Baixe e instale o Copy e armazene seus arquivos na nuvem

O Copy é um dos serviços de armazenamento na nuvem mais usados atualmente.
Neste texto, vou mostrar o passo a passo da instalação, baseado na documentação oficial do produto, com o acréscimo de algumas dicas básicas.
Em tempo, se tiver interesse de ver o site oficial de suporte, clique aqui.

Vantagens do serviço

Algumas das vantagens do serviço (podem variar de acordo com as estratégias da companhia):

Instalar Copy armazenamento na nuvem
Clique para ampliar.

  • 20 GB de armazenamento — inicialmente, “apenas” 15GB + 5GB para quem chega lá através do link de outro usuário. Use o meu: https://copy.com?r=aZlErV
  • É multiplataforma — roda no Linux, no Android etc. :p
  • Tem a opção de rodar em modo headless — um recurso interessante para desenvolvedores e administradores de servidores de vários tipos

Como instalar o Copy no Linux

As instruções de instalação não são complicadas.
Se você usa Windows ou Mac, os links neste site vão te levar automaticamente aos arquivos de instalação específicos pro seu sistema operacional.
O passo a passo de instalação, que segue, é específico para Linux:

  • Faça o download do Copy em http://copy.com/install
    Copy - página de download
    Clique para detalhes.
  • Abra um terminal (Ctrl + Alt + T, no Ubuntu), no local em que você baixou o arquivo
  • Descompacte o arquivo baixado:
    o nome dele costuma variar, de acordo com a versão (do seu sistema operacional, inclusive).
    Já encontrei as seguintes variações do arquivo de instalação do site:

    • copy_agent-1.45.0363.tgz
    • copy_agent-1.45.0363.zip

    Vou mostrar, a seguir, como descompactar cada um destes. Use o bom senso e adapte os comandos à sua situação particular 😉

    tar xvzf copy_agent-1.45.0363.tgz

    ou

    unzip copy_agent-1.45.0363.zip
  • Entre na pasta copy/, criada após a descompactação
    cd copy
  • Dentro do diretório copy/, há outros subdiretórios
    Instalar o copy
    Clique para detalhes.

    Entre no diretório correspondente à arquitetura do sistema que você está usando (ARM, 32 ou 64 bits)
  • Dentro do subdiretório referente à arquitetura do seu sistema, rode o aplicativo ./CopyAgent

Isto é o suficiente.
Caso você ainda não tenha feito o seu cadastro no site, terá a oportunidade de fazer agora, a partir do aplicativo — para isto, clique no botão Create Account, no canto inferior esquerdo da janela de login.
Caso contrário, basta fornecer seus dados (username,password) e clicar em Login.
copy login screen_copy
Faça bom uso do aplicativo! 😉

10 coisas pra se fazer depois de instalar o Ubuntu 12.04

1 – Aprenda um pouco mais sobre os recursos que você tem à mão

Há uma série de recursos novos. Este vídeo mostra, em menos de 10 minutos, algumas das novidades mais interessantes.

2 – Atualize o seu sistema

Mesmo recém-saído do forno, pode já haver atualizações a serem feitas ao sistema – correções de segurança, por exemplo.
É possível ver se há necessidade de atualizar à partir do Power Menu, acessível a partir do canto superior direito, na sua tela.

Se não houver atualizações a serem feitas, no momento, a mensagem presente no menu será “Software atualizado”. Caso não seja, clique e selecione a opção de instalar as atualizações.

3 – Instale os Codecs para ver seus vídeos preferidos

Por questões legais, os sistemas operacionais não podem vir com todos os codecs pre-instalados. Portanto, se você tem intenção de usar o seu novo sistema para ver filmes e ouvir suas músicas, convém executar este passo.
Clique aqui para instalar Codecs de terceiros.

4 – Personalize a sua interface

É óbvio que queremos que o nosso computador tenha a nossa cara e reflita os nossos gostos.
Há 14 novos papéis de parede, nesta versão e os componentes transparentes do Ubuntu, agora, mudam de cor para se adaptar aos tons do seu papel de parede.

5 – Ajuste as suas opções de privacidade

Ao abrir o Dash no Unity, você vai ver os últimos aplicativos e arquivos que usou. O caso é que talvez você não queira que tudo isto fique aparecendo. Que tal deixar apenas as coisas relevantes pra você?
Novamente, clique no Power Menu e selecione Configurações do Sistema. Em seguida, clique no ícone Privacidade.

Selecione as categorias de itens que você não deseja ver na seção de documentos recentes. Em seguida, se desejar, adicione as pastas, no seu sistema, que ficarão de fora desta exibição.

6 – Ajuste o Ubuntu One pra você

Cada usuário tem direito a 5Gb em espaço de armazenamento online, pelo Ubuntu One. Pegue os seus.

Clique no ícone correspondente, no lançador, à esquerda e faça a sua inscrição, caso ainda não tenha uma conta.
Ah! Se você roda Android no seu celular, procure pelo Ubuntu One, no Google Play

7 – Explore novos aplicativos

O caminho é o… shopping center!
A Central de Programas do Ubuntu tem milhares de aplicativos interessantes. Alguns são pagos, a maioria é gratuita e livre.

Experimente navegar pela Central e descubra as possibilidades que lá existem.

8 – Pegue o Google Chrome

Um dos motivos pra isto é o suporte integrado ao Flash que passa a vir com este navegador, uma vez que a Adobe anunciou que encerrará o suporte a este sistema no Linux.
Clique aqui para baixar e instalar o seu.
Caso você queira instalar apenas o Flash, clique aqui.

9 – Configure a integração do LibreOffice à sua barra de menus global


A barra de menus global, no Unity, visa a aproveitar melhor a área de trabalho do usuário, principalmente em dispositivos de tela pequena, como netbooks e tablets. Esta integração não vem, por padrão, na sua nova instalação do LibreOffice. Mas você pode instalá-la facilmente. Clique aqui.

10 – Hora de brincar…

Relaxe e aproveite para explorar as inúmeras possibilidades que o sistema te oferece. Use o Facebook, o Google Plus… e conte pros seus amigos que você está experimentando a nova versão do Ubuntu.
Você pode, enquanto isto, ouvir as suas músicas no Rhythmbox.