Como controlar a temperatura e a freqüência do processador no Ubuntu

Com o cpufreq, você regula a frequência do clock da CPU, controla o consumo da bateria e a temperatura do processador. Tudo isto, em um só aplicativo.
O programa não se propõe a fazer mágica — para atingir um objetivo, alguns sacrifícios terão que ser feitos, como irei mostrar no decorrer do texto.

Instale o cpufreq

Abra um terminal (Ctrl + Alt + T) e rode o seguinte comando:

sudo apt-get install cpufrequtils indicator-cpufreq

controlar a frequencia da CPU - ubuntuCom o comando acima, estamos instalando o utilitário cpufreq, o cpufreqd (é um daemon) e os indicadores, que vão ficar na barra superior da sua interface gráfica, de onde você poderá clicar e selecionar o modo de operação do processador.
Normalmente, após a instalação, não é necessário fazer nada. Contudo, se o novo indicador não aparecer, você pode carregá-lo manualmente, com o seguinte comando:

indicator-cpufreq &

Como reduzir a temperatura do processador

Em princípio, quanto mais alta a frequência, mais calor será produzido pela CPU. Portanto, para reduzir a quantidade de calor, basta reduzir a frequência da sua CPU. Se você usar o governor “moderado” ou “economia de energia”, também vai atingir este objetivo.

Como reduzir o consumo da bateria no notebook

Clique no ícone do indicator-cpufreq, na barra de status. O modo de economia de energia é o indicado para atingir este objetivo.
Se preferir, você pode apenas reduzir a frequência do clock da CPU — ao reduzir a frequência, o consumo de energia cai junto.
Se, por outro lado, você usar o maior clock disponível ou optar pelo governor de “desempenho”, prepare-se para ver a bateria ser drenada pelo processador — o que pode não ser um problema se você estiver com o notebook ou o desktop ligados à tomada.

Use os governors

Os governors são aquelas 4 últimas opções do menu do indicador:

  • Moderado — é um modo de uso conservador do processador. Ele ajusta gradualmente a frequência, de acordo com as necessidades do sistema. Ele tem a tendência a manter o processador em velocidades baixas e a subir devagar. Eu o indico para quem deseja economizar energia.
  • Sob demanda — tal como o anterior, ajusta a frequência do processador de acordo com as necessidades do sistema, só que ele é menos suave e demora menos nas escalas — e vai um pouco mais rápido aos valores mais altos.
  • Economia de energia — mantém a frequência da CPU nos valores mais baixos possível. Alguns administradores advertem (eu concordo) que, ao forçar o sistema a fazer o máximo dentro dos limites mais restritivos da CPU, você vai acabar aumentando o consumo de energia.
    Portanto, deve ser usado apenas quando você tiver certeza de que não haverá picos de demanda.
    Contudo, é a melhor opção para quem deseja manter a temperatura do processador baixa.
  • Desempenho — Responde agressivamente a qualquer demanda, elevando o clock do processador ao seu nível máximo. Ele é péssimo para quem está com problemas de superaquecimento ou dependendo exclusivamente da bateria.

LEIA MAIS!

Isto posto, use preferencialmente os governors, quando quiser deixar o próprio sistema determinar a frequência de clock mais adequada para realizar suas tarefas — isto é mais eficiente que determinar um clock de trabalho fixo pra sua CPU.