dispositivos de armazenamento de massa padrão

Como instalar o Linux em um pendrive com o comando dd

Já escrevi sobre outras formas de instalação do Linux em um pendrive ou cartão de memória flash. Cada método tem suas vantagens e desvantagens.
Este método é um dos mais simples e que requer apenas que você:

  1. tenha alguma máquina com uma distro Linux disponível (pode ser a de um amigo)
  2. tenha uma imagem .ISO pronta para ser instalada no seu pendrive
icons of flash devices
Leia mais sobre sistemas de arquivos para dispositivos flash.

Onde encontrar uma imagem para instalar o meu Linux?

O que torna esta pergunta “tão difícil” de responder é a enorme variedade de sabores do GNU/Linux disponíveis e a grande quantidade de locais onde se encontram imagens para download.
Aliás, há vários métodos de download disponíveis também.
O download via torrent costuma sempre ser o mais rápido e confiável para mim.
As distro que eu mais uso são Debian stable e Ubuntu LTS.
Você pode encontrar as imagens aqui:

Só uma dica: baixar sua distro Linux via torrents, costuma ser muito mais rápido…

Se você prefere outra forma ou outro local para baixar a sua distro favorita, por favor, compartilhe com os outros leitores, na seção de comentários.

Como gravar a imagem ISO Linux no seu pendrive

O procedimento descrito neste texto irá apagar todos os dados do disco no qual for executado. Por isto, você deve se certificar de que está executando-o no dispositivo de armazenamento certo.
Conecte o seu pendrive à porta USB e não o monte.
Para encontrar onde ele está conectado, use o comando fdisk:

sudo fdisk -l
root's password:

O resultado, em destaque, abaixo, mostra o meu pendrive em último na lista (ele foi último dispositivo de armazenamento a ser conectado ao notebook, afinal):

Disk /dev/sda: 931,5 GiB, 1000204886016 bytes, 1953525168 sectors
Units: sectors of 1 * 512 = 512 bytes
Sector size (logical/physical): 512 bytes / 4096 bytes
I/O size (minimum/optimal): 4096 bytes / 4096 bytes
Disklabel type: dos
Disk identifier: 0xca65c207

Device     Boot      Start        End    Sectors   Size Id Type
/dev/sda1  *          2048   83892223   83890176    40G 83 Linux
/dev/sda2         83892224 1931640831 1847748608 881,1G 83 Linux
/dev/sda3       1931640832 1953523711   21882880  10,4G 82 Linux swap / Solaris

Disk /dev/sdb: 7,5 GiB, 7990149120 bytes, 15605760 sectors
Units: sectors of 1 * 512 = 512 bytes
Sector size (logical/physical): 512 bytes / 512 bytes
I/O size (minimum/optimal): 512 bytes / 512 bytes
Disklabel type: dos
Disk identifier: 0x34ab6e74

Device     Boot   Start      End  Sectors  Size Id Type
/dev/sdb1          4224    12415     8192    4M ef EFI (FAT-12/16/32)
/dev/sdb2  *      12416  1794047  1781632  870M 83 Linux
/dev/sdb3       1794048 15605759 13811712  6,6G 83 Linux

Em função deste resultado, vou me referir ao meu pendrive como /dev/sdb, daqui pra frente.
Adeque os exemplos dados à sua situação, em particular, para evitar perder dados.
Uma outra forma de detectar os dispositivos conectado ao USB, é o comando lsblk (que não necessita de privilégios administrativos para ser executado

lsblk 
.
NAME   MAJ:MIN RM   SIZE RO TYPE MOUNTPOINT
sda      8:0    0 931,5G  0 disk 
├─sda1   8:1    0    40G  0 part /
├─sda2   8:2    0 881,1G  0 part /home
└─sda3   8:3    0  10,4G  0 part [SWAP]
sdb      8:16   1   7,5G  0 disk 
├─sdb1   8:17   1     4M  0 part 
├─sdb2   8:18   1   870M  0 part /run/media/justincase/openSUSE 13.2 GNOME Live
└─sdb3   8:19   1   6,6G  0 part /run/media/justincase/hybrid

O comando hwinfo, com os parâmetros corretos, pode oferecer um resultado ainda mais enxuto:

sudo hwinfo --disk --short
disk:                                                           
  /dev/sda             ST1000LM014-1EJ1
  /dev/sdb             Generic Flash Disk

Use o que achar melhor.
Uma vez encontrado o seu dispositivo, grave a imagem ISO baixada nele:

sudo umount /dev/sdb
sudo dd if=./openSUSE-Leap-42.1-DVD-x86_64.iso of=/dev/sdb bs=4M; sync

Isto é tudo.
Quando o terminal ficar livre novamente, remova o pendrive ou apenas dê um reboot no sistema.
não esqueça de ajustar o BIOS, para ele dar boot pelo pendrive.
Os passos que seguem são opcionais.
Se preferir, antes de gravar a distro no pendrive, é possível fazer backup dele, antes de iniciar o processo que irá apagar todo o seu conteúdo:

sudo dd if=/dev/sdb of=./conteudo-pendrive.backup bs=4M; sync

Mais tarde, você poderá restaurar o conteúdo no pendrive, invertendo o comando acima:

sudo dd if=./conteudo-pendrive.backup of=/dev/sdb bs=4M; sync

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), desenvolvedor web e geek, nos mais diversos assuntos. Entusiasta de software livre e hacker de LEGO, acredito em repassar meu conhecimento e ajudar as pessoas sempre que for possível.

3 comentários sobre “Como instalar o Linux em um pendrive com o comando dd”

  1. Neste caso o sistema não foi instalado no pendrive e sim feito um bootável do sistema. Sendo para instalar como instalamos em nosso HD o procedimento seria diferente. Eu consegui instalar o Ubuntu no meu Pendrive depois que meu HD deu paw, tenho um Pendrive de 32GB com o Ubuntu literalmente instalado e o que posso dizer é que o sistema voa… Em cerca de 10 segundos eu dou boot, desligo o sistema num tempo de 4 à 6 segundos o que é consideravelmente mais rápido que num HD. Porém… meu Pendrive é de alta performace e sua velocidade de transmissão chega a 100MBs é um Sandisk Ultra, USB 3.0.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *