Ovos de páscoa no aptitude e no apt-get

Conheça as brincadeiras e piadas que os desenvolvedores esconderam dentro dos programas, para se divertir com os usuários.
Além de proporcionar alguns minutos de diversão, os ovos de páscoa tornam a linha de comando no Linux mais bem humorada e o aprendizado mais agradável — neste artigo, enquanto brincamos, vai ser possível aprender um pouco sobre os comandos, apt-get, aptitude, e grep.
ovos_de_pascoa-d
Neste texto, vou mostrar as respostas secretas dos comandos aptitude (Debian) e apt-get (Ubuntu) — que são opções de execução dos comandos e não têm qualquer utilidade prática a não ser a diversão —. Portanto, vale a pena compartilhar com os seus amigos nas redes sociais.

O jogo Atari’s Adventure (1979) foi, por muito tempo, considerado o primeiro a conter um ovo de páscoa — o nome do programador, Warren Robinett. Em 2004, contudo, um ovo de páscoa foi descoberto no jogo Video Whizball, de 1978 — que mostrava o sobrenome do programador Bradley Reid-Selth.
Wikipedia.

Os ovos de páscoa do apt-get

O aplicativo de gestão de pacotes padrão do Ubuntu, apt-get, esconde algumas respostas a determinados comandos. Algumas das saídas do programa podem ser filtradas com o comando grep, para ser melhor enfatizadas. Vou mostrar alguns exemplos.

apt-get | grep -i "super vaca"

A saída filtrada é a seguinte:

Este APT tem Poderes de Super Vaca.

Se você usar o parâmetro “moo” (pronuncia-se muu, em inglês), o programa responde com um desenho e uma frase. Veja:

apt-get moo

Embaixo da figura da simpática vaquinha, a frase “Você já mugiu hoje?

                 (__) 
                 (oo) 
           /------\/ 
          / |    ||   
         *  /\---/\ 
            ~~   ~~   
..."Have you mooed today?"...

A opção -qq, cuja função é inibir a saída do comando, exibindo apenas os possíveis erros, retorna apenas a frase.

apt-get -qq moo
Have you mooed today?

Se quiser ver apenas a vaquinha, recorra novamente ao comando grep:

apt-get moo | grep -iv "moo"
                 (__) 
                 (oo) 
           /------\/ 
          / |    ||   
         *  /\---/\ 
            ~~   ~~   

Ovos de páscoa no aptitude, do Debian

Easter egg dying by Luz Bratcher
O aptitude é o gerenciador de pacotes padrão da distro Linux Debian e, portanto, já está instalado.
Se você quiser, pode experimentá-lo no Ubuntu. Mas vai precisar instalá-lo:

sudo apt-get install aptitude

Uma vez instalado, podemos começar a mugir…
Veja que o aptitude, conforme a história contado ao final deste artigo, tem muito a ver com o apt-get. Veja este comando:

aptitude help | grep -i poderes
                  Este aptitude não contém Poderes de Super Vaca.
aptitude moo
Não existem Ovos de Páscoa neste programa.

Eu sei… a resposta é desanimadora.
Vamos persistir!

aptitude -v moo
Realmente não existem Ovos de Páscoa neste programa.

Vamos continuar…

aptitude -vv moo
Eu já não lhe disse que não existem Ovos de Páscoa neste programa?

Parece que o programa tem algo a esconder…

aptitude -vvv moo
Pare com isso!

Após a advertência, o programa parece ceder à nossa insistência.

aptitude -vvvv moo
Ok, ok, se eu lhe der um Ovo de Páscoa você irá embora?

Claro que eu irei… 😉

aptitude -vvvvv moo
Tudo bem, você ganhou.

                               /----\
                       -------/      \
                      /               \
                     /                |
   -----------------/                  --------\
   ----------------------------------------------

Quem leu “O Pequeno Príncipe”, a célebre obra de Antoine de Saint-Exupéry, já sabe de que trata a imagem.
Ainda assim, recomendo tentar mais um pouco…

aptitude -vvvvvv moo
O que é isso? Isso é um elefante sendo comido por uma cobra, é claro.

Ainda não está satisfeito(a)? Então conheça história deste ovo de páscoa, contada pelo desenvolvedor.
ovos de páscoa por  Praktyczny Przewodnik

A história da Super Vaca

De acordo com o desenvolvedor do aplicativo apt-get, Jason Gunthorpe, há um lenda em torno dos poderes da vaca.
Há um tempo atrás, um desenvolvedor era conhecido por anunciar sua entrada no IRC com um ‘moo’ e era comum as pessoas responderem mugindo de volta e contanto algumas piadas de vacas.
Quando o apt-get estava em seu desenvolvimento inicial, o desenvolvedor incluiu a linha Este APT tem Poderes de Super Vaca (em inglês) ao final do texto da ajuda.
Outro programador inclui o comando apt-get moo — e assim nascia o ovo de páscoa, tal como você já o conhece.
Os itens contidos no aptitude, são possivelmente uma homenagem, uma vez que foi desenvolvido depois e é substancialmente baseado nas bibliotecas do apt.
Atualmente, há outros programas no Linux que oferecem ovos de páscoa com o tema da vaca. É só procurar.

referências:

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia. Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman". Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *