Android samsung galaxy s5

Android: por que o smartphone parece estar mais lento.

Vou listar os 3 principais fatores que concorrem para tornar o seu smartphone cada vez mais lento e como resolvê-los.
Muitas pessoas têm esta percepção de que seu telefone, tablet ou, mesmo, seu computador — seja Android, iOS, Linux ou Windows —, vai ficando mais lento com o passar do tempo.
Neste artigo vou repassar algumas das possíveis causas e razões pelas quais um dispositivo pode começar a ter um rendimento piorado na velocidade de execução das suas tarefas mais corriqueiras.
Além de mostrar o que causa o problema, vou procurar ajudá-lo a resolver, com algumas dicas.

As atualizações constantes contribuem para tornar o aparelho mais lento?

História do disco rígido - HDD
Clique, para ver detalhes.
Creio que fabricante nenhum afirmaria isto pra você — mas algumas atualizações de softwares podem, sim, piorar o desempenho.
Houve um tempo em que programadores disputavam quem desenvolveria a melhor solução para um determinado problema. Ganhava quem, além de resolver o tal problema, o fizesse com a menor quantidade de código possível. Fazer programas pequenos, nos tempos em que o armazenamento custava caro era fundamental.
Mas os tempos mudam…
Espaço em disco ou em memória RAM é muito barato hoje, em comparação com o que era há algumas décadas atrás. Os desenvolvedores priorizam outras demandas de hardware, hoje.
O seu celular Android não tem mais os mesmos softwares instalados que tinha há um ano atrás — levando em conta que sofreram atualizações neste tempo.
O fato é que eles já não são mais otimizados pro hardware específico que você possui e isto pode ter causado uma diminuição na eficiência
A sua operadora e o fabricante do seu aparelho provavelmente adicionaram aplicativos (bloatware) nas atualizações que estão rodando em background, ou seja, nos bastidores e consumindo os recursos do sistema.
Uma vez que os desenvolvedores não se preocupam mais com o tamanho dos aplicativos, estes parecem estar aumentando exponencialmente.
Os aplicativos engordam e ganham peso a cada atualização.
Considere, ainda, que as operadoras e os fabricantes fornecem aos desenvolveres aparelhos sempre novos e com mais recursos de armazenamento e processamento — alguns dos quais sequer foram lançados no mercado.
Duas consequências decorrem destes fatos:

  • Os desenvolvedores passam a se concentrar nos novos dispositivos e nos seus recursos. O foco dos programadores é o novo hardware, sempre.
  • Com a mudança do foco, ninguém mais se preocupa em corrigir velhos bugs ou otimizar seus programas para funcionar bem nas plataformas “antigas”.

Pense, quem vai ir atrás de melhorar o Instagram para usuários do iPhone 4, quando a versão 6 do aparelho já está no mercado? — a probabilidade é que já realocaram boa parte da equipe para trabalhar no projeto do iPhone 8…
Ou, quem vai pagar um programador pra otimizar aplicativos pro Samsung Galaxy S3, quando o fabricante e as operadoras já querem que você compre o S4 e o S5?
Chato isto.
Mas esta é uma tendência em todas as plataformas — sites se tornam mais pesados, videogames se tornam mais vorazes, os aplicativos exigem cada vez mais recursos etc.

Como resolver esta situação

Não há muito o que se fazer por aqui.
A saída mais comum dos usuários é optar pelo rooting do aparelho, para remover definitivamente os aplicativos das operadoras.
Outros usuários, optam pelo uso de uma ROM customizada, como o CyanogenMod, em substituição ao Android tradicional — ele vem sem excesso de softwares e é conhecidamente mais eficiente em vários aparelhos.
Além disto, você pode substituir os seus aplicativos atuais por outros similares, mais leves.

Processos pesados

No tempo em você vem usando o seu aparelho, vem também instalando novos aplicativos que você gosta de usar.
Alguns destes aplicativos, mesmo “fechados”, continuam a rodar nos bastidores e, portanto, consumindo tempo de processamento da sua CPU além de espaço na memória.
Se você tem instalados muitos aplicativos que rodam em background, esta situação contribui em muito para tornar o seu dispositivo mais lento.
Android samsung galaxy s5Outros tipos de aplicativos, com os quais você deve se preocupar:

  • Papéis de parede animados também concorrem no uso dos recursos do seu aparelho.
  • Os widgets, espalhados nas telas do seu smartphone ou tablet consomem recursos de processamento e memória.

Reduza a quantidade de widgets na sua tela inicial e você vai experimentar uma melhora.

Como desativar aplicativos que rodam em background

Uma grande quantidade de aplicativos rodando em background consome recursos de seu sistema sem você perceber.
Para verificar quais aplicativos estão rodando neste momento, siga os passos:

  • Tecle o botão Home e, em seguida, selecione o menu Configurações;
  • Abra o Gerenciador de aplicações;
  • Selecione a tela Executando;
  • Agora, selecione os aplicativos que você não está usando e pare sua execução;

Note como a quantidade de memória usada, vai sendo liberada, no rodapé da tela.
Continue e pare todos os aplicativos que você não precisa receber notificações o tempo todo.

O sistema de arquivos está quase cheio

Discos de estado sólido (solid-state drives), ou SSDs, tendem a ficar cada vez mais lentos, à medida em que vão ficando mais cheios.
O cartão de memória do seu celular usa a mesma tecnologia dos SSDs (e eles nem são “discos”).
Tenha o cuidado para manter, pelo menos, 25% da memória interna e externa do seu aparelho sempre disponível.
Arquivos de cache podem contribuir para aumentar descontroladamente a ocupação da memória do aparelho.

Como resolver

Abra a tela de armazenamento:

  • Toque no ícone Home e selecione Configurações;
  • Em seguida, selecione Armazenamento;
  • Ao final da tela de cada aplicativo, observe a quantidade de cache que ele está usando.
  • Exclua o cache.

É seguro excluir o cache de todos os aplicativos —. Mas não é o suficiente.
O Cache é um recurso que serve para melhorar a eficiência do dispositivo como um todo — e os aplicativos irão recompor seu cache sempre.
O ideal é remover os aplicativos que você não usa.
Fazer um reset para os padrões de fábrica (Factory RESET) também pode ajudar.
Este processo irá apagar todos os aplicativos que você baixou e as informações pessoais (como senhas) que você inseriu neles.
Não irá apagar suas fotos, suas músicas e seus vídeos.
Após o reset, o seu aparelho volta ao seu estado de novo (internamente, pelo menos). E, aí, você pode reinstalar os aplicativos que realmente quer usar novamente.
Mas uma dica para ajudar a economizar espaço, é não instalar os aplicativos das redes sociaisGoogle plus, Twitter, Facebook etc. Experimente a versão web deles, antes, para ver se você gosta. Neste caso, é possível economizar quase 500 Mb de memória do aparelho.
Tutoriais Android

Conclusão

Acho que ficou mais do que claro que o processo de tornar aparelhos mais lentos é do interesse das operadoras e dos fabricantes, que vendem aparelhos pra você e que o problema é independente de plataforma — usuários Windows, Apple e, até mesmo, o pessoal que usa Linux reclama disto.
Mas, se você seguir estas recomendações, vai conseguir manter um conjunto de hardware/software eficiente por muito mais tempo.
Enquanto fazemos nossa parte, cobramos dos fabricantes que se produza menos lixo tecnológico e se incentive menos o consumismo irracional.

LEIA MAIS

Referência: http://www.howtogeek.com/183004/why-android-phones-slow-down-over-time-and-how-to-speed-them-up/

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia. Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman". Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

3 comentários sobre “Android: por que o smartphone parece estar mais lento.”

  1. Com relação aos Widgets eu recomendaria no caso do android, é retirar todos e deixar somente os quatro iniciais. Dessa forma teremos uma única área de trabalho. Quando precisar de outro app é só ir no menu e escolher.Parece bobagem, mas no Moto X2 redeu 30% de duração de bateria em stand by.
    Outra dica Importante e que muita gente desconhece, é que a CPU, GPU e Memoria do Smartphone precisam de um “tempo pra cabeça”. Ou seja, desliga a “criatura” por uns 30 minutos por dia para que ambas possam esfriar a cuca e se refazerem. Minha recomendação é carregar o aparelho desligado. Os processadores e memórias ficariam muito a gradecidos.

  2. Meu antigo celular sempre travou bastante. Não era como se ele fosse de última geração, e por isso era bem limitado, mas sempre segurei as pontar fazendo varreduras constantes com o Psafe. Mudei de aparelho, mas ainda continuo com o hábito das limpezas, rs. E ajudam demais!.

  3. Nossa, já tive problemas com excesso de aplicativos, atualizações e esses tais processos. Acabei resolvendo com o PSafe Android, um aplicativo que dá uma limpada no aparelho e resolve vários problemas, inclusive esse. Me ajudou bastante!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *