Obtenha frases aleatórias e divertidas no terminal do Linux

Se hackers gostam de usar a linha de comando (CLI), consistindo de um terminal com fundo escuro, também gostam de se divertir durante o uso.
O ‘fortune’ é uma das longas tradições do universo UNIX. Se você ainda não a conhece, ainda tá em tempo.

Consiste em um pequeno programa, acompanhado de um banco de dados de frases e sentenças.
As frases podem ser engraçadas ou podem exibir curtas dicas de uso do sistema operacional.
Estão disponíveis em vários idiomas, incluindo o português.
Instale o fortune, usando o seu gestor de pacotes favorito (yum, dnf, apt etc).
No Debian/Ubuntu, use o apt:


sudo apt install fortune

Uma vez instalado, já pode ser executado no terminal:


fortune

    "The glory of creation is in its infinite diversity."
    "And in the way our differences combine to create meaning and beauty."
        -- Dr. Miranda Jones and Spock, "Is There in Truth No Beauty?",
           stardate 5630.8

Acima, diálogo retirado da série Star Trek (1968).
Star Trek

Como controlar ou escolher as frases do fortune

Se quiser ver mais frases relacionadas ou contendo a string “Star Trek”, use a opção -m:


fortune -m "Star Trek"

Prefere o Doctor Who!?


fortune -m "Doctor Who"

Fique atento para a caixa (maiúsculas/minúsculas) das palavras procuradas. O Fortune é sensível à caixa.

Como obter frases ofensivas no terminal

As frases ofensivas são parte da tradição e da brincadeira.

Aviso: Por favor, só ligue esta opção se você estiver querendo, do fundo do seu coração, ser ofendido(a).

Na maioria das distribuições, contudo, o banco de dados de frases ofensivas não é instalado.
É necessário fazer a instalação manual, se quiser:


sudo apt install fortunes-off

Agora é só executar, com a opção ‘-o’:


fortune -o

Obtenha dicas de uso do Linux

Para ver frases mais construtivas (com dicas de uso do Debian, por exemplo), instale o pacote Debian Hints:


sudo apt install fortunes-debian-hints

E rode o programa:


fortune debian

ou


fortune debian-hints

Como obter a versão em português

Para ver frases selecionadas em português, é necessário instalar o arquivo fortunes-br:


sudo apt install fortunes-br

e rodar o programa assim:


fortune brasil

Como configurar para mostrar uma “fortuna” toda vez que abre um terminal

Este é o jeito que eu gosto de usar o fortune: com uma frase a cada vez que abro um terminal.
fortune quincas borba
Para isto, inclua o comando ‘fortune’, da maneira que achar melhor a sua execução, ao final do arquivo ~/.bashrc.

Como obter o efeito Matrix no seu terminal

No filme (agora, um clássico) de aventura e ficção científica, Matrix, lançado no fim dos anos 90 e dirigido pelas irmãs Wachowski, em alguns momentos, a realidade virtual ou o código da “matriz” é representado por uma chuva de caracteres em verde.
A cor verde é uma alusão aos antigos monitores em fósforo verde, muito populares entre as décadas de 60 a 80.

Se você não acha divertido trabalhar na linha de comando (CLI), provavelmente está fazendo isso errado.

Use o gerenciador de pacotes da sua distro para instalar o cmatrix.
No Debian/Ubuntu, use o apt:


sudo apt install cmatrix

Uma vez instalado, é possível rodar o programa apenas digitando ‘cmatrix’ dentro do terminal.
Mas o melhor é fazer uso de algumas opções que ele oferece na linha de comando.
Eu gosto de usar assim:


cmatrix -nu 6 -C blue

Deixa eu explicar o comando:

  • A opção ‘-n’, desliga as letras em negrito, o que confere um visual mais suave e homogêneo (em minha humilde opinião).
  • ‘-u 6’ ajusta a velocidade da cascata de letras para 6. Você pode usar outro valor, de 0 a 10.
  • ‘-C blue’ ajusta a cor principal para azul.

cmatrix matrix linux

Use o meu exemplo para obter diferentes efeitos.

Comandos do cmatrix

Durante a execução do programa, é possível alterar o seu comportamento, pressionando as seguintes teclas:

  • a, para ligar/desligar a rolagem assíncrona.
  • b, B ou n, para alternar o efeito negrito sobre as letras.
  • 0 a 9, para alterar a velocidade da rolagem.
  • q, para sair.

Segue a relação de cores possíveis, com a tecla de comando de cada uma:

  1. @ green (verde), é a cor padrão.
  2. ! red (vermelho).
  3. $ blue (azul).
  4. & white (branco).
  5. # yellow (amarelo).
  6. ^ cyan (ciano).
  7. % magenta.
  8. ) black (preto).

Experimente ler a ajuda do programa, para obter mais informações sobre sua execução:


cmatrix -h

Por fim, fica o aviso de que o cmatrix consome bastante recursos do sistema. Portanto, não se assuste com este “detalhe”.

Como obter efeitos visuais retrô incríveis no emulador de terminal cool-retro-term

O aplicativo cool-retro-term é um emulador de terminal, para Linux, projetado para exibir um terminal com um visual retrô, que remonta alguns monitores dos anos 70 aos 90.
ibm 3278 terminal green phosphor crt monitor
Sua aparẽncia imita um antigo monitor de raios catódicos ou CRT, muito comum até quase duas décadas atrás. E foi projetado para ser ajustado e oferecer amplas possibilidades de personalização.
Se você quer saber como instalar o aplicativo cool-retro-term no seu sistema, leia este post.
Aqui, vamos falar dos ajustes do programa e de suas opções de configuração.
Os monitores monocromáticos mais comuns foram os CRT (Cathodic Ray Tube ou Tubo de Raios Catódicos) e foram muito vendidos dos anos 1960 ao fim dos 1980, quando os monitores coloridos começaram a se tornar mais populares.
Monitores monocromáticos de fósforo, podiam produzir algumas nuances de sua cor, o que oferecia melhor qualidade gráfica.
monitor apple II Writer 1.1
Eram encontrados em 3 cores: verde (fósforo P1), âmbar ou alaranjado (fósforo P3) e branco (fósforo P4).
Este último, era o mesmo fósforo usados nas primeiras TVs preto e branco.

A título de curiosidade, muitas pessoas adotavam o uso de monitores âmbar por acreditarem ser mais saudável para os olhos — ou seja, por uma questão de ergonomia. Cientificamente, não há provas disso, contudo.

Os perfis instantâneos do cool-retro-term

Para quem deseja obter o visual, o mais exato possível, de um monitor de vídeo específico, o aplicativo oferece um menu de perfis (profiles) prontos para uso.
Você pode acessá-los através da barra de menus, no topo, acima do terminal ou clicando com o botão direito do mouse, sobre a área do terminal.
As opções são as seguintes:

  • Default Amber ou âmbar padrão — exibe um monitor no tom âmbar ou alaranjado.
  • Default Green ou verde padrão — exibe um monitor clássico em tom verde.
  • Default Scanlines — baseado em linhas entrelaçadas.
  • Default Pixelated — baseado em pixels agrupados.
  • Apple ][ — baseado no segundo modelo da Apple. Trata-se de um verdadeiro clássico e, já àquela época, era possível conectar um monitor de melhor qualidade ao seu sistema computacional.
  • Vintage — produz (de)efeitos especiais na imagem do monitor. Este tipo de problema poderia ser causado por falhas na rede elétrica ou mau contato com a placa gráfica.
  • IBM DOS — uma versão dos primeiros monitores de fósforo branco da IBM.
  • IBM 3278 — um clássico da série IBM 327x. A primeira foto deste artigo, corresponde a este modelo.
  • Transparent Green ou verde transparente — exibe o efeito fósforo verde, com fundo transparente e sem a moldura vintage do monitor.

screenshot_20161125_190331

Como configurar o cool-retro-term

Clique com o botão direito do mouse sobre o emulador de terminal e selecione Edit/Settings ou faça esta seleção na barra de menu.
A janelas de ajustes tem 5 abas:

  1. General — é onde se pode escolher um perfil pronto ou começar um novo (New).
  2. Screen — onde se pode escolher o modo de rasterização (como os caracteres e as imagens são formadas na tela.
    Condições de iluminação (brilho e contraste) e opacidade do fundo (caso você deseje um terminal com fundo transparente).
    No final do painel, escolha o tipo de borda (frame) que o seu monitor terá. Você pode escolher nenhuma.
  3. Terminal — painel de ajuste das fontes do terminal — estilo, escala e largura.
    Você também pode escolher a cor do fósforo. Para obter um efeito de fósforo mais desgastado, não esqueça de ajustar o fundo (Background) para a mesma cor da fonte, só que numa tonalidade mais escura.
  4. Effects — a seção dos efeitos é autoexplicativa e estes são aplicados imediatamente, para você ver o que cada um faz.
  5. Performance — nesta aba se escolhe a qualidade geral dos efeitos do terminal.

Emulador de terminal Linux com a cara do IBM 327x

Os IBM 3270 são uma classe de terminal de computador, normalmente usada para se comunicar com mainframes da IBM.
São chamados, também display devices e foram introduzidos em 1971, para suceder a série IBM 2260.
ibm 3278 terminal green phosphor crt monitor
Este post se baseia nesta série de terminais — mas, só até o 3278, o último com monitor monocromático (fósforo verde). O IBM 3279 já era colorido. 😉

Na minha opinião, o que se destaca nas fontes x3270 são justamente a beleza e a clareza de sua exibição na tela do terminal.
O efeito estético clean hacking, facilita tremendamente a leitura das informações na tela.

O terminal do IBM 3278 pode ser facilmente copiado com a instalação do cool-retro-term, conforme expliquei. Aqui, vou mostrar como instalar e usar apenas as fontes desta série de equipamentos.
Você vai precisar instalar o pacote de fontes x3270, disponível nos repositórios da maioria das grandes distribuições.
No Ubuntu e no Debian, o pacote pode ser instalado com o comando apt.
Para obter informações sobre o pacote, use o ‘show’:

apt show fonts-3270

O pacote contém fontes com acentuação completa em português, além de ser bem leve.
Use o apt para instalar:

sudo apt install fonts-3270

Depois da instalação, você pode usar as novas fontes em qualquer lugar e em qualquer aplicativo.
ibm 3278 console terminals

Como configurar o terminal para usar as fontes novas

No exemplo, que segue, vou mostrar o processo no GNOME-TERMINAL — que é semelhante para a maioria dos outros aplicativos desta categoria.
Veja:

  1. clique com o botão direito sobre a área do terminal ou no menu Editar, na barra superior. Em seguida, selecione Preferências do Perfil.
  2. Em seguida, selecione (lá embaixo) Fonte Personalizada.
  3. Procure pela fonte “IBM 3270” e selecione uma das muitas variações dela e clique em Selecionar

Pode ser necessário fechar o terminal e abrir de novo, para que este carregue toda a relação de fontes disponíveis.
lista de fontes do gnome terminal
Depois de escolher a fonte para o seu terminal, não esqueça de ajustar as cores para fundo preto/letras verdes — ou pode usar colorido, se optar pela aparência do IBM 3279.
Isto pode ser feito na aba Cores do painel de configuração do terminal.
Esquemas prontos de cores, como o “verde no preto”, podem ajudar a ter um bom resultado mais rápido.
captura-de-tela-de-2016-11-27-17-37-05

Como instalar o emulador de terminal com visual retrô, cool-retro-term

O aplicativo cool-retro-term é um emulador de terminal, para Linux, projetado para exibir um visual dos anos 80.
Sua aparẽncia imita um antigo monitor de raios catódicos ou CRT, muito comum até quase duas décadas atrás. E foi projetado para ser ajustado e oferecer amplas possibilidades de personalização.
linux on a crt monitor
No Brasil, a tecnologia de monitores CRT prevaleceu até meados dos anos 2000. Ou seja, muita gente ainda vai lembrar como eles eram.
Só que o cool-retro-term, vai um pouco mais longe no passado. O aplicativo, nas suas diversas configurações e perfis de ajuste, pode dar a clara e nítida sensação de estar usando um computador do início dos anos 80.
As telas em fósforo verde ou branco foram as mais comuns em toda a história da computação. As de fósforo ambar, foram moda durante algum tempo, no fim dos anos 80.
A partir dos anos 90, as telas coloridas foram se tornando mais populares — até a chegada dos LCD nos desktops.
Vamos falar mais da personalização do cool-retro-term, de seus variados perfis de monitores e um pouco de nostalgia em outro post.
Aqui, vamos nos concentrar em como instalar (é fácil!) o aplicativo.

Como instalar o cool-retro-term no Ubuntu

No Ubuntu, é possível adicionar uma PPA, para fazer download dos pacotes necessários, para a instalação do programa:

sudo add-apt-repository ppa:noobslab/apps

Alternativamente, vocẽ pode usar este outro repositório:

add-apt-repository ppa:bugs-launchpad-net-falkensweb/cool-retro-term
This PPA Contains Applications for Ubuntu/Linux Mint from different sources but debianized by http://www.NoobsLab.com
More info: https://launchpad.net/~noobslab/+archive/ubuntu/apps
Press [ENTER] to continue or ctrl-c to cancel adding it

gpg: keyring `/tmp/tmpnbvw_acl/secring.gpg' created
gpg: keyring `/tmp/tmpnbvw_acl/pubring.gpg' created
gpg: requesting key F59EAE4D from hkp server keyserver.ubuntu.com
gpg: /tmp/tmpnbvw_acl/trustdb.gpg: trustdb created
gpg: key F59EAE4D: public key "Launchpad PPA for NoobsLab" imported
gpg: no ultimately trusted keys found
gpg: Total number processed: 1
gpg:               imported: 1  (RSA: 1)
OK

Agora atualize/sincronize os repositórios e faça a instalação:

sudo apt update
sudo apt install cool-retro-term

Para rodar o aplicativo, execute o comando ‘cool-retro-term’.
7-crt-monitors
Não esqueça de conferir este post, para obter detalhes de configuração avançada do terminal retrô.
Se quiser remover, mais tarde, use a seguinte sequencia de comandos:

sudo add-apt-repository remove ppa:noobslab/apps
sudo apt purge cool-retro-term

Como baixar e compilar o código

Se vocẽ prefere, baixar o código fonte e compilar o programa, também é uma opção.
Veja o procedimento:

sudo apt install build-essential qmlscene qt5-qmake qt5-default qtdeclarative5-dev qtdeclarative5-controls-plugin qtdeclarative5-qtquick2-plugin libqt5qml-graphicaleffects qtdeclarative5-dialogs-plugin qtdeclarative5-localstorage-plugin qtdeclarative5-window-plugin
git clone --recursive https://github.com/Swordfish90/cool-retro-term.git
cd cool-retro-term
qmake && make
./cool-retro-term

Como instalar o terminal retrô no openSuse

O jeito mais fácil (me avise, se não der certo!) é o one-click install.
Você pode encontrar a versão mais adequada para você nesta página: https://software.opensuse.org/package/cool-retro-term.
Quem usa o openSuse Leap 42.2, pode usar também este link direto: https://software.opensuse.org/ymp/home:mnhauke/openSUSE_Leap_42.2/cool-retro-term.ymp?base=openSUSE%3ALeap%3A42.2&query=cool-retro-term.

Como instalar no Debian e outras distros

Para Debian, as opções são instalar via git, descrita acima ou baixar e instalar o pacote deb.
O pacote .deb adequado à sua versão, pode ser encontrado e baixado no site https://launchpad.net/~bugs-launchpad-net-falkensweb/+archive/ubuntu/cool-retro-term/+packages.
Já, no Arch Linux, no Antergos e no Manjaro, use o pacman:

sudo pacman -S cool-retro-term

Referências

http://www.noobslab.com/2016/04/cool-retro-term-is-great-mimic-of-old.html.