Baterias inteligentes, carregadores inteligentes… como usá-los a seu favor.

Além dos dispositivos móveis, que usam baterias de íons de lítio (Li-Íon), as próprias baterias e seus respectivos carregadores são inteligentes e todos os 3 conversam entre si, trocando informações para tornar o processo da recarga mais eficiente.
Este tipo de carregador é projetado para trabalhar com baterias (também) inteligentes e (quase sempre) do mesmo fabricante.
Ocorre que as baterias têm microchips específicos e programados para se comunicar com aquele carregador específico.
É por este motivo que muitos autores e alguns manuais de smartphones recomendam o uso exclusivo do carregador que veio com o seu aparelho — o que garante as condições de eficiência, segurança e durabilidade da sua bateria.

Um carregador de baterias inteligente, em outras palavras, é um carregador controlado por um microprocessador.

As baterias inteligentes

As baterias inteligentes podem ser entendidas como sendo dispositivos de armazenamento de carga, capazes de ter um funcionamento mais complexo.
Seus microchips informam aos aparelhos conectados (carregador e smartphone) sobre seu estado atual, ou SoC (State of Charge).
Informam, ainda sobre a sua “saúde”, ou SoH (State of Health).
Baterias inteligentes não são usadas apenas em smarphones e tablets. São usadas em equipamentos médicos, militares, outros dispositivos de computadores, câmeras digitais etc.
As funções que informam o SoC e o SoH, são fundamentais para a segurança destes dispositivos.

Carregador de baterias inteligente

Um dispositivo carregador inteligente é projetado para a tarefa de carregar baterias com precisão e segurança.
Carregadores inteligentes não sofrem de sobrecarga e permitem manter o processo de carga em baixa amperagem.
As baterias inteligentes, como já foi dito, são equipadas com microchips que interagem com as unidades de carga correspondentes e específicas.
Carregador de bateria de smartphone Motorola
Alguns manuais advertem que o uso de carregador (inteligente ou não) de fabricante diferente da sua bateria, pode ocasionar danos a ela e, consequentemente, implicar na perda da garantia de todo o produto.
Isto posto, na maioria das vezes você pode usar carregadores de outras marcas com segurança.
Mas deve prestar atenção à sua procedência e às suas especificações.
As especificações dos carregadores homologados pela Anatel, costumam vir descritas no próprio dispositivo, dentre de um quadro, em letras miúdas. Entre as especificações, que costumam vir informadas, listamos as que seguem:

  • Entrada ou input — em Volts, costuma ser automática dentro da faixa 100 a 240V AC, para carregadores de parede comuns e 12V, para carregadores veiculares.
  • Saída ou output em volts — usualmente 5V. Há carregadores que fornecem 9V ou 12V, como é o caso do TurboPower da Motorola.
  • Power output ou saída em Watts.

Só para ficar claro, as especificações listadas acima servem apenas como exemplo. A variedade é muito maior e você sempre deve verificar a compatibilidade com os seus dispositivos antes de fazer a compra.

Como calibrar a bateria no smartphone Android

O Android domina o mercado de sistemas operacionais para dispositivos móveis. E essa hegemonia se dá pelo fato de que o mesmo oferece recursos extremamente profissionais e intuitivos para seus usuários.
Todavia, um problema muito sério sobre os celulares Android é a bateria. Isso porque as companhias que produzem smartphones não trabalham veementemente neste aspecto.
Foto customizada de Motorola Razr
O resultado disso são dispositivos esgotando a carga da bateria rapidamente. Neste texto, vou mostrar algumas maneiras bem eficientes para resolvermos esse problema.
Tenha em mente que alguns procedimentos podem, eventualmente, causar danos ao seu aparelho. Cabe a você decidir se vai ou não executá-los, por sua própria conta e risco.

Desative o WiFi, o GPS e o Bluetooth

Como dica inicial, para quem deseja manter a vida útil da carga da sua bateria, experimente desativar alguma funcionalidades como 3G, WI-FI, GPS e bluetooth, sempre que não as estiver utilizando.
Pela sua complexidade, essas tarefas acabam consumindo muita energia e contribuem para drenar a carga da bateria.
Então a primeira coisa a se fazer é desativá-las quando não tiver mais utilizando-as.
Isso dá muito certo e o resultado é sentido imediatamente.

Diminua o brilho da tela

O brilho é um agente ofensivo à bateria, ele consome muita carga, antes de surgirem as tarefas citadas anteriormente, ele era considerado o principal consumidor de bateria de celulares antigos.
Por esse motivo recomendamos que você o reduza ao máximo quando não estiver utilizando o seu dispositivo.
Para isso, siga os passos:

  • vá até Configurações no seu aparelho, depois acesse Som e Tela.
  • Em Configurações da tela, toque sobre Brilho.
  • Neste momento reduza ao máximo o brilho da tela, deslizando o dedo à esquerda, quando for utilizar o smartphone novamente, basta refazer este caminho e ajustar o brilho de acordo com a sua necessidade.

Calibrando a bateria

O sistema Android contém um arquivo chamado batterystats.bin. Seu objetivo é informar o percentual de carga que a mesma possui. Porém pode ocorrer alguns bugs nesse arquivo.
Por exemplo, pode acontecer de você carregar a bateria do seu Android 100%, porém por causa desse bug, inexplicavelmente, a bateria diminui essa carga para um valor inferior, que pode ser de 20 até 0%.
Com isso inevitavelmente o dispositivo entenderá que a bateria está vazia, mesmo ela estando completa. Como consequência, o seu dispositivo irá descarregar em minutos.
Para resolver isso siga o passo a passo:

  1. Se o seu dispositivo estiver rooteado, remova o arquivo /data/system/batterystats.bin.
    A remoção pode ser feita através de um gerenciador de arquivos, como o Root Explorer.
    Confirmar exclusão do arquivo batterystats.bin
  2. Quem não tem aparelho rooteado, pode baixar o Battery Calibration via Google Play Store. Siga as instruções tópico abaixo.
    Tela de aplicativo para calibrar bateria.

Como calibrar a bateria no Android, com o Battery Calibration

Se você optou pelo uso do aplicativo, segue as instrução de uso:

  1. Volte a ligar o seu dispositivo, em seguida remova a bateria, mas mantenha o celular com o carregador.
    Remoção da bateria do celular
  2. Surgirá uma tela com a seguinte imagem:
    ponto de interrogação na tela de carregar a bateria no smartphone Android

Quando essa opção aparecer, coloque novamente a bateria. Automaticamente a carga mudará de 100 para 60%, podendo ser outro valor. Agora o que você deve fazer é deixá-la carregar completamente.
É interessante após isso deixar mais umas 12 horas. Isso porque ao fazer o procedimento aqui ensinado, automaticamente a bateria do seu Android irá resetar. Após o carregamento concluir, ligue o seu dispositivo novamente e use-o sem esse tipo de problema.

A autoria deste artigo é de Vagner Carvalhohttp://onotebook.com.br/