fotografia camera

Como obter melhores fotos com o modo de disparo contínuo.

O modo de disparo contínuo, presente na maioria das câmeras dos smartphones atuais, permite tirar rapidamente várias fotos em sequência.
O recurso tem outros nomes, como burst mode em inglês ou Rafale em francês.
Em câmeras profissionais SLR digitais ou DSLR, o uso deste modo é o que costuma garantir as “fotos perfeitas” de eventos dos fotógrafos.
Não é que o fotógrafo tenha capturado “O Momento” — mas ele capturou vários momentos e, depois, com calma, escolheu a imagem que queria.
Já viu aquelas fotos em que o presidente ficou com uma cara estranha?
putin-obama-syria-stateme-008
E os álbuns de casamento, com todas as fotos perfeitas?! Em que ninguém sai com olho fechado ou a boca aberta (ou os dois!).
Ter dezenas de fotos, de uma mesma cena, é o que mais ajuda neste caso.

Quando usar o modo de disparo contínuo

Neste texto, me baseio nas câmeras de smartphones — que não dispõem (nem de perto) de todos os recursos das câmeras DSLR.
Alguns aparelhos da Samsung, fazem uso do disparo contínuo dentro de outros recursos, como o Foto e mais — em que ele escolhe automaticamente a foto que ficou melhor.
O Samsung Galaxy S 3 Mini é capaz de disparar 20 vezes a uma velocidade 3.3 quadros por segundo.
O Motorola Moto G 3, já não tem um recurso tão sofisticado, como o “Foto e mais”. Sua câmera, contudo, é muito rápida para iniciar e começar a disparar continuamente.
O modo burst é indicado, basicamente, em casos como os que seguem:

  1. Quando o objeto da foto está em movimento contínuo, como automóveis, aviões etc.
  2. Em eventos esportivos, pelo mesmo motivo acima. É muito difícil capturar o melhor momento de um atleta ou conseguir prever a execução de uma jogada.
    Capturar várias imagens rapidamente é a melhor forma de obter, dentre elas, a perfeita.
  3. Cenas com crianças e animais. Além de ser difícil conseguir que fiquem quietos para posar para uma foto, este método permite capturá-los naturalmente, durante as brincadeiras.

640px-Firing_Zelzal_3_in_burst_mode

Limitações do modo de disparo contínuo

Comumente, nos aplicativos de câmera dos smartphones o modo burst é incompatível com o modo noturno e o uso do flash.
Por isto, as cenas noturnas, sem forte iluminação artificial ficarão péssimas ao ser fotografadas com este recurso.
Além disto, para conseguir capturar uma grande quantidade de imagens, em um curto espaço de tempo, a maioria dos celulares reduz a qualidade e a resolução.
Isto pode limitar o uso do disparo contínuo às cenas externas e diurnas — com bastante luz do sol.
Se você precisa do recurso e de qualidade, portanto, não deveria se limitar às câmeras de celulares. Uma DSLR profissional é capaz de tirar uma enorme quantidade de fotos em sequência, com o uso de flash e gravar em alta resolução.
Há outras limitações:

  • Foco — As câmeras dos smartphones travam o foco no ponto em que você o ajustou. Desta forma, se o objeto estiver se movendo para mais perto ou para mais longe de você, ele poderá ficar desfocado.
  • Velocidade — Como o aplicativo vai demorar um pouco para gravar as fotos tiradas em sequência, você pode acabar perdendo a próxima cena.
    Este processo consome temporariamente uma razoável quantidade da memória do seu aparelho.
  • Energia — Alguns aparelhos não permitirão entrar neste modo, quando a bateria estiver fraca.

Samsung Galaxy - Disparo contínuo

Dicas para tirar o máximo do Burst mode

  1. Tenha paciência. Após uma sequência de disparos, o aparelho precisa transferir as imagens para o cartão ou para a área de armazenamento interna.
    Pode demorar um pouco para esvaziar o buffer.
    Se este recurso é importante para você, adquira um cartão de memória de alta velocidade (classe 10, no mínimo).
  2. Ao iniciar os disparos, algumas funções automáticas de ajustes da câmera são travados — tais como o foco, a exposição, balanço de branco etc.
    Estes ajustes foram feitos para a cena inicial.
    Evite movimentar a câmera em relação ao objeto, para não que a cena não se incompatibilize com aqueles ajustes.
  3. Muita iluminação. Como já foi dito, ativar este modo restringe outras configurações da câmera e reduz a resolução máxima que ela é capaz de usar.
    Além disto, na maioria dos smartphones, reduz o tempo de abertura, o que vai impactar negativamente a quantidade de luz captada.

Por fim, sugiro fazer suas próprias experiências e descobrir como o recurso funciona melhor para você.

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia.
Fã de séries, como “Rick and Morty” e “BoJack Horseman”.
Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *