Leia feeds RSS com o newsboat

O newsboat é um aplicativo CLI voltada para as plataformas Apple MacOS e GNU/Linux —…e FreeBSD também, claro.
Sua principal proposta é monitorar feeds RSS de sites, à sua escolha, para detectar novidades.

A simplicidade de configuração e a rapidez com que ele pesquisa sua lista de sites, são 2 de seus pontos fortes.
É possível monitorar, ainda, canais específicos do YouTube, de forma que você nunca perca quando houver conteúdo novo à sua disposição.

É possível acompanhar apenas alguns tipos de posts, dos seus sites favoritos

Sites em WordPress podem ter vários feeds RSS disponibilizados por “categorias”.
Segue um exemplo da relação de feeds, por categoria, neste site:

  1. https://elias.praciano.com/category/fotografia/feed/
  2. https://elias.praciano.com/category/linux/feed/
  3. https://elias.praciano.com/category/android/feed/

Assinar a newsletter (notificações por email) é a maneira mais simples de acompanhar seus posts.
Contudo, alguns autores postam sobre diferentes assuntos (categorias) em seus sites/blogs.
Se você se interessa apenas pelo conteúdo postado dentro de uma certa categoria, pode achar melhor assinar apenas o feed referente a ela.

Leitores de feeds permitem filtrar o que você deseja acompanhar em um determinado site ou blog.

Como instalar o Newsboat

Cada plataforma tem seus meios de aquisição e instalação de softwares.
A minha é Debian GNU/Linux 10Buster” (ainda em testing).
Usualmente, no Linux, aplicativos GUI são instalados através da interface da loja da sua distro.

Se a sua plataforma tiver suporte a snap, use-o para fazer a instalação direta do Newsboat:


sudo snap install newsboat

Embora o snap seja um método universalizado para instalação, também é possível usar o gerenciador de pacotes específico da sua distro. No Debian/Ubuntu, por exemplo:


sudo apt install newsboat

Como configurar o newsboat

A primeira coisa a fazer é dar ao programa a lista de sites (URLs de feeds RSS ou Atom), de onde ele pode fazer sua pesquisa.
Use o seu editor de textos favorito para criar e editar um arquivo de feeds.
No meu caso, criei um arquivo chamado meus-sites.rss.
A escolha do nome é totalmente livre e você pode usar o que quiser.
Dentro do arquivo, enumere as URLs dos feeds que você deseja acompanhar. Um por linha:

http://nerdices.com.br/42/feed/
https://elias.praciano.com/category/linux/feed/

Como adicionar feeds RSS dos meus canais favoritos do YouTube?

Você vai encontrar todos os feeds RSS de todos os canais que assina, na página https://www.youtube.com/subscription_manager. Ao chegar lá, role até encontrar o botão “Exportar inscrições”.
Clique nele e faça download de um arquivo XML (‘subscription_manager’, é o nome dele) com as informações sobre os RSS.

Encontre os feeds dos canais que te interessam, e copie e cole os URLs RSS que desejar, dentro do arquivo que você já criou. O meu é ‘meus-sites.rss’, como já disse, anteriormente.
Por exemplo, os feeds dos canais Linux Gamer e NASA (agência espacial), são os seguintes:

https://www.youtube.com/feeds/videos.xml?channel_id=UCw95T_TgbGHhTml4xZ9yIqg

https://www.youtube.com/feeds/videos.xml?channel_id=UCMtSLcfXhj_GIcs_YDpIyUQ

Não será difícil encontrar, dentro do arquivo ‘subscription_manager’ as URLs com a palavra “feed” dentro, tal como nos exemplos acima.

Como usar o Newsboat

Rode o newsboat de um terminal, indicando o nome do arquivo que você criou, contendo todas as URLs de feeds RSS que deseja acompanhar. No meu caso, ficou assim:


newsboat -u meus-sites.rss

newsboat rss
A qualquer momento, você pode sair do newsboat, pressionando a tecla ‘q’ ou “Q’.

No rodapé da tela do programa, há instruções básicas de uso.
Sugiro pressionar ‘?’, para ir para tela de ajuda (já traduzida para portuguẽs), aonde é possível obter mais opções de uso do aplicativo.
ajuda newsboat

Referẽncias

Leia mais sobre leitores RSS.
Site oficial do Newsboat: https://newsboat.org.

Aonde comprar ebooks (em inglês) na Internet?

Neste post segue a minha lista de sites aonde se pode comprar ebooks, livros digitais, na Internet.
Geralmente, qualquer site de livraria, além da Amazon, tende a vender livros nestes formatos.

… e há vários formatos!
Alguns têm DRM embutido (e isso não é bom), para evitar, entre outras coisas, a cópia não autorizada.
Priorize, sempre que possível:

  • arquivos em PDF, porque podem ser lidos em qualquer lugar. Ou seja, você baixa no computador, mas pode continuar a leitura no Kindle, no tablet, no celular, no Kobo etc. sem quaisquer restrições.
  • adquirir livros do site do autor (quando houver). Desta forma, o dinheiro da compra vai direto para o bolso de quem criou a obra.

Por outro lado, arquivos em PDF não são 100% seguros (na verdade, nada é…) e os arquivos em EPUB, MOBI etc. não precisam, necessariamente, estar “estragados” com DRM.

Rocky Nook, uma livraria voltada para fotógrafos

Esta é uma livraria de nicho, voltada para fotografia e programas de edição de imagens.

Nas palavras da própria empresa,

“A Rocky Nook é uma companhia pequena e independente, estabelecida em 2006, em Santa Barbara, com o objetivo de ajudar fotógrafos, de todos os níveis, a melhorar suas capacidades de capturar os momentos importantes.

Somos uma pequena (mas poderosa!) equipe de sete pessoas, que amam criar livros bonitos, que ajudam a dominar a tecnologia, encontrar inspiração e aprimorar sua arte de criar as melhores fotografias.

Desta forma, somos afortunados com parcerias com vários dos melhores fotógrafos e professores do mundo.

Imagem do site

Já comprei alguns livros da Rocky Nook.
Costumam vir em 3 formatos — e você pode baixar todos os que achar melhor: PDF, EPUB e MOBI.
Pode pagar com cartão de crédito ou PayPal.
E, sim, vendem também os livros físicos (impressos) e bundles (cópias digital + impressa) — em muitos casos, este é o ideal.
Se você tem interesse em fotografia e edição de imagens, este site é parada obrigatória.

Link: https://rockynook.com/

Harlequin

Outro site de nicho.
A proposta, aqui, é oferecer livros e histórias de romance para o público feminino.
O site tem uma sessão de leitura online (inclusive com histórias gratuitas). Fora isto, vende livros físicos e no formato EPUB.
Até o dia em que escrevi este post, o site não aceitava pagamentos pelo PayPal.
Imagem do site

Link: https://www.harlequin.com/shop/index.html.
Link (Portugal): https://www.harlequinportugal.com/.
Link (Brasil): http://www.harpercollins.com.br/harlequin/.

Ebooks.com

Esta livraria também é especializada em livros digitais.
O site trabalha com os formatos EPUB e PDF — e, infelizmente, usa DRM.
Se você não tiver um dispositivo de leitura e não quiser (ou não puder) instalar um app, o site dispõe de leitura online dos livros que você adquirir.
Este já não é um site de nicho e, portanto, você vai encontrar uma ampla variedade de livros sobre os mais diversos assuntos.
imagem do site

Link: https://www.ebooks.com/.

Rakuten Kobo

Se você tem um leitor digital Kobo ou usa um aplicativo de leitura deste formato, a livraria online Rakuten Kobo pode ser um ótimo local para buscar leituras.
O site, link abaixo, detecta sua localização e se mostra em Português.
Imagem do site

Link: https://www.kobo.com/#.

Google Play

Tal como nos Kindle, da Amazon, os livros adquiridos da loja Google ficam armazenados na nuvem da empresa, como padrão.
A maioria pode ser baixada, opcionalmente, em formatos PDF e EPUB.
Imagem do site

Link: https://play.google.com/store/books.

eTextBooks

O site chama seus eBooks de eTextBooks. Vende também livros físicos.
Se você gosta de pagar com PayPal, o site aceita este método de pagamento.
imagem do site

Link: https://www.textbooks.com/etextbooks.php.

Leia mais sobre o assunto

Se você gostaria de sugerir outros sites, especializados em livros digitais, por favor use a sessão de comentários.
Não esqueça de ler os outros artigos desta série:
Livrarias britânicas online.
Livrarias norte-americanas online.

Livrarias online nos Estados Unidos

Se você lê bem em Inglês ou gostaria de melhorar a sua leitura neste idioma, adquirir livros pode ser uma boa pedida.
Neste texto, trago o resultado da minha modesta pesquisa de sites de livrarias norte-americanas, que têm sites de venda online.

O assunto não se esgota com este post, por que a quantidade é enorme.
Claro que a maioria das pequenas e médias livrarias luta para sobreviver na concorrência com as gigantes Amazon, Barnes and Noble etc.
Muitas delas, se unem e formam um único site de vendas online, como estratégia para se manter no mercado.
Vale a pena conhecê-las e passar algum tempo em seus sites — onde é possível encontrar muitos tesouros ávidos pela sua descoberta.

Não deixe de ler meu post sobre as livrarias britânicas online.

Não estabeleci muitas regras para que a loja pudesse figurar na lista. Mas disponibilizar entrega para o Brasil é uma regra óbvia.
Você mesmo(a) pode checar esta possibilidade procurando por international delivery ou shipping, no site de qualquer uma delas.
Em geral, estas informações se encontram em páginas ou FAQs acessáveis por links no rodapé da página principal.

Se cometi algum engano, por favor, use a seção de comentários para avisar (a mim e aos outros leitores).
Aproveite também, se quiser, para sugerir outros sites, nos Estados Unidos, de onde podemos importar livros com a segurança de que vamos receber. 😉

Barnes and Noble

Esta é provavelmente a livraria que compete mais fortemente com a gigante Amazon, dentro e fora dos Estados Unidos.
A loja tem a vantagem de aceitar vários cartões de crédito e o PayPal.
Barnes and Nobles site

Como um grande conglomerado, tem seus próprios formatos de ebooks (nook) e uma linha de leitores digitais para lê-los.
É claro que você pode usar um aplicativo Android ou IOS, para ler qualquer formato no tablet ou no celular — caso não consiga ou não queira adquirir um leitor específico.
Há também aplicativos para PC, que leem o formato nook.

DeseretBooks.com

Imagem do site Deseret books

A empresa pertence a uma denominação religiosa e, portanto, espere encontrar vários artigos nesta “direção”.
As publicações oferecidas seguem a visão religiosa dos líderes da igreja.
No meio disto tudo, é possível encontrar ofertas de autores clássicos da língua inglesa.
Se isto é importante pra você… A loja não aceita PayPal, até o momento.

Link: https://deseretbook.com/.

AbeBooks.com

Imagem do site Abe books

Tal como outros sites, é formado por várias pequenas lojas que vendem seus artigos no Abe Books. Algumas destas lojas aceitam PayPal.
A rede tem subsidiárias, no Reino Unido, na Itália, na Alemanha etc.

Link: https://www.abebooks.com/.

HudsonBooksellers.com

Imagem do site Hudson books

Nos Estados Unidos, o Hudson Group trabalha com uma rede de livrarias e restaurantes (fast food).
Suas lojas podem ser encontradas, principalmente em aeroportos e estações de trem.
Desde 2008, a rede pertence à companhia suíça Dufry.

Link: https://www.hudsonbooksellers.com/

Powells.com

Imagem do site Powells bookstore

A rede de livrarias Powell’s Books é sediada em Portland, Oregon.
Seu inventário chega a 4 milhões de livros usados, novos e raros.
O site entrega para o Brasil e aceita pagamento com PayPal.

Link: https://www.powells.com/.

BetterWorldBooks.com

Imagem do site BetterWorld Books

A livraria BetterWorld tem entrega (inclusive gratuita) para o Brasil.
Na verdade, só tem esta modalidade de entrega internacional, que não tem possibilidade de rastreamento (tracking).
Como “as coisas” não andam muito confiáveis, do lado de cá, ultimamente, não arriscaria fazer compras de grande volume.
Tem suporte a vários métodos de pagamento, incluindo o PayPal.
Fiquei bem impressionado sobre a documentação do site — as informações que eu precisava foram fáceis de encontrar.

Link: https://www.betterworldbooks.com/.

Quais são as suas sugestões?!

Livrarias online britânicas alternativas à Amazon

Então, prefere evitar a Amazon ou apenas gostaria de conhecer lugares diferentes para comprar seus livros?
Se você também não tem problema em ver opções e alternativas em língua inglesa, este post é para você.

Eu também compro livros na Amazon e tenho um lindo Kindle para tornar meus momentos de leitura ainda mais agradáveis.
Mas também gosto de comprar de outros lugares, tanto os itens físicos, quanto os digitais (ebooks).

Se você tiver pressa para receber seus livros, recomendo procurar sites de livrarias nacionais (que costumam ter livros importados no estoque).
Livros (de papel), comprados no exterior, podem demorar meses para chegar às suas mãos.
São direcionados à Alfândega, assim que tocam o solo brasileiro (antes de chegar aos Correios, portanto), onde os pacotes sorteados para inspeção passam por um processo de busca e análise.

Livros físicos (de papel) são isentos de impostos, de acordo com o artigo 150, inciso VI, letra “d”, da Constituição Federal.
Mesmo assim, tem que passar pela inspeção…

Os ebooks (livros digitais) podem ser uma opção mais interessante a ser considerada.
Você paga e recebe na mesma hora.
Vale ressaltar que este item (até aonde sei) não é isento de impostos e nem todos os sites vendem ebooks para o Brasil.

Cuidados ao comprar livros no exterior

Não vejo problemas na idoneidade das lojas, em questão.
Os cuidados que você tem que ter são bem óbvios, mas podem escapar no “calor da emoção” de ver o livro que você tanto quer:

  1. Ficar atento às moedas e fazer a conversão, ainda que aproximada, para Real. Nem todas as lojas fazem isto automaticamente.
    Um valor que “parece baixo” em Real ou Dólar, pode ser bem mais alto, quando expresso em Libras Esterlinas.
  2. Se for comprar livros físicos, verifique se a loja faz entregas internacionais (international ou worldwide delivery), novamente, fique atento(a) ao valor do frete.
    Este tipo de informação costuma estar em uma FAQ ou página em separado. Você pode encontrar o link, em geral (não é uma regra), no rodapé da página, sob o nome shipping ou delivery.

Leia também o meu post sobre livrarias online nos Estados Unidos.

As grandes livrarias online no Reino Unido

Independente da distância geográfica, contudo, já sabemos quem é, eventualmente, responsável pela demora na entrega…
E, se você optar por obter uma cópia digital, este fator se torna totalmente insignificante.

Nem todo mundo simpatiza (alguns, com razão) com a empresa do Jeff Bezos. Para estas pessoas, vamos analisar algumas alternativas.
online uk bookstores

Talvez por causa disto, o jornal britânico, Independent, fez sua relação de livrarias online:

  • Hive.co.uk — Trata-se de uma rede de mais de 360 livrarias e você pode, se quiser, escolher uma delas, para fazer a compra.
    Infelizmente, na última vez em que olhei, eles não estavam vendendo ebooks para fora o Reino Unido.
  • Wordery.com — Esta livraria faz competição séria com a Amazon e chega ter opções de frete grátis internacional.
  • Bookbutler.co.uk — Rede de 51 livrarias (incluindo a Amazon), localizadas em vários países europeus.
  • Bookdepository.com — opção de livraria tão boa quanto as outras e aceita pagamento via PayPal.
    Infelizmente, o envio para o “Brazil” está suspenso temporariamente. De acordo com o site “isto é devido a questões aduaneiras no país, que estão fora do nosso controle e estão afetando muito os serviços postais”.
    Acho que era isso que eu dizia, lá no começo… Enfim, esta foi a única referência ao problema, que eu encontrei.
  • Blackwells.co.uk — Este site detecta de onde você está conectando e, no meu caso, avisa que faz entregas no Brasil.
    blackwells site

    Originalmente, era apenas uma livraria acadêmica, com títulos de não-ficção.
    Atualmente, o acervo está bem mais variado, contudo.
    Se tiver tempo disponível, sugiro dar uma olhada na seção de livros raros (rare books) da loja.
    Nas buscas que fiz no site, percebi que ele é bem forte na área de conhecimento.
    Pode ser um bom lugar para encontrar os livros que você precisa para a sua faculdade ou carreira.

  • Waterstones.comTheWorks.co.ukFoyles.co.uk — Dentre várias livrarias ou redes menores se destacam estas 3.
    A Foyles entrega em até 3 dias, para Portugal.
    Tirando o Waterstones, até o momento deste post, os sites aceitam PayPal.

online uk bookstores

Livrarias em outros países de língua inglesa

Uma das boas possibilidades de acessar livrarias situadas, fisicamente, em outros países é comprar livros ou mídias exclusivas (de certa forma) daquele lugar.
Na Bookworm, por exemplo, é oferecido um livro de fotografias dos parques nacionais da Austrália — algo que pode ser difícil (ou não) de encontrar em outros locais.
Literatura produzida por autores regionais é certeza de que se vai encontrar, contudo.
A livraria Bookworm (Austrália) — Oferece a possibilidade de pagamento via PayPal e entrega para o Brasil.
Esta foi a 4a livraria, cujo site eu visitei. As outras 3 apenas faziam entregas dentro do território australiano e na Nova Zelândia — o que talvez já seja complicado o suficiente para eles.

Kobo Glo em análise (com vídeo)

Talvez este não seja um dos mais populares leitores de livros digitais no mercado, mas o aparelho traz boas surpresas, mesmo para quem está começando a se aventurar nesta seara — este é o meu caso.
kobo glo ereaderSe você é do tipo que derruba coisas, continue lendo livros tradicionais (de papel). Não é difícil quebrar um aparelho destes, mesmo que a queda seja pequena.
As análises de outras pessoas mais experientes com ereaders (veja o vídeo) mostram que o Kobo Glo acompanha, sem dificuldade, os produtos concorrentes que lideram o mercado.
Exemplo disto, é que o Kobo Glo já incorporou a iluminação auxiliar de leitura. O aparelho usa a tecnologia ComfortLight, que distribui uniformemente a luz ambiente pela tela — ele é verdadeiramente confortável para leitura, em qualquer lugar (fora de casa, em dia ensolarado, no carro, na sala de espera etc).
O Wi-Fi permite que você compartilhe nas redes sociais a sua leitura ou trechos selecionados do que você leu e gostou.

Especificações técnicas do Kobo Glo

Leitor de livros digitais - Kobo Glo

  • Dimensões (em milímetros): 114 x 157 x 10mm
  • Peso (em gramas): 185g
  • Processador: 1GHz
  • Display: 6″ E Ink XGA Pearl screenscale
  • Resolução: 1024x758px e 16 níveis de cinza
  • Tela: de toque, responsíva, com glare-free, o que evita reflexos. A tela é resistente, ainda, a marcas de toques dos dedos
  • Iluminação: Tecnologia ComfortLight embutida que garante uma distribuição uniforme da luz na tela
  • Botões: Liga/desliga o aparelho e liga/desliga a iluminação auxiliar
  • Conectividade: Wi Fi 802.11 b/g/n e conexão Micro USB
  • Armazenamento: 2 GB (1 Gb pro sistema e 1 Gb pro usuário). É possível armazenar até 1000 livros.
    O aparelho tem entrada para cartão de memória Micro SD, com até 32 Gb de capacidade
  • Duração da bateria: até um mês (com o Wi Fi desligado e sem uso da luz auxiliar)
  • Formatos de arquivo suportados:
    1. Livros: EPUB, PDF e MOBI
    2. Imagens: JPEG, GIF, PNG e TIFF
    3. Texto: TXT, HTML, (X)HTML, e RTF
    4. Livros/revistas em quadrinhos (HQs): CBZ e CBR

Meu veredicto

Kobo Glo - Leitor de livros digitaisO aparelho é frágil, enfim, como qualquer celular ou tablet seria. Em resumo: não pode levar quedas — e isto já era de se esperar, né.
Como, qualidades, eu cito a facilidade de carregar o aparelho a qualquer lugar. A leitura de livros, em formato epub é muito cômoda, em qualquer ambiente. O Kobo Glo, permite uma experiência de leitura imersiva e muito agradável.
Uma das coisas que ajudam muito são as grandes possibilidades de configurar o modo de leitura: iluminação, tamanho das letras, das margens e os tipos de caracteres. Eu perco a noção do tempo, quando estou com o Kobo Glo.
Houve coisas que me desagradaram, com certeza. Entre elas a lentidão do aparelho, para ligar e carregar o livro. Depois de carregado o livro não há nenhuma lentidão ou qualquer outro perrengue que possa diminuir o prazer da sua leitura.
Embora o aparelho leia arquivos PDF, CBZ e CBR, ele é péssimo para estes tipos de leitura. Apesar de vir com 1 Gb na memória e um bom processador, me parece que faltou “alguma regulagem”. A experiência de leitura de quadrinhos, em CBZ e CBR foi desagradável pra mim — uma vez que a tela é pequena, somos obrigados a ler com o zoom ligado. Neste ponto, o aparelho é lento pra atualizar as páginas, causando um efeito de “flickering” muito desagradável aos olhos.
Tirando isto, ele é muito bom.
O vídeo abaixo, pode ajudar a conhecer melhor o leitor digital e ainda traz algumas informações complementares, que só daria para mostrar em um vídeo. Compartilhe!