Qual versão do Firefox usar? Nightly vs Aurora vs Stable.

O ciclo de desenvolvimento e lançamento de novas versões do Firefox, segue alguns padrões comuns a maioria dos aplicativos que você já conhece.
Há versões estáveis, voltadas para o público geral, com seus recursos e funções já consolidadas.
Este texto pode estar um pouco desatualizado. Por isto, sugiro a leitura deste artigo — onde falamos também do Firefox ESR.

A versão estável do Firefox

Firefox-sandstone-orange-facebook-403x403-in-stream
Se não sabe qual escolher, escolha sempre esta.
Se você só usa o navegador para trabalho e precisa que ele funcione sempre esta é a versão para você.
A versão Stable ou Estável, é sempre lançada após um ciclo de testes — comumente 6 semanas após a liberação do Beta.
Os recursos que não funcionaram adequadamente e que tenham algum potencial de causar incômodos aos seus usuários não estarão presentes e é, portanto, a versão que vai dar mais conforto, estabilidade e segurança ao usuário.
Você pode fazer o download para a sua plataforma (Linux, Windows, Android ou iOS), no site de download do Firefox.
Se preferir, pode baixar a versão para Android, no Google Play.
Há também um site direto para usuários Apple do iPhone ou iPad, que fica aqui.

O Firefox está disponível para um amplo número de plataformas: como o iPhone, iPad e iPod touch, desde que tenham iOS 8 ou superior (e somente em alguns países).
O Firefox não está disponível para Windows Phone, Windows RT, Bada, Symbian, Blackberry OS, webOS ou outros sistemas operacionais para dispositivos móveis.

A versão Beta

Firefox Beta logo
Se você não se importa muito com pequenos problemas ou alguns raríssimos bugs no seu navegador e quer uma versão atualizada e bastante estável do Firefox, esta versão é para você.
A versão Beta contém os recursos que virão na versão Final, já passou por aproximadamente 6 semanas de testes após a versão de desenvolvimento Aurora e é aceitavelmente estável.
Você pode instalar a partir do site oficial da Mozilla ou pela loja Play Store.

A versão de desenvolvimento ou Aurora

Logo Firefox Aurora
Usar a versão de desenvolvimento (Developer Edition) ou Aurora, ainda não significa navegar em águas misteriosas, mas também não é para todos.
É nesta versão (ou neste ciclo) que as traduções são atualizadas.
É aqui que você vai encontrar os mais novos recursos em desenvolvimento para a versão estável do Firefox.
Quer uma dica? Use a versão estável e a Aurora — você pode instalar e usar as duas. Ou, ainda, se já usa outro navegador principal no seu smartphone ou desktop, pode usar a versão Beta ou Aurora como um segundo navegador.
Para baixar o Firefox Aurora para desktop, clique neste link.
Se você quiser a versão para Android, clique neste link.

Firefox Nightly

logo Firefox Nightly build
Aqui as águas podem ser bastante turbulentas para navegar.
Quem testa o Firefox Nightly é você e os desenvolvedores usam informações relativas ao seu uso para saber onde estão errando e como podem melhorar.
Esta é uma ótima maneira de ajudar no desenvolvimento do seu navegador preferido.
Ao final de um dia inteiro de trabalho, a versão Nightly (noturna) é empacotada e disponibilizada para download — e você recebe notificações para a atualização.
O que pode acontecer aqui é que o navegador pode estar funcionando num dia… e no outro não. 😉
Por este motivo, é uma péssima ideia usá-lo como browser exclusivo no seu sistema — por que você pode (e provavelmente vai) ficar “na mão”.
Use-o se você é fã do Firefox, quer ajudar no desenvolvimento do seu navegador favorito, experimentar os recursos mais novos que os desenvolvedores preparam HOJE e não tem medo de “viver perigosamente”.
Se você não é iniciante, pode fazer o download da versão desktop (para Windows, Mac e Linux) aqui.
Se você quiser mais opções de Download (inclusive Android), vá para este site.

Divirta-se!

UC Browser: um navegador rápido para Android

Vou mostrar, neste post, por que você deveria se dar a chance de conhecer o UC Browser para Android.
A velocidade da navegação é algo que salta aos seus olhos, já no primeiro uso.
squirrel mascot
Se você já experimentou outros navegadores, como o Chromium ou o Firefox, vai se surpreender agradavelmente também com os outros recursos do UC Browser — que se pronuncia you see browser e cujo mascote é um esquilo.

Os recursos do UC Browser

uc browser logoTal como vários outros navegadores, o UC Browser tem o recurso de pré carregamento de páginas a partir do servidor.
Que eu me lembre, pré carregar as páginas que o usuário requisitou, comprimir e só depois enviar é algo inventado pelo navegador Opera. O UC Browser, elevou isto tudo a um outro nível.
Conheça outros de seus recursos:

  • Modo acelerado — Ao requisitar uma página, no UC Browser, este envia uma ordem aos servidores para comprimir os dados e, em seguida, enviá-los a você. Isto trás 2 ganhos fundamentais pro usuário: páginas comprimidas carregam mais rápido e consomem menos largura de banda.
  • Complementos — Todo recurso “a mais”, que se colocar dentro de um aplicativo, vai trazer consigo um maior consumo de processamento e memória.
    Permitir que os usuários adicionem, através de complementos, apenas os recursos desejados, ajuda a melhorar a experiência de navegação.
  • Gerenciador de downloads — o navegador tem uma seção, a partir da qual é possível acompanhar os seus downloads e, se necessário, interromper uma transferência que não mais te interesse.
  • Compartilhamento — quando as opções de compartilhamento padrão não satisfazem, use o sistema de compartilhamento do UC Browser.

Velocidade nas redes sociais

Captura de tela facebook no smartphone - uc browserO UC Browser é muito eficiente para entregar as páginas das redes sociais.
Muitas pessoas (eu!) não gostam de usar os aplicativos do Facebook ou do Twitter para acessar as redes — acho-os muito pesados e lentos.
A experiência de uso das redes sociais através deste navegador foi surpreendente.
Só isto já vai ser suficiente para você ter vontade de recomendar o aplicativo aos seus amigos.
Se você ainda quiser, pode aumentar ainda mais a velocidade de carregamento das páginas do Facebook.
Para isto, ative o Acelerador do Facebook nas configurações do aplicativo.
Com o acelerador ligado, o UC Browser, deixa de carregar, parte dos componentes visuais do “face”, para mostrar logo a informação que é relevante. Pode ser uma boa opção quando estiver fora de casa e sem wi-fi.

Complementos

O aplicativo vem com alguns complementos padrão — dos quais, alguns já estarão ativos.
Você pode também pode buscar e acrescentar outros complementos ao UC Browser, para ter mais conforto no uso.
Entre os complementos já existentes:

  • Compartilhamento — permite compartilhar rapidamente uma página nas redes sociais ou enviar o seu endereço para algum amigo, via email, bluetooth, wi-fi direct etc.
  • Buscar na página — permite realizar uma busca, por um texto, na página atual.
  • Scanner de códigos QR — pra quem tem o hábito de usar códigos QR, o plugin traz uma forma eficiente de uso.
  • A área de colagem permite guardar vários textos copiados para colar onde você quiser depois.
  • Captura de tela — embora o Android já tenha o recurso de captura de tela, este permite recortar a parte da tela que você deseja capturar.
  • Modo rápido — com este complemento, é possível alterar o modo de visualização da página.
  • Bloqueio de anúncios — impede a exibição da maioria dos tipos de anúncios na web.
    Por um lado, isto evita certos abusos — mas, por outro, impede que os sites que trazem informações úteis faturem um dinheiro que os ajuda a se manter na Internet. Pense nisto.
  • UC Widget — posiciona no canto da sua tela principal um widget para acessar algumas das opções do UC Browser mais rápido.
  • eyeNight mode — Uma das minhas funções preferidas. Ela ajuda a controlar o brilho e o contraste da tela do navegador para tornar o seu uso mais confortável à noite.

A maioria dos recursos do navegador são intuitivos fáceis de achar, mesmo para quem ainda não tenha muita experiência com a web móvel.

Download

O aplicativo UC Browser, pode ser baixado no Google Play ou no site oficial.
Vá para a página de download, usando o seu smartphone, e clique no logo do navegador, abaixo:
uc browser logo
ou ir para a página oficial.
Depois de baixar e instalar o UC Browser, Sinta-se à vontade para deixar a sua opinião para outros usuários sobre o navegador, para compartilhar esta página e, se tiver alguma dica, o espaço é todo seu 😉

5 dicas para melhorar o desempenho do Firefox

As mais novas versões do Firefox vêm com uma série de ajustes, que podem melhorar bastante o seu desempenho. Alguns, não requerem sequer que você reinicie o navegador — o que lhe permite avaliar, na hora, se o ajuste foi efetivo para você ou não.
Os 5 ajustes, que seguem, são seguros e valem a pena ser experimentados — e se aplicam também ao Firefox que você usa no Smartphone.

Reduza a quantidade de itens no histórico

O disco rígido, ou HD, depois do leitor de DVD, é a parte mais lenta de todo o seu computador, por que envolve a movimentação de partes mecânicas.
O que você puder fazer para reduzir o uso do disco rígido irá se refletir em um melhor desempenho do sistema, como um todo.
Ao reduzir a quantidade de itens armazenados no histórico do Firefox, você estará reduzindo o uso do disco rígido, onde as URLs acessadas são guardadas.
Veja como fazer isto:

  • acesse o endereço about:config
  • agora, procure pelo item browser.sessionhistory.max_entries
  • clique duas vezes sobre o item e altere o seu valor para 10
Quantidade de itens no histórico do Firefox
Clique para ampliar.

Aumente a velocidade de carregamento das páginas no Firefox

O procedimento que segue evita que o Firefox fique esperando durante certas partes do processo de carregamento da página.

  • Clique, com o botão direito do mouse ou do touchpad, no espaço vazio, embaixo de browser.sessionhistory.max_entries
  • Selecione Nova preferência e, em seguida, Número inteiro
  • Forneça o nome nglayout.initialpaint.delay e clique em OK
  • O valor da nova preferência deve ser 0 (zero)
aumentar velocidade de carregamento das páginas no Firefox
Clique para ampliar

Mande o cache pra RAM

A próxima dica é configurar o Firefox para armazenar parte do seu cache na memória RAM do sistema — evitando novamente a lentidão do disco rígido.
O cache, do Firefox, é uma coletânea de sites e conteúdo web que você baixou, visitando anteriormente. Normalmente, o cache fica armazenado no disco rígido, em uma pasta específica, o que já torna mais rápido o recarregamento das páginas já vistas.
Este recurso, torna o processo mais rápido ainda, ao guardar parte do cache em memória RAM. Se o seu disco é SSD, você pode pular este procedimento.
Veja como fazer isto:

  • Localize o item browser.cache.memory.enable
  • Clique duas vezes para alterar o seu valor para True

Agora, siga estes passos:

  • Clique, com o botão direito do mouse sobre uma área vazia e selecione Nova preferência e Número inteiro
  • Em seguida, forneça o nome browser.cache.memory.capacity
  • Quando for pedido um valor, escolha um dos seguintes:
    • 2048, se você tiver 128Mb de memória RAM (pra você ver como sou democrático: eu escrevo até pra quem tem um máquina com apenas 128Mb de memória) 😉
    • 4096, se você tiver 256Mb de memória RAM
    • 8192, se você tiver 512Mb de memória RAM
    • 12288, se você tiver 1Gb ou mais — não há por que exagerar. Vocẽ precisa da memória RAM para outras coisas também.

O próximo procedimento é para reduzir o uso do cache em disco:

  • Localize o item browser.cache.disk.capacity
  • Altere o seu valor para 4096
Reduzir o uso de cache
Clique para ampliar.

Permita que o Firefox jogue o lixo fora

O próximo item fará com que o Firefox remova restos de páginas e outras coisas inúteis, fazendo uma limpeza, nos momentos em que ele não estiver sendo usado (por exemplo, quando estiver minimizado ou no plano de fundo).

  • Clique com o botão direito do mouse sobre uma área em branco da tela do Firefox e selecione Nova Preferência/Boolean
  • Nomeie o item para config.trim_on_minimize
  • Atribua-lhe o valor True

Usa o smartphone para navegar?

Desative o carregamento automático de páginas, para o Firefox carregar apenas o que você quer, ao “clicar” ou tocar num link. Isto vai poupar banda pra quem gosta de navegar no smartphone ou no tablet.
Localize o item network.prefetch-next e ajuste o seu valor para False.
Desativar este recurso não irá afetar a velocidade do navegador, mas o consumo de dados da sua franquia.
Espero que estas dicas te ajudem a ter uma experiência melhor ainda com o Firefox e, se este for o caso, não esqueça de compartilhar esta informação com os seus amigos.
Divirta-se 😉

Melhore o desempenho do Firefox, ativando o cache HTTP

O HTTP CACHE é um recurso presente nas últimas versões do Firefox, que pode melhorar sensivelmente o desempenho do navegador.
Embora disponível no seu navegador, o recurso HTTP CACHE ainda é experimental e, portanto, vem desativado.
A promessa é que ele venha habilitado, por padrão, nas futuras versões do navegador da Mozilla.
Neste texto, vou mostrar como ativá-lo.
Se notar que o recurso está causando algum problema pra você, basta fazer o caminho inverso e desativá-lo.

  1. Clique na barra de endereços do Firefox e tecle o seguinte endereço:
    about:config

    Em seguida, tecle Enter.

  2. Localize o item browser.cache.use_new_backend.
  3. Uma vez localizado, clique 2 vezes sobre ele e altere o seu valor de 0 para 1.

Ubuntu Firefox http cache
Clique para ampliar.

Tão logo você faça a alteração, o recurso já estará habilitado — não há necessidade de reiniciar o Firefox.
O recurso funciona também na versão Android do navegador.
Se você quiser, mais tarde, desfazer a alteração, basta retornar o valor de 1 para 0.
Compartilhe! 😉

Como importar os favoritos do Chromium pro Firefox

Eu estou dando uma chance pro Firefox, que parece rodar melhor dentro das versões mais recentes do Ubuntu e, para isto, vou importar os meus favoritos do Chromium, para usar no novo navegador.
Aqui, vou mostrar um passo a passo para trazer os seus favoritos do Google Chromium ou Chrome para dentro do navegador Firefox.

Como fazer backup dos seus favoritos no Chromium ou Chrome

Leve o ponteiro do mouse para cima da barra de favoritos do seu navegador e clique sobre um dos itens com o botão direito do mouse.
Em seguida selecione a opção Gerenciador de favoritos.
No painel de gestão de favoritos, selecione Organizar e, em seguida, Exportar favoritos para arquivo HTML…. Escolha um nome e grave o arquivo.
Este é o procedimento para fazer backup do Chromium. A seguir, vou mostrar como usar este backup dentro do Firefox.

Como importar o arquivo de favoritos de outro navegador pro Firefox

Clique no menu Favoritos no Firefox e selecione Exibir todos os favoritos.
No painel Biblioteca, clique no meu Importar e backup e selecione Importar dados de outro navegador. Em seguida, selecione o navegador do qual você deseja importar os dados.

importar e backup do chromium pro firefox
Clique para ampliar.

Vai aparecer uma tela referente ao navegador escolhido, na qual você poderá escolher exatamente as informações que deseja importar de lá.
No caso de estar em inglês, a opção Favoritos corresponde a Bookmarks.
Se isto não funcionou, ou não apareceu qualquer navegador como opção para importar dados (como no meu caso), siga pro próximo item, abaixo.

Como importar dados em HTML pro Firefox

Se não deu certo do jeito anterior, a alternativa é usar dentro do Firefox o arquivo de backup que você gerou, lá no começo deste artigo.
Ainda, dentro do menu Importar e backup, selecione Importar favoritos em HTML…. A seguir, localize e selecione o arquivo de backup gerado no Google Chromium.

como importat favoritos do chromium no firefox
Clique para ampliar

Uma vez feita a importação, surge uma nova pasta com os seus novos favoritos. Você pode alterar o nome da pasta ou arrastar os itens novos para reorganizá-los dentro dos menus de favoritos já existentes no Firefox.
Favoritos, Firefox, organizar e renomear os menus
Clique para ampliar

Divirta-se e não se esqueça de compartilhar o artigo nas redes! 😉