Como habilitar a opção de hibernação no Ubuntu

A opção de hibernação no menu principal do Ubuntu e no menu de desligamento é desativada para evitar incompatibilidades com alguns hardwares específicos.
Se o seu hardware segue padrões de mercado e é amigável com sistemas operacionais abertos, ele provavelmente suporta bem a função de hibernação e, portanto, nada mais justo do que você ter acesso a ela, a partir dos menus.
Ubuntu menu suspend
Se você quiser entender melhor as diferenças entre suspender, hibernar e suspender-híbrido, leia este artigo.
Este texto se baseia em uma máquina Ubuntu 16.04 LTS Xenial Xerus, as instruções foram testadas em uma máquina Ubuntu 14.04 LTS e também no Xubuntu 16.04 LTS — com sucesso.
Se você ainda tiver algum problema, relate-o nos comentários.
Como forma de complementar este post, sugiro a leitura de Como configurar o notebook para suspender ou hibernar quando fechar a tampa no Debian e Ubuntu.
Aqui, vou abordar apenas a ativação da opção “Hibernar” nos menus de desligamento do Ubuntu.
Antes de partir para a solução, sugiro que você verifique se não tem problemas com hibernação no seu hardware.
Isto é muito fácil de se fazer.
Abra um terminal (Ctrl + Alt + T) e digite o comando abaixo, seguido de Enter:

sudo pm-hibernate

Aguarde o processo de hibernação se completar e ligue novamente a máquina.
Se você preferir, o artigo Como checar o suporte a hibernação, suspensão e suspensão híbrida, pode ajudar a verificar sem necessidade de desligar nada.
Se você teve problemas durante o processo, deve buscar formas de resolvê-los, antes de prosseguir.
Problemas na hibernação podem estar sendo causados pelo tamanho inadequado da partição de swap, no seu sistema. Leia mais sobre isto aqui.


Screenshot from 2016-04-28 19-43-11
Se tudo correu bem durante o teste, volte ao terminal para aplicar a solução relativa ao menu.
Como administrador do sistema abra o arquivo “/etc/polkit-1/localauthority/50-local.d/com.ubuntu.enable-hibernate.pkla”.
Se você não conseguir encontrar este arquivo, tente achá-lo em “var/lib/polkit-1/localauthority/50-local.d/com.ubuntu.enable-hibernate.pkla”.
Cole o texto que segue, dentro dele:

[Re-enable hibernate by default in upower]
Identity=unix-user:*
Action=org.freedesktop.upower.hibernate
ResultActive=yes

[Re-enable hibernate by default in logind]
Identity=unix-user:*
Action=org.freedesktop.login1.hibernate
ResultActive=yes

Salve e feche o arquivo.
Se achar mais confortável, você pode reiniciar o seu computador — mas encerrar a sessão do Ubuntu e se autenticar de novo já é o suficiente.
Note que a opção Hibernar, agora está lá, no menu.
hibernate-in-menu-ubuntu
Ao pressionar o botão de desligar do laptop, a opção Hibernar também se fará presente.
ubuntu desligar hibernar
Referências:

https://help.ubuntu.com/16.04/ubuntu-help/power-hibernate.html.
http://ubuntuhandbook.org/index.php/2014/04/enable-hibernate-ubuntu-14-04/.

Como configurar o touchpad no Ubuntu 14.04

Ao atualizar pro Ubuntu 14.04, alguns usuários perceberam que o touchpad não funciona do jeito que funcionava antes.
Não se trata de um defeito.
Os desenvolvedores da Canonical mudaram algumas coisas e isto afetou o seu touchpad…
Touchpad scroll
Se você não gostou da nova configuração padrão, vou mostrar como é fácil reverter isto.

Rolagem de tela com 2 dedos no Ubuntu

A nova configuração padrão do touchpad no Ubuntu permite a rolagem de tela com 2 dedos (two fingers scrolling) — em oposição ao tradicional edge scrolling.
Com a nova configuração, você pode fazer a rolagem da tela, em toda a superfície do touchpad e não apenas no “cantinho”.
Para fazer isto, experimente movimentar 2 dedos simultaneamente sobre a superfície do touchpad, para cima e para baixo.
Você também pode fazer uma rolagem mais “controlada”, mantendo um dedo fixo no touchpad, enquanto o outro se move, rolando a tela.
Não é tão difícil, não é? — a sua opinião sobre isso é bem vinda na seção de comentários. 😉

Como configurar o touchpad no Ubuntu

Vou mostrar como configurar o seu touchpad para voltar ao que era antes e, se você quiser mais tarde, reativar a rolagem com 2 dedos.

  • Abra o Dash, com a tecla Win e digite “configurações”;
  • Selecione o ícone Configurações do sistema;
  • No painel de configurações, clique em Mouse & Touchpad;
  • Agora, desabilite a opção Rolagem com dois dedos.

Não precisa reiniciar nada.
O recurso já foi desativado e, se você quiser dar uma nova chance para ele, basta voltar lá e reativá-lo.

ubuntu configuração touchpad mouse
Clique para ver mais detalhes.

Rolagem natural

Logo abaixo da opção Rolagem com dois dedos há a opção de rolagem natural. Notou isso?
Este recurso foi introduzido pela Apple, nos seus smartphones — o natural para ver a parte de baixo de uma página é arrastá-la para cima.
Ative esta opção e experimente-a no Facebook.

10 coisas para fazer depois de instalar o Xubuntu

Após a instalação de um sistema operacional, sempre há ajustes a fazer e aplicativos a instalar para tornar o uso mais seguro e confortável.
Vou relacionar as minhas 10 dicas de ajustes pós instalação para o Xubuntu e alguns softwares que considero úteis ou fundamentais para tornar a experiência de usuário mais agradável.
Se você usa o Ubuntu (puro), pode achar interessante ler o artigo feito para a sua distro.
Este texto aborda a versão 14.04 Trusty Tahr LTS do Xubuntu, que terá suporte oficial da Canonical até 2019.

Atualize o sistema

É possível haver, nos repositórios, atualizações disponíveis para o seu sistema — correções, atualizações de segurança, novos recursos etc.
Vamos atrás delas. Abra um terminal (Ctrl + Alt + T) e digite os seguintes comandos (ou copie e cole, para evitar erros):

sudo apt-get update
sudo apt-get upgrade

Daqui, pra frente, mantenha sempre o seu sistema atualizado.
O Xubuntu 16.04 aceita o uso do apt, como ferramenta padrão de gestão de pacotes.
Se você usa esta versão (ou superior), pode passar a usar o apt, em substituição ao apt-get, daqui pra frente. Veja como:

sudo apt update
sudo apt upgrade

Se quiser entender melhor o funcionamento do utilitário apt, leia este artigo.

LEIA MAIS:

Atualização do Xubuntu 14.04 LTS
Clique para ampliar.

Navegadores

O navegador padrão, no Ubuntu e no Xubuntu, é o Mozilla Firefox. Se você prefere o Chromium, instale-o assim (no terminal):

sudo apt-get install chromium-browser

Se você gosta do Firefox e quiser melhorar o seu desempenho, leia o artigo “como melhorar o desempenho do Firefox“, com técnicas simples para tunar o seu navegador.

Instale os codecs e outros softwares restritos

Até agora, você pode fazer tudo, no seu computador, menos (talvez) assistir aos seus filmes em DVD, ver sites com Flash e assistir alguns tipos de vídeos.
O que acontece é que o Ubuntu (e seus derivados e spins) não poderia ser legalmente distribuído em um DVD, nos Estados Unidos e em outros países, com a inclusão destes softwares e codecs. Por isto é que são chamados restricted — e são distribuídos em um pacote separado.
Para obter este pacote extra, no Xubuntu, use o seguinte comando no terminal:

sudo apt-get install xubuntu-restricted-extras

Qual o conteúdo do ubuntu-restricted-extras?

O pacote xubuntu-restricted-extras contém:

  • suporte a MP3 e a DVDs não encriptados
  • Microsoft TrueType core fonts
  • plugin Flash
  • codecs para arquivos comuns de áudio e vídeo

Para poder assistir aos seus DVDs, rode os comandos abaixo, para instalar pacotes necessários e configurar o sistema:

sudo apt-get install libdvdread4 libdvdnav4
sudo /usr/share/doc/libdvdread4/install-css.sh

Para instalar o flash, no seu navegador, execute o seguinte comando:

sudo apt-get install flashplugin-installer

Mais softwares úteis

Em alguns momentos, o rar poderá ser útil.
Muitos arquivos, baixados da internet, vêm empacotados com este aplicativo.

sudo apt-get install rar

Se você precisa do Java, instale-o assim:

sudo apt-get install icedtea-7-plugin openjdk-7-jre

Programas adicionais

A lista de programas, que segue, trata apenas de algumas sugestões (você pode adicionar as suas, nos comentários — tenho certeza de que será útil a outros leitores).
Se você pretende editar imagens, o Gimp é um dos aplicativos mais elogiados da área:

sudo apt-get install gimp

Se você pretende editar arquivos de áudio, para criar toques de celular, por exemplo, o Audacity é uma excelente pedida:

sudo apt-get install audacity

Para assistir a filmes e qualquer outro tipo de vídeo, sugiro o mplayer e o vlc:

sudo apt-get install mplayer vlc

Isto encerra a minha lista de “coisas” para fazer, após instalar o Xubuntu.
Longe de ser uma lista definitiva, ela pode ser complementada com suas sugestões, nos comentários.
Outras leituras, podem complementar este artigo, se você se interessar:

Divirta-se!

10 itens para instalar no Ubuntu, antes de começar a usá-lo

Uma vez baixado e instalado o Ubuntu, você pode se dar conta de que falta algumas coisas para deixá-lo perfeito pra você.
Neste artigo, vou listar 10 itens, entre aplicativos e bibliotecas, que considero importante instalar antes de começar a usar. Sinta-se à vontade para postar suas próprias dicas e sugestões nos comentários.

Quem pode usar estas dicas

Embora o texto seja escrito com um olhar sobre o Ubuntu 14.04, com o ambiente Unity, a maioria das dicas pode ser aplicada às outras versões do Ubuntu. E, já que não estão atadas ao Unity, isto inclui os outros sabores, Xubuntu, Lubuntu, Kubuntu etc.
Conheça, neste artigo, as diferenças entre os sabores do Ubuntu.

Central de programas UbuntuA maior parte dos itens, aqui sugeridos, podem ser aplicados através da Central de Programas Ubuntu — a “loja” oficial da Canonical ou através da linha de comando — se o seu navegador estiver configurado para tal, o botão alaranjado vai te levar ao painel da Central de Programas.
Use o método com o qual você se sente mais confortável: Para usar o primeiro, clique no botão alaranjado.
Se você optar pelo uso do comando apt-get, em um terminal, pode copiar e colar o código.

Atualize o Ubuntu

Mesmo que você tenha acabado de instalar — e, na verdade, é justamente por causa disto — a primeira coisa a se fazer é atualizar o seu sistema.
Para fazer isto, entre no Dash, apertando a tecla Super (aquela que tem o símbolo da “janelinha”).
Uma vez no Dash, faça uma busca por “update”. Após alguns segundos, o aplicativo “Atualizador de programas” deve aparecer. Selecione-o, clicando em cima.

Captura de tela, screenshot, ubuntu, dash
Clique para ampliar.

Inicie as atualizações.
Quando o Atualizador de programas terminar seu trabalho, reinicie o seu sistema.
ubuntu atualizador de programas
Clique para ampliar e ver mais detalhes.

Normalmente, só precisamos reiniciar o nosso sistema quando o atualizador avisa que isto é necessário. Neste momento, mesmo que ele não esteja avisando, é prudente fazê-lo, antes de seguir em frente.

Instale os codecs e outros pacotes extras

Para poder usar completamente todo o sistema de multimídia, é preciso instalar os codecs, o Java e um pequeno conjunto de softwares para tocar DVDs encriptados.
Alguns destes itens ficam dentro de um pacote chamado ubuntu-restricted-extras:
apt://ubuntu-restricted-extras
Para instalar este pacote, via terminal, copie e cole o seguinte comando no seu console:

sudo apt-get install ubuntu-restricted-extras ubuntu-restricted-addons

Quem usa o Xubuntu, vai achar mais útil instalar o pacote xubuntu-restricted-extras e xubuntu-restricted-addons. A mesma lógica vale para quem tenha optado pelo Kubuntu, Lubuntu etc.

Há mais um pacote de codecs extra, chamado libavcodec-extra. Convém instalá-lo, uma vez que ele pode fazer falta se você for usar certos editores de video ou transcoders.
apt://libavcodec-extra
Ou, pelo terminal, assim:

sudo apt-get install libavcodec-extra

Em seguida, instale o Java (para uso básico):
apt://icedtea-7-plugin,openjdk-7-jre
Se preferir usar o terminal, o comando é este:

sudo apt-get install icedtea-7-plugin openjdk-7-jre

Para rodar DVDs encriptados, precisamos da biblioteca libdvdcss, que costumava estar presente no repositório Medibuntu.
Enfim, esta e outras bibliotecas de mídia foram incorporados aos repositórios oficiais. Os comandos para instalação são os seguintes:

sudo apt-get install libdvdread4
sudo /usr/share/doc/libdvdread4/install-css.sh

Instale o mplayer e o mpg123

Sem muito apelo visual, estes 2 players têm ficado de fora em muitas distribuições Linux.
Quem os conhece, sabe que são muito bons e têm algo que aprecio muito: tocam tudo, consumindo o mínimo de recursos da máquina.
O primeiro é voltado para vídeos, o segundo para arquivos de audio MP3.

apt://ubuntu-restricted-extrasapt://ubuntu-restricted-extras

Se optar pela instalação via console, você pode enfileirar os dois pacotes para a instalação:

sudo apt-get install mplayer mpg123

O player mpg123 é bem adequado para ouvir suas músicas durante o processo de instalação de softwares, uma vez que, sendo leve, não concorre com as ferramentas de instalação e configuração pelos recursos do sistema.

LEIA MAIS

O Gimp, para editar imagens

Este é um dos programas mais completos para edição e retoque de imagens. Se você ainda não o conhece, vale a pena instalar.
apt://ubuntu-restricted-extras
No terminal, use o seguinte comando:

sudo apt-get install gimp

Instale o codec de suporte a h.264, para Firefox

Ao empacotar o Ubuntu pra você, as equipes da Canonical fizeram uma série de opções. Algumas, foram bem difíceis — trouxeram benefícios, por um lado e sacrifícios por outro. Assim é a vida.
Um destes sacrifícios é o plugin do FFmpeg pro GStreamer 0.10. No lugar dele, é usada a nova biblioteca de áudio/vídeo libav. Infelizmente, sem o FFmpeg, o Firefox não roda os filmes em H.264.
Para resolver isto, abra um terminal (no Ubuntu, use Ctrl + Alt +T) e execute o seguinte código:

sudo add-apt-repository ppa:mc3man/trusty-media
sudo apt-get update
sudo apt-get install gstreamer0.10-ffmpeg

Instale o Chromium

Este navegador não vem junto — o que não é problema. Clique no botão, abaixo, para abrir a Central de Programas do Ubuntu, na seção de instalação do navegador Chromium.
apt://chromium-browser
Alternativamente, como você já sabe, pode usar o terminal:

sudo apt-get install chromium-browser

Instale o rar

Dentro do pacote rar vem o rar e o unrar, ambos importantes para descompactar certos arquivos comuns na internet ou dentro das empresas.
apt://ubuntu-restricted-extras
No terminal, o comando é:

sudo apt-get install rar

Audacity, o editor de arquivos de audio

Com o Audacity, é fácil cortar e transformar suas canções preferidas em “toques irados” de celular.
apt://ubuntu-restricted-extras

sudo apt-get install audacity
LEIA MAIS

Conclusão

Há vários outros itens na minha lista tenho-que-instalar. Contudo, não são de uso imediato e, portanto, vão sendo instalados à medida em que vou precisando deles. Como você pôde ver, instalar aplicativos não é um assunto de difícil abordagem no Ubuntu — é até facil demais.
Se você acredita que este artigo possa ser útil a outras pessoas, compartilhe-o nas redes sociais e sinta-se à vontade para escrever um comentário abaixo.