Ferramentas online para configurar fácil o sources.list do Debian e Ubuntu

A lista de repositórios no Ubuntu e no Debian fica em um arquivo chamado sources.list.
Não é um dos arquivos de configuração mais difíceis de se editar mas… se podemos facilitar as coisas, por que não?
sources.list
Usar um gerador online pode ser uma forma bem prática de obter um arquivo sources.list totalmente personalizado e ajustado às suas necessidades.


Se tiver interesse em conhecer melhor o sources.list e como ele pode ser editado manualmente, leia este post.
Para este post, analisei 2 dos geradores — tanto para Debian quanto para distribuições baseadas no Ubuntu. Você escolhe.

É recomendado usar estas ferramentas com cuidado.
Você pode bagunçar terrivelmente o seu sistema ao fazer escolhas erradas.
Portanto, se você não sabe o que está fazendo, é melhor não fazer.

Antes de prosseguir, faça o backup do seu repositório atual:

cp /etc/apt/sources.list ~/sources.list.bak

Gerador de sources.list online só para distribuições baseadas no Debian

Se quiser gerar rapidamente e sem complicações um sources.list para a sua distro baseada no Debian, use este aqui.
O site https://debgen.xyz é um projeto voltado para criar rapidamente uma “lista de fontes” simplificada, que serve para a maioria dos usuários.
debian.xyz sources list generator
Siga os passos:

  1. Comece escolhendo o país hospedeiro do seu espelho (mirror). O ideal é optar pelo que estiver mais próximo de você.
  2. Em seguida, selecione o release e a arquitetura atual: stable, testing ou unstable (Sid).
  3. Escolha os repositórios que te interessam entre source, contrib, non-free e security. Na dúvida, não faz mal selecionar todos.

Quando terminar a configuração, clique no botão azul “Make it go!“.
O texto, acima do botão, irá mudar para refletir as suas escolhas.
Agora substitua o conteúdo do arquivo /etc/apt/sources.list pelo texto novo.
Rode o apt:

sudo apt update

Gerador complexo para Debian

O site https://debgen.simplylinux.ch/ é “complexo” no sentido de ter (bem) mais opções.
Vai funcionar tal como eu descrevi o site anterior, com algumas diferenças.
Acompanhe o passo a passo para quem vai optar pelo repositório Debian:

  1. Desative a opção Fast Server, para obter um menu mais extenso.
    debian fast server
  2. Escolha o espelho e o release em uso.
  3. Vá rolando o site para baixo e selecionando os repositórios que te interessam
  4. Ao final, clique no botão “Generate“.

debgen simplylinux
Se você escolheu repositórios de terceiros, provavelmente terá que executar o comando “apt-key adv” indicado em uma das caixas, antes de executar o “apt update”. Fique atento a isso.

Gerador de sources.list para Ubuntu

Se você usa Ubuntu ou uma das várias distribuições Linux baseadas nele, use o gerador do site https://repogen.simplylinux.ch/ e siga os passos:

  1. Comece por selecionar o país em que se encontra hospedado o mirror que você deseja usar. Em seguida, informe o release atual do seu Ubuntu.
  2. Continue rolando a página e selecionando os repositórios desejados.
  3. Ao final, clique em “Generate
  4. A tela com o resultado tem o texto a ser copiado, em substituição ao conteúdo atual do arquivo /etc/apt/sources.list.
    Se achar melhor, apenas execute os comandos sugeridos pela página (veja as setas, na figura abaixo) — eles podem ser copiados e colados direto no terminal.
    sources.list online generator
    Um dos comandos altera o sources.list e o outro (se houver) adiciona as chaves públicas necessárias para eventualmente acessar algum repositório.

Divirta-se!

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia.
Fã de séries, como “Rick and Morty” e “BoJack Horseman”.
Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *