Como impedir que o Ubuntu ajuste o brilho ao máximo, quando ligar o notebook

Alguns usuários reclamam de que os ajustes de brilho da tela do computador se perdem, quando reiniciam o sistema.
Este site tem várias dicas de ajuste do brilho, do contraste e da temperatura do monitor, para Ubuntu (e que funcionam tranquilamente na maioria das outras distros GNU/Linux) — mas alguns leitores retornam dizendo que seus ajustes foram “pulverizados” quando desligaram/ligaram o sistema.
Obviamente, isto não acontece quando você faz uso de um arquivo de configuração ou de um aplicativo que é disparado toda vez que a sua sessão no Linux inicia.
Conheço várias abordagens para este problema. Pelo menos 3 delas são universais (funcionam em qualquer distro) e são de simples aplicação.
Como sempre, caso não saiba o que está fazendo, não faça.
Se for fazer, faça por sua própria conta e risco e não brinque em equipamentos de produção.
Você foi avisado(a).

Inscreva o módulo de ajuste do vídeo na lista negra

Parece radical, mas é simples.
Eu experimentei esta solução em um notebook Samsung Ativ Ultra, rodando Ubuntu 14.04 LTS e em um netbook STI Infinity 1093g, rodando o Trisquel Linux Belenos (excelente distro, por sinal!).
blacklist-video-linux-lista-negra-
Se você tiver algum efeito colateral, é muito fácil desfazer as alterações — e tudo volta ao normal.
Use o seu editor de texto favorito (para editar códigos) e abra o arquivo /etc/modprobe.d/blacklist:

sudo editor etc/modprobe.d/blacklist

Ao final do arquivo, acrescente as linhas:

# Para impedir o sistema de autoregular o brilho da tela
blacklist video

Agora, você pode ajustar o brilho, com a sua ferramenta favorita. Ao desligar e ligar novamente o computador, os ajustes tenderão a ainda estar lá (espero).
Se algo der errado, ou nada acontecer, remova o texto acrescentado ao arquivo etc/modprobe.d/blacklist e tente outra abordagem.

Inscreva a linha de configuração nos aplicativos de sessão

Há vários aplicativos para regular o brilho, o contraste e outros atributos da imagem do seu monitor.
Os principais são o xcalib e o xbacklight — se você não os conhece, clique nos links, para saber como funcionam.
No Ubuntu, use o Dash para encontrar o painel de aplicativos de sessão:

como iniciar os aplicativos de sessão a partir do Dash
Clique para ampliar

Em seguida, inclua uma entrada com o comando xbacklight ou o xcalib, grave e feche.
configurar aplicativos sessão
Clique para ampliar

Clique em adicionar e forneça o comando completo. No exemplo, da imagem, o comando xbacklight -set 40:
captura de tela - configurar aplicativo de sessão no ubuntu
Clique para ampliar

Na próxima vez em que você iniciar a sessão, o comando será executado logo após o login.

Use um aplicativo completo de ajuste do LED ou LCD do seu monitor

Aplicativos, como o Redshift ou o X.Flux, são voltados para regular a temperatura das cores do seu monitor. O objetivo é proporcionar, no decorrer do dia ajustes suaves e automáticos, em função da hora e da iluminação ambiente, mais conforto visual ao usuário.
Esta é minha solução preferida. Eu uso o Redshift para ajustar automaticamente vários atributos da imagem do monitor, ao longo do dia — temperatura, gamma, contraste, brilho etc.
Em outras palavras, com esta solução, é possível ajustar uma quantidade bem maior de itens relativos ao seu display e de maneira dinâmica.
Leia mais sobre o Redshift, aqui. Sobre o X.Flux, leia mais aqui.

Ajuste o rc.local

Esta solução é muito dependente do hardware em questão. Portanto, se você não encontrar os arquivos de configuração, aqui descritos, esta solução não é para você.
Se você tiver o xbacklight presente no seu sistema, use-o para alterar o brilho mais uma vez, como no exemplo:

xbacklight -set 10
xbacklight -get
9.473684

Se estiver presente no seu sistema, é possível verificar o valor atual do brilho do monitor no arquivo /sys/class/backlight/acpi_video0/brightness

cat /sys/class/backlight/acpi_video0/brightness 

O valor é exposto na forma arredondada:

9

O “truque” trata de reajustar o valor do brilho em um dos arquivos de inicialização do sistema.
O reajuste do valor do brilho será feito no arquivo /etc/rc.local — e você precisa de privilégios administrativos para ajustar este arquivo.
Abra-o, com seu editor favorito e copie para dentro dele (antes da linha exit 0) a seguinte linha:

echo 20 > /sys/class/backlight/acpi_video0/brightness

Sinta-se â vontade para usar outro valor, diferente de 20.
Tome cuidado para não usar valores muito baixos, que podem deixar a sua tela toda preta — o que vai dificultar a correção do problema.
Veja, na imagem, como ficou pra mim:

Captura de tela do arquivo rc.local
Clique para ampliar.

Esta solução foi descrita na página de bugs do Ubuntu: https://bugs.launchpad.net/ubuntu/+bug/849091.

Conclusão

É importante que se diga, caso uma das dicas não funcione para você, tenha em mente que hardwares diferentes demandam soluções diferentes.
Tenho certeza de não ter esgotado o assunto — e de que há muito mais para ser dito sobre como regular a imagem de um display no Linux. Sinta-se à vontade para propor sua solução favorita, nos comentários ou como tudo funcionou para você.

xbacklight — Comando para alterar o brilho do monitor LCD no Linux

Vou mostrar como usar o aplicativo xbacklight para alterar o brilho do seu monitor LCD, no Linux.
O aplicativo não vem instalado, por padrão, na maioria das distribuições — o que não o impede de instalá-lo.
Em um dos meus notebooks as teclas de função Fn + F11 e Fn + F12 correspondem aos controles para diminuir e aumentar o brilho da tela. No seu equipamento, elas provavelmente devem ser diferentes.
Na dúvida, consulte o manual do fabricantexbacklight.
O problema é que, às vezes, as teclas não funcionam…

Como instalar o xbacklight

No Debian e no Ubuntu, você pode instalar com o comando apt-get:

sudo apt-get update
sudo apt-get install xbacklight

Como usar o xbacklight

ajuste do brilho da tela no tecladoO xbacklight trabalha com valores percentuais.
O valor máximo de brilho é 100% — e você deve ter o cuidado para não se complicar ao ajustar acidentalmente o valor para 0% ou algo próximo disto, tornando impossível ver o que está ocorrendo na tela do seu monitor.
Para ver o valor do brilho atual use o parâmetro -get:

xbacklight -get

o comando, acima, vai retornar o valor (percentual) atual do brilho do seu monitor:

50.000000

Para aumentar em 10% o brilho, use o parâmetro -inc:

xbacklight -inc 10

Para reduzir em 20% o brilho, use o parâmetro -dec:

xbacklight -dec 20

Se ajuda a memorizar, as palavras increase e decrease podem ser traduzidas para incremento e decremento ou decréscimo.

A página do manual do comando tem algumas outras opções que podem ser usadas.
Eu recomendo usar valores sempre baixos e alterar gradativamente o brilho do monitor, até chegar ao nível que seja confortável para você.

Outros ajustes do xbacklight

Você pode ajustar o brilho para um valor porcentual fixo, com o parâmetro -set:

xbacklight -set 60

Para evitar desconforto durante a mudança, você pode especificar um período de tempo (em milésimos de segundos) que o xbacklight levará até chegar ao ponto determinado.
O valor padrão é 200 milisegundos.
Desta forma, se quiser reduzir o brilho para 30% e quiser, ainda, que o programa leve 2 segundos para completar esta tarefa, use o seguinte comando:

xbacklight -set 30 -time 2000

Observe como a transição ocorre mais lentamente.
Se você quer mais suavidade na transição, acrescente o parâmetro -steps — que determina em quantos passos o processo deve se dar.
No exemplo abaixo, o brilho será elevado a 100%, em 3 segundos, em 300 etapas:

xbacklight -set 100 -time 3000 -steps 300

Divertido, não é?!
Compartilhe com os seus amigos — e, se conhecer outra forma de ajustar o brilho do monitor, no Linux (há muitas outras), escreva nos comentários.