Categories
Linux Tutoriais

Como fazer cópias entre 2 hosts com o scp

Como usar o scp para transferir arquivos na rede, com segurança.

Se você acessa pelo menos um servidor remoto via SSH, provavelmente terá utilidade para um comando de cópia, que permite trocar arquivos entre um host e outro — também através de uma conexão segura.
É isto que o comando scp faz: copia arquivos entre hosts, dentro de uma rede — com o uso do ssh, para transferência segura dos dados.
Durante o processo, o scp irá pedir a mesma senha que vocẽ usa para se autenticar via ssh — uma vez que ambos fazem parte do mesmo conjunto de ferramentas.

O comando scp, tal como o cp, irá sobrescrever arquivos no destino.
Portanto certifique-se de estar digitando a coisa certa e mantenha seus backups em dia.

Para este post, vou usar exemplos simples, em cima dos quais, você poderá construir procedimentos mais complexos, posteriormente.
Recentemente, configurei o .bashrc de uma máquina remota, para apresentar um prompt da linha comando personalizado — o que me ajuda a saber exatamente aonde estou realizando algum procedimento.
Como eu gostaria que a máquina local também tivesse um prompt customizado, pensei em usar o scp para copiar o arquivo .bashrc de lá para cá.
Tendo o nome do host remoto (tatooine, no meu caso) e sua respectiva senha, proceda assim:


scp justincase@tatooine:.bashrc ./

The authenticity of host 'tatooine (192.168.5.4)' can't be established.
RSA key fingerprint is 20:96:8d:4e:1c:d6:d5:40:e3:83:0a:f9:30:04:50:30.
Are you sure you want to continue connecting (yes/no)? yes
Warning: Permanently added 'tatooine,192.168.5.4' (RSA) to the list of known hosts.
justincase@tatooine's password: 
.bashrc                                                                                           100%    0     0.0KB/s   00:00    

Na primeira conexão, as ferramentas ssh pedem confirmação (yes/no) — após o quê, a adicionam à lista de hosts conhecidos.
Você pode usar a opção ‘-r’ para copiar um diretório recursivamente, também:


scp -r justincase@tatooine:temporario/ temp/

justincase@tatooine's password:
error.log                    100% 5627     5.5KB/s   00:00     
error.log.0                  100% 6534     6.4KB/s   00:00     
error.log.2017-05-31.gz      100% 2086     2.0KB/s   00:00     
error.log.2017-06-01.gz      100% 1553     1.5KB/s   00:01     
error.log.2017-06-02.gz      100%  744     0.7KB/s   00:00     
error.log.2017-06-03         100% 7960     7.8KB/s   00:00     
error.log.2017-06-04         100% 6534     6.4KB/s   00:00     

Para copiar (ou subir) um arquivo local para um endereço remoto, use o seguinte exemplo:


scp -l 14 -C Downloads/piwigo-netinstall.php justincase@tatooine:~/

justincase@tatooine's password:
piwigo-netinstall.php                                                                      100%   15KB  14.9KB/s   00:00

No exemplo, acima, adicionei estas 2 opções:

  • -l 14 — que limita a banda em 14 Kbps. O que pode ajudar a não sobrecarregar a sua rede. Neste caso, como o arquivo tem 15 Kb, não houve diferença perceptível.
  • -C — aplica compressão ao(s) arquivo(s), em trânsito. Novamente, o comando é irrelevante para este caso (mas serve como exemplo), em virtude do tamanho ínfimo do arquivo copiado.

E se eu quiser copiar o mesmo arquivo entre dois hosts remotos — tatooine e coruscant?
A maneira mais simples de realizar este trabalho é copiando o arquivo objeto da transferência temporariamente para a máquina local — fazendo-a funcionar como intermediária da transação.
Veja como:


scp -3 jcase@tatooine:~/logs.txt jcase@coruscant:~/logs.txt


jcase@tatooine's password: jcase@coruscant's password:

Para realizar a cópia, o scp vai precisar que você forneça as senhas de cada um dos hosts.

Subscribe to Blog via Email

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

By Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia.
Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman".
Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.