Como alterar a ação padrão ao deslizar o dedo no Gmail

O aplicativo de leitura e envio de correio eletrônico é um dos mais usados.

Usualmente, começo a checar meus emails através dele.

Quando o conteúdo é muito denso ou exige mais atenção, prefiro guardar para ler no desktop (tela maior).

A maioria das mensagens contudo têm seu destino selado, de cara, no app do celular.

No Gmail, a ação padrão, ao deslizar o dedo (para a esquerda ou para a direita, tanto faz) é “arquivar”.

Mas raramente tenho utilidade para arquivar alguma coisa. Prefiro mover a mensagem para alguma pasta mais apropriada ou excluir de uma vez.

Neste post, vou mostrar como alterar isso.

Como alterar as ações do deslizamento do dedo no Gmail.

Toque sobre o botão de menu do aplicativo (no canto superior esquerdo) e selecione a opção “Configurações”, ao final do menu.

Dentro do menu de configurações, selecione a primeira opção: “Configurações gerais”

Em seguida, role para opção “Ações de deslizar”.

Você pode escolher o que irá ocorrer quando deslizar o dedo, para a esquerda ou para a direita, sobre uma mensagem.

Basta tocar em “Alterar” para fazer a sua escolha.

Eu escolhi “Excluir” quando deslizar para a direita e “Mover para uma outra pasta” quando deslizar para esquerda. Observe a imagem acima.

Você pode escolher uma entre 6 opções, incluindo “fazer nada” (nenhum).

Desta maneira o aplicativo facilita as ações a serem tomadas à medida que as mensagens vão chegando à sua caixa de entrada no decorrer do dia.

Como crítica (construtiva, claro), acredito que o aplicativo poderia incluir a opção “Spam”, para facilitar ainda mais a nossa triagem.

E você? O que acha deste recurso?!

Instale o Skype Alpha no Linux via Flatpak

O Skype é um dos aplicativos mais populares para ser instalado via Flatpak ou Snap (no Ubuntu).
Os passos abaixo pode ser executados sob qualquer distro Linux, que tenha suporte ao Flatpak (leia, se tiver dúvidas).
Tenha em mente que esta versão do Skype é a dos desenvolvedores — com os recursos mais atuais, porém menos estável.
Comece por preparar o sistema:

 flatpak remote-add gnome https://sdk.gnome.org/gnome.flatpakrepo

Em seguida faça a instalação pela linha de comando:

 flatpak install --from https://s3.amazonaws.com/alexlarsson/skype-repo/skype.flatpakref

Se preferir fazer a instalação com um clique, toque no ícone, abaixo:
install icon
Para executar o Skype, recém instalado, rode o seguinte comando:

 flatpak run com.skype.Client

skype alpha for Linux
Se quiser desinstalar o aplicativo, no futuro, rode o seguinte comando:

 flatpak uninstall com.skype.Client

Uninstalling com.skype.Client/x86_64/alpha

Por que você deveria usar o Telegram como app de comunicação

O Telegram tem vários recursos e características exclusivos que, neste momento, você não vai encontrar em outros softwares.
Neste post, pretendo mostrar que qualidades são estas, às quais vale prestar atenção e que o torna tão único.

Existe uma máxima de que pessoas escolhem software como escolhem bar: entram no que está mais cheio.
O fato é que você deveria avaliar melhor seus softwares, antes de escolhê-los ou preteri-los — e não apenas usar o que “todo mundo” está usando.

Telegram logo

O que é o Telegram?

O Telegram é um app de mensagens com foco na velocidade e na segurança. Ele é anunciado pelos desenvolvedores, como super rápido, simples e gratuito.
Você pode usar o app em qualquer um de seus dispositivos, ao mesmo tempo — suas mensagens se sincronizam com transparência entre as diversas plataformas de celulares, tablets ou computadores.
Além disso, o software torna é eficiente no envio de grandes arquivos, de diversos tipos: fotos, vídeos, músicas, documentos etc.
Atualmente, o aplicativo suporta a transferência de arquivos com até 1,5 Gb de tamanho — que podem ser enviados para diversas pessoas, grupos ou canais de distribuição.
Você pode enviar mensagens escritas, de áudio ou vídeo para os seus contatos telefônicos.
A possibilidade de enviar arquivos maiores que um Gigabyte, motivou usuários a criar canais de troca de filmes ou álbuns inteiros de músicas através do aplicativo.

A privacidade no Telegram

A privacidade é ponto de honra para as equipes de desenvolvimento do Telegram.
O Telegram protege o seu número de telefone. Você pode fornecer o seu nome de usuário para as pessoas em vez de um número: telegram.me/coisasdogeek (este link funciona melhor no celular…)
Enquanto as grandes empresas de Internet, como Facebook ou o Google tem tido problemas concernentes às garantias de privacidade de seus usuários, o Telegram segue outro caminho.
Não são apenas suas fotos ou seu status online que são protegidos.
Os desenvolvedores do aplicativo acreditam que os 2 componentes mais importantes, sob o ponto de vista da privacidade na Internet, deveriam ser:

  1. Proteção à privacidade das suas conversações.
    Esta proteção deve ser contra outros desenvolvedores de softwares e contra as próprias equipes do Telegram.
    Só você deve ter acesso às suas conversas.
  2. Proteção dos seus dados pessoais, contra abusos de empresas de marketing, anunciantes etc.

Aqueles que procuram por privacidade extra, podem encontrar o que desejam nos ajustes avançados, no próprio aplicativo.
Se você tem algum romance secreto ou informações sobre negócios que não deseja compartilhar, use os bate-papos secretos ou secret chats, que tem propriedades de autodestruição de mensagens, fotos e vídeos.
Você ainda pode travar seu aparelho com uma senha adicional, para aumentar a sua segurança.
O Telegram é o primeiro aplicativo moderno de mensagens a incorporar a criptografia ponta-a-ponta — para garantir a privacidade dos envolvidos na conversação.

Instale Skype no Ubuntu via apt-get em 3 passos

Ir ao site do Skype costuma ser a forma mais usada para adquirir o pacote de instalação do aplicativo. Lá, é possível baixar o pacote .deb a ser instalado via dpkg.
Baixar e instalar pacotes de softwares direto do site oficial da empresa que o desenvolve, muitas vezes, permite obter a versão mais atual.
Mas a opção mais segura é, como sempre, obter seus aplicativos dos repositórios oficiais da Canonical.
Mesmo para quem é iniciante no Ubuntu, acredito que o método que vou empregar para a instalar o Skype, aqui, é relativamente simples.

Instalar o Skype dos repositórios é sempre melhor do que baixar a versão distribuída no site oficial do aplicativo.

Esta abordagem, descrita neste texto, garante que o arquivo seja da mesma versão do sistema operacional que você está usando e permite que você receba atualizações de segurança e de software automaticamente, além de usar a versão testada exaustivamente dentro da sua distro.

Como instalar Skype no Ubuntu 14.04
Clique para ampliar

Antes de dar continuidade, deixe eu esclarecer que o método foi testado no Ubuntu 14.04, mas provavelmente funcionará em outras distros ou versões do Ubuntu.

Textos relacionados:

Atualize os seus repositórios para “encontrar” o Skype

Como instalar skype no Linux
Usuários do Ubuntu 64-bit precisam ativar o MultiArch, se ainda não estiver ativo, através do seguinte comando:

sudo dpkg --add-architecture i386

Desde o Ubuntu 10.04 Lucid Lynx, o Skype é parte do repositório Canonical partner.
Para realizar o procedimento de instalação, é necessário adicionar o Canonical Partner Repository — o que pode ser feito assim:

sudo add-apt-repository "deb http://archive.canonical.com/ $(lsb_release -sc) partner"

Agora, instale:

sudo apt update && sudo apt install skype

É só usar!

Referências

https://help.ubuntu.com/community/Skype

Instale o Telegram Messenger CLI no Linux

Vou ser bem objetivo neste post, por imaginar que você já sabe exatamente o que quer ao ler este texto — além disto, quero ensinar os bizus para mais de uma distribuição do Linux, incluindo o OSX, lá no final.
Não vou te incomodar com papo-furado e vamos ao que interessa: baixar, instalar e pôr pra funcionar a versão de linha de comando do Telegram.
Usuários do Ubuntu 16.04 LTS “Xenial Xerus”, ou superior, podem usar o SNAP como metodologia de instalação. Leia mais aqui.

Instalar Telegram no Linux e no MacOSX
Clique para ampliar

Como baixar e instalar o Telegram no Linux

Há basicamente 2 formas de baixar o código do aplicativo: via GitHub ou trazendo o pacote .zip, com wget.
Para clonar o repositório GitHub, proceda assim:

git clone https://github.com/vysheng/tg.git && cd tg

O output do comando git deve ser algo parecido com este:

Cloning into 'tg'...
remote: Reusing existing pack: 1608, done.
remote: Total 1608 (delta 0), reused 0 (delta 0)
Receiving objects: 100% (1608/1608), 1.35 MiB | 358.00 KiB/s, done.
Resolving deltas: 100% (1061/1061), done.
Checking connectivity... done

ou faça o download, via wget, do pacote .zip e faça a sua extração:


wget https://github.com/vysheng/tg/archive/master.zip -O tg-master.zip

unzip tg-master.zip && cd tg-master

Agora, siga instalando as bibliotecas (veja as instruções específicas pra sua distro) — e, se algo não funcionar direito, deixe-me saber, nos comentários.
No Ubuntu, Debian etc. use o apt-get:


sudo apt-get install libreadline-dev libconfig-dev libssl-dev lua5.2 liblua5.2-dev

Ou faça a instalação com o snap, no Ubuntu.

No Fedora, OpenSuSE, Red Hat, CentOS etc. use o yum:


sudo yum install lua-devel openssl-devel libconfig-devel readline-devel

No Gentoo, use o emerge:


sudo emerge -av sys-libs/readline dev-libs/libconfig dev-libs/openssl dev-lang/lua

No FreeBSD:


pkg install libconfig libexecinfo lua52

… e no OpenBSD:


pkg_add libconfig libexecinfo lua

O procedimento, a seguir vale para todas as distribuições Linux e BSD.


./configure
make

Pronto. Você já pode fazer uso do aplicativo com o comando:


./telegram -k servidor_de_chave_publica

A sua chave pública deve estar armazenada na mesma pasta em que você se encontra, chamada tg-server.pub ou em /etc/telegram/server.pub.
Se não for este o caso, você sempre poderá especificar o local onde encontrar a chave pública:


./telegram -k tg-server.pub

Ao entrar no sistema, faça as configuração básicas iniciais. Basta fornecer o número do seu dispositivo móvel e aguardar o código aparecer na tela do celular. Forneça o código ao programa, no seu computador.
Se tudo der certo, você receberá uma notificação na tela do celular, tal como a da figura abaixo:

Instalar telegram no ubuntu linux - tela de notificação no celular Android
Clique para ampliar

Como instalar o Telegram no Apple Mac OS X

O cliente precisa das bibliotecas readline e libconfig, que não são incluídas no OS X. Você as terá que instalar manualmente. Pode fazer isto com Homebrew.


brew install libconfig

brew install readline

brew install lua

export CFLAGS="-I/usr/local/include -I/usr/local/Cellar/readline/6.2.4/include"

export LDFLAGS="-L/usr/local/lib -L/usr/local/Cellar/readline/6.2.4/lib"

./configure && make

A seguir instale os seguintes ports:

  • devel/libconfig
  • devel/libexecinfo
  • lang/lua52

A seguir, prossiga com esta sequencia de comandos:


env CC=clang CFLAGS=-I/usr/local/include LDFLAGS=-L/usr/local/lib LUA=/usr/local/bin/lua52 LUA_INCLUDE=-I/usr/local/include/lua52 LUA_LIB=-llua-5.2

./configure

make

Leia mais

Você pode obter mais informações sobre a instalação e modo de usar no site: https://github.com/vysheng/tg/blob/master/README.md#messaging.