Baixe os perfis de pós-processamento (presets) do Stefan Chirila para RawTherapee

O fotógrafo Stefan Chirila é usuário avançado do programa de manipulação de imagens RawTherapee.
Como muitos outros fotógrafos, ele disponibiliza presets (ou perfis de pós-processamento) em seu site.

Na data deste post, são 5 pacotes com dezenas de perfis em cada um, que podem ser facilmente instalados no seu sistema.
Basicamente, você só precisa baixar os pacotes e “desempacotá-los” no local certo.
Depois de desembalados, você pode brincar à vontade com os arquivos.

Usar presets no RawTherapee é muito fácil e, se tiver alguma dificuldade, sugiro dar uma olhada neste post – onde explico melhor.
Segue uma rápida explicação sobre cada pacote (para ajudar a decidir se vai baixar ou não).

  1. CustomChrome1: Pacote de presets básicos ou essentials.
    Com este pacote, Chirila oferece ajustes básicos, que você pode aplicar sobre imagens JPG e, a partir daí, aprender a fazer seus próprios ajustes.

    Baixe aqui: http://www.stefanchirila.com/customchrome_files/set1/customCHROME_1_JPG_essentials-FEB9-2014.zip.

  2. CustomChrome2: Pacote de presets clássicos.
    De acordo com o Stefan, este pacote é inspirado look and feel das imagens, desde o seu começo até os anos 1990 e 2000.
    O autor adverte que seus perfis não têm o objetivo de mimetizar ou representar com exatidão às épocas, como referência.
    Nada impede que você faça seus próprios ajustes sobre cada perfil e, se quiser, grave por cima ou com outro nome, para usar depois.

    Baixe aqui: http://www.stefanchirila.com/customchrome_files/set2/customCHROME2.zip.

  3. CustomChrome3: Pacote Tribute.
    Como o nome sugere, estes presets visam a homenagear os filmes Fujifilm da série professional 400H.
    O filme foi muito comercializado entre os anos 2002 e 2004 (e ainda pode ser encontrado em sites de vendas norte-americanos).
    Pela sua qualidade, era opção popular entre fotógrafos de casamentos.
    Veja, abaixo o vídeo do canal Rediscover Film, com fotos e análises obtidas a partir deste filme.

    Baixe aqui: http://www.stefanchirila.com/customchrome_files/tribute/tribute400h/Tribute400H.zip.

  4. CustomChrome4: Pacote StefanCHROME.
    Trata-se de uma série com os favoritos do autor.

    Baixe aqui: http://www.stefanchirila.com/customchrome_files/stefanCHROME/1/stefanCHROME-I.zip.

  5. CustomChrome5: Pacote Carpathica.
    Esta coletânea é inspirada na visita do autor à Romênia. “Ela apresenta uma combinação de brilho alegria, mas também alguns looks mais escuros. A Romênia é um lugar muito multifacetado, com uma personalidade difícil de colocar em uma caixa.”

    Baixe aqui: http://www.stefanchirila.com/customchrome_files/Carpathica/Carpathica_Presets-Sept22-2017.zip.

Instruções de instalação e uso

Se você usa Linux (como eu), descompacte os pacotes dentro da pasta ~/.config/RawTherapee/profiles. Veja a imagem abaixo.
Pode ser necessário ativar a visualização de arquivos ocultos (Ctrl + H).
nautilus extrair

Usuários Windows devem extrair o conteúdo dos pacotes dentro do diretório %LOCALAPPDATA%\rawtherapee\4.2

Depois de extrair os pacotes, você pode usá-los a partir do RawTherapee, clicando no menu de perfis de pós-processamento.
rawtherapee abrir presets

Por fim, sugiro que você visite o site do autor, para descobrir mais sobre ele, além de verificar se há novidades:
http://www.stefanchirila.com/.

Como trabalhar com presets no GIMP

No mundo dos softwares proprietários, estão trocando e distribuindo presets a torto e a direito… e no GIMP?!
Como posso criar e usar presets no GIMP?

O GIMP cria presets automaticamente e ainda permite gerenciar seus ajustes personalizados de inúmeras formas.

O que são presets?

Ao editar imagens dentro do GIMP – ou qualquer outro editor – você sempre vai querer obter os melhores resultados.

Às vezes apanhamos um pouco (ou muito) para conseguir obter aqueles ajustes perfeitos de tons/tonalidades para determinados tipos de imagens.
Não é um trabalho fácil.

Como criar presets no GIMP?

Geralmente, os ajustes necessários para obter o melhor tom costumam ser o balanco de cores, saturação, matiz, curvas etc.
No GIMP, tais ajustes ficam agrupados no menu Ferramentas/Ferramentas de Cores.
gimp - ferramentas de cor

Ao editar fotos relativamente similares, pode se beneficiar de aplicar o mesmo conjunto de ajustes que funcionou em uma delas, nas outras.
Preset, quer dizer pré-ajustado.
Com este recurso, não é necessário memorizar tudo o que foi feito na imagem anterior.
Os presets, permitem usar os ajustes aplicados à imagem anterior em qualquer outra.
menu de presets

Se você tem um conjunto de 10 fotos de flores, só precisa fazer os ajustes de tons na primeira e reaplicá-lo nas outras fotos.
É para isto que servem os presets — é para poupar o seu tempo.

Outra forma de usar os presets, é aplicar efeitos prontos em suas imagens, semelhantes aos dos filtros do Instagram, Flickr, Google Photos etc.

A cada vez que você realiza um ajuste nas ferramentas de cores (exceto a “dessaturação”, “posterizar” e outros plugins prontos), o GIMP já salva automaticamente, como um preset — pronto para ser usado outras vezes.
Como padrão, cada preset é gravado com um título, que inclui a data e a hora de sua criação — mas você pode (e deve) usar nomes que ajudem a entender melhor o que aquele “pré-ajuste” específico faz.
nome do preset

Você também pode gravar seus presets favoritos em arquivos, para levá-los a outro computador ou compartilhar com outras pessoas.

Como gravar seus presets em arquivos

Para alguns fotógrafos ou editores excepcionais, os presets podem ser valiosos.
É comum distribuírem seus pré-ajustes entre seus clientes ou seguidores na rede social.
Alguns profissionais vendem seus presets, para Lightroom, por exemplo.
Não há qualquer impedimento para você vender os que criou no GIMP.
Como eu disse antes, dá para gravar seus presets em arquivos — para guardar, distribuir, comercializar etc.
Para isso, selecione um dos seus presets do menu dropdown e clique sobre o símbolo de menu, à direita do painel de ajustes.
Em seguida selecione “Exportar configurações para arquivo”.
gimp exportar preset

Você pode salvar o seu arquivo aonde quiser.
Para ter um acesso mas fácil a seus presets, sugiro usar uma pasta específica, no seu sistema, para eles.
gravar presets no GIMP