minhas análises opinativas, vai terminar sem dar uma resposta pronta para o questionamento do título. Sorry.

O ambiente Linux, de maneira geral, é muito fértil e aconchegante para trabalhar com desenvolvimento de software.
Você pode escolher qualquer distro (me conte qual! 😉 ) e vai encontrar tudo o que precisa para tocar os seus projetos — até mesmo para plataformas proprietárias.
Tudo o que você precisa é encontrar e juntar as ferramentas certas.

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia. Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman". Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

Um comentário em “A melhor distro Linux para desenvolvedores”

  1. Trabalho com teste de software e todas as ferramentas que necessito rodam no Ubuntu e há compilações dedicadas para o Ubuntu ou estão na central de aplicativos. Sempre há também aquele tutorial maroto que nos safá no dia a dia.
    Resumindo pra mim a melhor distro para Dev ou QA é o Ubuntu.

    Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.