raw.pics.io web app site

Conheça esta ferramenta online de conversão de arquivos de imagem RAW.

Com suporte a arquivos RAW produzidos por câmeras das marcas Nikon, Canon, Sony, Fujifilm etc. o site raw.pics.io permite fazer upload de suas imagens originais (em formato RAW), converter e baixar no formato de saída à sua escolha.
Na verdade, o serviço não “converte”, mas extrai as imagens JPEG, já contidas nos arquivos RAW.

A partir daí, você pode baixar neste mesmo formato ou converter para PNG (Portable Network Graphics).
Opcionalmente, o serviço permite também fazer edições básicas online, como você pode ver no decorrer deste artigo e nas imagens ilustrativas.

Existe a versão gratuita (com limite de imagens para trabalhar) e a versão paga e sem limite.
Na versão paga, é possível realizar uma conversão em lote de dezenas de imagens, todas de uma vez, o que pode trazer benefícios profissionais a quem esteja longe do seu computador de trabalho e precisa entregar imagens em JPEG, por exemplo.

Como funciona o raw.pics.io

Acesse o site https://raw.pics.io/ e faça o upload dos arquivos de imagem RAW desejadas.
home page do site raw.pics.io

Também é possível arrastar direto do seu gerenciador de arquivos.
seleção de arquivos no gerenciador de arquivos

Várias imagens podem ser selecionadas para upload, de uma vez só.
Esta possibilidade contribui para agilizar o trabalho.

O app possui um painel à esquerda com opções gerais relacionadas aos arquivos.
tela do site raw.pics.io

No painel direito, a tela principal exibe informações sobre o arquivo, obtidas das meta tags exif.
site raw.pics.io

O aplicativo ainda permite edição online das suas imagens — não é “grande coisa”, mas quebra um galho.
web para edição de imagens online

Preço do serviço

Existe uma cobrança única, para um mês de conversões ilimitadas, de aproximadamente 2 dólares.
Este valor é ótimo para quem só deseja usar o serviço uma vez, por um dia ou algumas semanas.
preço do raw.pics.io
Se você acredita que vai precisar usar o serviço por mais tempo, pode optar pelo pagamento anual que, neste momento, é menos que 20 dólares.

Conclusão

Achei o serviço muito simples de ser usado e muito rápido, mesmo em uma conexão lenta (testei fora do escritório, usando uma conexão 4G do celular).
Com esta possibilidade, não é necessário abrir mão de fotografar em RAW, quando se está viajando e precisa entregar uma grande quantidade de fotos em um formato de leitura mais universal, como é o caso do JPEG.
O valor, pelo uso do serviço durante um mês, também está longe de poder ser considerado absurdo.
O que você acha?

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia. Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman". Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *