Como reduzir a emissão de luz azul pelo monitor.

As últimas versões do GNOME, presente nas grandes distribuições GNU/Linux, vem com um recurso chamado Luz Noturna.
Ele pode ser encontrado no painel de configuração de tela(s) e substitui outros programas como o Redshift e o f.lux (dos quais já falei anteriormente)

A luz azul — emitida por lâmpadas de LED/fluorescentes, tela do celular, TV e monitor do laptop — quando excessiva pode causar prejuízos ao seu sono e, consequentemente, à sua produtividade.
A solução proposta visa a reduzir a coloração azul e aumentar levemente a vermelha/amarela.
Em outras palavras, consiste em esquentar as cores do monitor.
Para contextualizar, escrevo este artigo em uma máquina Linux, rodando a distribuição Debian 10 testing ou “Buster”, com o GNOME 3.26.
gnome 3.26

Como configurar a luz noturna no seu monitor

Dentro do “painel de configurações” do sistema, selecione “Telas” ou vá direto pelo Dash, como mostra a imagem abaixo.
gnome dash telas
Pelo Dash, você pode chegar lá digitando “telas” ou “luz noturna”.
Selecione a guia “Telas”, à esquerda do painel e role seu conteúdo para baixo.
Clique na opção “Luz Noturna”.
gnome configurações telas

Dentro do painel de configurações específicas, ative o recurso.
Ele tem 2 modos de ajuste: automático (padrão) e manual.
gnome luz noturna

Na parte inferior, o painel mostra os horários (em laranja) em que irá “aquecer” gradualmente a tela do seu computador, à medida em que o sol vai se pondo.
Se a configuração automática não for adequada para você experimente alterar através dos ajustes manuais.
Espero que este recurso te proporcione mais conforto e produtividade (e ótimos sonhos, por que não?) no seu dia a dia. 😉

Controle a temperatura da tela com o sct

O sct é um daqueles utilitários bem simples, leves e fáceis de usar.
Aqui, não tem segredo. Se você o executar sem parâmetro algum, ele vai ajustar a temperatura da sua tela principal para 6500 graus.
É simples assim:


sct

O aplicativo pode trabalhar dentro do limite de temperaturas entre 1000 e 10000.
O valor desejado pode ser passado diretamente para ele:


sct 5000

Quem precisa trabalhar à noite, pode usar valores de temperatura mais baixos (ou mais quentes), para dar conforto visual e não atrapalhar o sono, mais tarde.
Durante as primeiras horas da manhã, valores mais altos (ou temperaturas mais frias) podem ser mais indicados.
No Debian e no Ubuntu, o aplicativo pode ser instalado com o apt:


sudo apt install sct

Você pode experimentar as várias nuances do sct com um pequeno script Bash.
Abra o seu editor de textos favorito, digite o seguinte código e salve-o:


for temp in {1000..10000}
do
        sct $temp
done

Eu gravei o meu script com o nome de sctchange.sh. Para executá-lo, use o bash:


bash sctchange.sh

Aguarde, enquanto ele lentamente vai “esfriando” a tela, a partir da temperatura 1000.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Personalize “ao extremo” o visual do Ubuntu 12.10

Mesmo tendo um visual legal, como padrão, é possível personalizar inúmeros detalhes da interface gráfica Unity no Ubuntu 12.10 (Quantal Quetzal). Há várias ferramentas disponíveis para realizar tarefas como configurar a área de trabalho, temas, ícones, fontes, tela de login, comportamento do launcher, efeitos visuais, aplicações com início automático, etc…
Para Ubuntu há basicamente duas: MyUnity e Ubuntu Tweak.
Tecle Ctrl + Alt + T para abrir um terminal e digite (ou copie e cole):
Para instalar o Ubuntu Unity:

sudo add-apt-repository ppa:myunity/ppa
sudo apt-get update
sudo apt-get install myunity

Para instalar o Ubuntu Tweak:

sudo add-apt-repository ppa:tualatrix/ppa
sudo apt-get update
sudo apt-get install ubuntu-tweak

Divirta-se! 🙂