Gerencie os apps que devem iniciar (ou não) automaticamente no seu celular

Algumas pessoas se preocupam com o excesso de aplicativos rodando no celular. Se você tem restrições de recursos, o problema pode ser significativo.
O Startup Manager é uma ferramenta gratuita, disponível na loja oficial do Android (Google Play), que pode ser usada para determinar exatamente quais apps devem ser iniciados ou não durante o boot do aparelho.

É claro que você vai precisar reiniciar o dispositivo, para poder aplicar a nova configuração.
Antes de começar, contudo, tenha em mente que alguns apps são importantes para o bom funcionamento do sistema e, se você não sabe o que está fazendo, não faça.

O que o Startup Manager faz

A função do aplicativo é ajudar a habilitar ou desabilitar itens de software da inicialização do sistema no seu smartfone Android.

Ele torna fácil esta tarefa, ao listar todos aplicativos disponíveis no sistema — e tudo o que você precisa fazer é clicar ou “desclicar” os itens que você deseja ou não que sejam iniciados automaticamente durante o próximo boot.

Use com cuidado.

Como usar o Startup Manager

Startup Manager app

Na relação de itens, da tela principal do app, é possível acessar um menu de ações.
Mantenha o dedo pressionado sobre um dos itens, para fazer o menu aparecer.

Startup Manager app

Você pode optar por relacionar informações detalhadas sobre os itens.
Startup Manager app

Tenha em mente que, em dispositivos non root (que não foram rooteados), alguns aplicativos podem ser “desobedientes”, ou seja, mesmo pedindo para que não reiniciem mais, eles irão fazer isso à sua revelia.

Você terá que rootear seu aparelho para conseguir impor todas as suas opções de configuração.

Veja aonde baixar o app: https://play.google.com/store/apps/details?id=imoblife.startupmanager&rdid=imoblife.startupmanager

Me conte, nos comentários, se tudo funcionou bem ou se se houve algum problema! 😀

Edite imagens no seu celular com o Olympus Image Palette

Qual seja o app ou a rede social que você prefira usar para compartilhar e guardar suas fotos, usar um aplicativo a mais, pode dar uma característica exclusiva às suas imagens.
Neste texto, vou apresentar um dos aplicativos de edição mais divertidos, disponível gratuitamente na loja do Google.

O Olympus Image Palette ou simplesmente OI.Palette permite a edição de fotos, com a aplicação de filtros artísticos predefinidos.
Na minha opinião, este aplicativo tem filtros (também chamados de presets) dos mais bonitos que já vi. Fica a advertência de que não são muitos, contudo.
olympus image palette

Como sempre, é natural o usuário cansar de usar os filtros prontos e querer fazer suas próprias escolhas artísticas, manipulando livremente suas imagens.
Para isso, o app dispõe de “Criador de Cor e Controle de Destaque e Sombra, populares nas câmeras digitais com lentes intercambiáveis Olympus, como as das séries OM-D e PEN.”
olympus image palette

Outro destaques do aplicativo é a possibilidade de adicionar facilmente uma assinatura sobre cada foto, antes de compartilhar.
olympus image palette

Como limitação, o app não oferece uma câmera embutida — mas esta não é a sua proposta. A empresa em questão já fabrica ótimas câmeras e tem aplicativos Android que facilitam transferir imagens entre dispositivos.

Onde baixar: https://play.google.com/store/apps/details?id=jp.olympusimaging.oipalette&rdid=jp.olympusimaging.oipalette.

A bateria do smartphone não dura um dia inteiro. Como solucionar.

Há várias motivos para a bateria do seu celular não durar o dia inteiro ou, mesmo, 2 horas.
Neste post vou apresentar alguns dos motivos mais comuns para exaurir a carga da bateria e como você pode solucionar ou contornar os problemas.

Já escrevi algumas vezes sobre as baterias dos smartphones e, para não ser “chato e repetitivo”, vou deixar links no texto (aonde for apropriado), para o caso de você querer saber um pouquinho mais sobre assunto. 😉
iphone battery life

Alguns sensores consomem muita energia

No post Os sensores do seu smartphone, abordei alguns dos itens de que vou falar aqui.
Alguns sensores do aparelho são conhecidos pela sua voracidade.
O GPS é um deles.
Se o GPS está constantemente ligado, espere por um consumo maior.
A solução é deixar o GPS desligado e ativá-lo apenas quando for necessário.

Outro sensor que passa despercebido pela maioria das pessoas é o sensor de luminosidade.
Quando o aparelho está configurado para autoajustar o brilho na tela, de acordo com a luminosidade do ambiente, ele tenderá a “jogar” o brilho para o máximo quando você estiver usando o aparelho na rua ou no sol.
Além de ser um sensor a mais ligado, constantemente a medir a luz do ambiente, ele é responsável por ativar (no máximo) o item que mais consome energia, no seu aparelho: a tela.
Neste caso, não use o ajuste automático.
Opte por aumentar/diminuir o brilho manualmente, de acordo com o que achar necessário.

O Bluetooth e o NFC (entre outros) se você não precisa deles, no momento e nem tem planos de usar uma conexão deste tipo tão cedo, desligue-os.
androido painel de ajustes rápidos

Tá na estrada? Então coloque o aparelho no modo avião

Durante a viagem, 2 situações contribuem para drenar a sua bateria:

  1. Quando se distancia das antenas, o celular tende a aumentar a potência das antenas, para conseguir manter o contato. Isto custa energia.
  2. Durante um voo, pode acontecer de ter que se conectar e desconectar sucessivas vezes entre várias antenas, presentes nas cidades embaixo. Isso também contribui para uma descarga precoce.

Quando viajo de avião, sou capaz de ficar horas, na janela, observando as nuvens e sonhando acordado… :p
Desligar o celular, durante uma viagem, usualmente não me afeta, portanto.
Para as pessoas normais, recomendo baixar vídeos de seus canais favoritos no YouTube, para se entreter.
Mas isto também irá consumir sua bateria, não é? 😀

Desligue as notificações dos seus apps

A cada vez que um aplicativo precisa notificar sobre um evento, ele tem que ativar um sensor antes — seja o Wi-Fi, o Bluetooth, a antena 3G/4G etc.
Em seguida, precisa dar um aviso sonoro e enviar a notificação para a tela.
Os apps instalados não são obrigados a “coincidir” suas notificações e, portanto, se não “botar ordem na casa”, você pode acabar recebendo notificações a cada minuto de apps diferentes – mesmo que cada um esteja configurado para notificar apenas a cada 1 hora.
O ideal (EMHO), é desativar as notificações e, quando fizer sua pausa programada dos estudos ou do trabalho, vai lá e olha o que tem de novo nas redes sociais, no email, no app de mensagens, nos seus sites favoritos etc.
O modo não perturbe também pode ser eficiente para economizar a carga. Experimente.

Por que não desliga o aparelho?

Se você precisa de algo mais drástico, para fazer a bateria durar mais algumas horas, pode tentar desligar o celular.
Só que tem um “porém”: os 2 procedimentos – desligar e ligar – podem também consumir uma grande quantidade de energia.
Adote esta medida apenas se for deixar o aparelho desligado por mais de uma hora.
Por exemplo, na escola, na faculdade ou no trabalho, é natural (espero que sim!) passar algumas horas incomunicável.
Nestes casos, vale desligar o aparelho.
Se alguém precisar te contatar, numa emergência, pode sempre entrar em contato com a secretaria.
Estas horas que você passa com o dispositivo desligado, podem te garantir um tempo a mais no seu videogame favorito, mais tarde.

Ative o modo de economia do Android

O modo de economia está lá “para ser usado”.
Esta pode ser a dica mais eficiente deste post.
Este recurso irá adotar automaticamente algumas das medidas de que falamos, só que de uma maneira mais cômoda.
Tem alguma outra dica?
Conta pra gente, nos comentários! 😀

Baixe vídeos do YouTube com o app YouTube Go

O YouTube Go é um aplicativo desenvolvido pelo Google.
O app permite assistir e baixar (não todos) os vídeos da plataforma.

Depois de baixado, um vídeo pode ser compartilhado nas redes sociais ou via Bluetooth.
O app foi pensado até mesmo nas pessoas que têm conexão lenta, pois permite escolher entre 3 opções de qualidade (baixa, média e alta) para fazer download.
Além disto, você pode escolher se quer armazenar seus vídeos no espaço interno do aparelho ou no externo (cartão SD).
youtube go screenshot

Se você pretende compartilhar o vídeo nas redes sociais ou apenas assistir na tela do smartphone, a opção de menor tamanho quase sempre será a ideal.
Leve em conta que a qualidade do áudio também sofre alguma redução, nestes casos.

youtube go screenshot

Baixar nossos vídeos abre várias possibilidades.
Se você está prestes a ir a uma consulta ou a qualquer outro lugar em que vai precisar ficar sentado(a) esperando, pode baixar antecipadamente seus vídeos — tutoriais, documentários, vlogueiros que você gosta etc.
Também pode fazer o contrário: se não tem uma conexão de banda larga em casa, pode baixar o conteúdo em outros locais com conexão mais rápida.

Para mim, que gosto muito de ver conteúdo sobre fotografia, astronomia, resenhas de filmes… o YouTube Go ajuda bastante a passar o tempo, quando tenho que ficar esperando em algum local.

É importante dizer que, no momento em que escrevo este post, o app ainda está em Beta e pode não estar disponível para download para todos os usuários.
Ele é estável e funciona muito bem. Contudo, se você não gosta de usar software, ainda neste estágio, convém aguardar um pouco.

Segue o link para download: https://goo.gl/kwHSQq.

7 lojas alternativas de onde você pode baixar milhares de apps para seu dispositivo Android

A Google Play Store é muito boa e recheada de opções de softwares incríveis.
Infelizmente, nem todos os desenvolvedores têm produtos que se encaixam dentro das regras do Google para expor na vitrine oficial da empresa.
Além disto, tanto a lojinha do Google quanto a da Apple (neste caso, ainda tem) já tiveram restrições à softwares livres, sob a licença GPL.
repositório loja android jogos apkpure
Por outro lado, algumas das lojas ou repositórios de softwares de que vamos falar neste artigo, têm restrições talvez até mais rígidas que as da Apple ou do Google para permitir a distribuição de apps. Por exemplo, não aceitar softwares com DRM — que traz sérios riscos de segurança aos clientes.

O problema das grandes lojas não é com o software livre per se. Mas com o fato de que a licença GPL não lhes permite adicionar mais restrições aos usuários.

Não se esqueça que é necessário liberar a instalação de APKs externos no seu smartphone antes de poder instalar qualquer coisa.

É seguro baixar apps de repositórios ou lojas alternativas?

A segurança é sempre relativa e eu não afirmo que é seguro baixar software de lugar algum.
Quando uma grande distribuidora de apps admite a presença de DRM ou, mesmo, softwares proprietários (não-livres) em seus repositórios, fica difícil alegar segurança.
A única maneira de saber se um software é seguro ou não para você, é analisar ou auditar seu código fonte — o que só pode ser feito em apps com licenças de código aberto ou livre.
Softwares proprietários não podem ser auditados.
Se você não vai perscrutar o código de um programa que adquiriu, então terá que confiar cegamente nas pessoas/empresas que o forneceram.

Em resumo, o problema da segurança (ou da falta dela) não está na loja ou no repositório de softwares — mas na possibilidade que você tem ou não de fazer auditorias nos apps que adquire.

Para usuários comuns esta questão pode ser trivial.
Empresários ou gestores de TI, contudo, só deveriam permitir a aquisição de softwares 100% auditáveis, contudo.
Poderíamos nos estender mais sobre o assunto, mas precisamos falar das outras lojinhas…
captura de tela loja repositorio

As grandes lojas de apps do mercado

Entre as grandes lojas do mercado, dá para citar algumas que você certamente, já conhece.
Ao comprar um smartphone ou tablet novo, você provavelmente se deparou com o ícone da lojinha oficial do seu fabricante e, diferente, do Play Store ou da App Store, comumente só são acessíveis através do próprio dispositivo com o app exclusivo. Ou seja, não dá para chegar lá pela web.

  • Samsung Galaxy Apps — loja voltada para todo o universo de aparelhos vendidos pela Samsung, o que inclui smartphones, smartTVs etc.
  • Lenovo/Motorola — na linha de celulares Moto G, o App Box substitui o repositório de apps nacionais (brasileiros), o BR Apps. Nele é possível encontrar muita coisa voltada para a realidade brasileira, especificamente.
  • Amazon — possui sua loja, que vai além de apenas livros digitais, filmes e músicas.

Como você já deve imaginar, LG, Philco e quase todas as outras marcas também têm seus repositórios de softwares para atender a seus clientes.
Além disto as lojas não atendem apenas a quem tem aparelhos com o sistema operacional Android — se estendem a usuários do Windows, WebOS, Bada etc.
O foco deste artigo, contudo, são lojas ou repositórios de apps Android.
Vamos conhecer algumas…

Repositório de apps F-Droid

O foco específico do F-Droid é fornecer softwares de código aberto ou livre, para a plataforma Android.
Os aplicativos são exibidos de maneira bem organizada e é possível fazer buscas dentro do repositório por softwares do seu interesse.
É possível encontrar uma enorme coletânea de apps que obedecem a exigências de não rastrear seus usuários, não exibir propagandas e não requerer dependências.
f-droid logo
A gente conta mais sobre ele e ensina como instalar neste artigo, aqui.
Com certeza vale instalar e conhecer melhor.

AppsLib

A biblioteca de aplicativos AppsLib, conta com aproximadamente 40 mil títulos. Muitos destes mantém seu foco nos clientes que possuem tablets Android.
appslib
Boa parte dos softwares desta loja online não se encaixa nos termos do Google Play Store.
Conheça a loja neste link: http://appslib.com/download,

APKPure

O APK Pure tem uma enorme coletânea de apps para Android — a grande quantidade de jogos é um dos destaques.
apkpure captura de tela web
Segue o link para o site APKPure: https://apkpure.com/apkpure-app.html

MoboGenie

Esta alternativa é interessante, entre outras coisas, por que oferece uma grande coleção de apps curados — de certa, forma selecionados para cada usuário.
O Mobogenie tem um mecanismo inteligente de recomendação de apps, que analisa suas preferências e é capaz (alegadamente) de fazer sugestões pertinentes.
captura de tela web mobogenie
Além de loja de apps, o Mobogenie oferece outros serviços:

  • Sistema de gestão de seus arquivos locais.
  • Permite baixar conteúdo, como papéis de parede, ringtones, livros e vídeos do youtube.

Você vai encontrar muitos apps que também estão presentes na Play Store — é interesse dos desenvolvedores divulgar e colocar seu trabalho a mostra em todos os lugares possíveis.
Uma surpresa agradável é ver que a interface foi traduzida para o português, o que pode ajudar você a selecionar melhor o que quer instalar.
Site do Mobogenie em português: http://www.mobogenie.com/pt/.

Conheça o Itch.io

Como mercado de games, que usa a plataforma web, oferece um espaço muito apreciado por desenvolvedores de jogos independentes (ou indie game developers).
captura de tela itch.io
Há uma área do site destinada exclusivamente a clientes Android, que facilita a aquisição de aplicativos para esta plataforma.
Use os filtros e a caixa de busca para encontrar mais rápido os tipos de games que você deseja obter.
Segue o site, para você conhecer: https://itch.io/.

O Slide Me tem tradição online

Trata-se de um dos mais antigos serviços de distribuição e venda de apps online — é anterior à Play Store, inclusive.
screenshot slide me
Tem maior flexibilidade de pagamentos e um grande acervo.
Visite o site: http://slideme.org.

GetJAR

Disponibiliza uma vasta gama de apps para downloads (pagos e gratuitos).
Fácil de fazer buscar ou de filtrar resultados. Infelizmente ou felizmente, muito do que se encontra aqui, também se encontra na Play Store.
getjar screenshot web
Se você tem algum celular mais antigo (com sistema operacional Symbian, por exemplo), este é o lugar para encontrar apps feitos em Java, para rodar no seu aparelho.
Conheça o site: https://www.getjar.com/mobile-apps/.

Mobile9

Junto com o Slide Me e o GetJar, o Mobile9 está há um bom tempo no mercado, oferecendo opções de papéis de parede, ringtones, apps para as mais diversas plataformas etc.
screenshot mobile9 site web
Atualmente, foi construída uma rede social em torno do site, de forma que se cadastrar nele e baixar o app da lojinha pode trazer uma boa fonte de entretenimento.
Não perca este site: www.mobile9.com.

Mobango, a força da Índia

Os apps não são necessariamente da Índia, apesar da reconhecida qualidade dos programadores daquele país.
mobango screenshot site web
Ele se destaca pelo grande acervo de jogos, separados por categoria (collections) e vídeos gratuitos para download.
O site é este: www.mobango.com.

Opera Mobile Store não é só para quem tem navegador Opera

A loja do Opera atende a, pelo menos, 7 plataformas — o que inclui o Android, com certeza.
screenshot opera10
Quem usa o navegador Opera dispõe das vitrines da loja de dentro do próprio aplicativo, claro.
Quem usa outros navegadores, pode acessar a loja pelo site: http://android.oms.apps.opera.com/en_br/

Referências

https://forums.developer.apple.com/thread/18922.
https://theappsolutions.com/blog/marketing/alternative-android-app-stores/.
https://www.androidpit.com/best-google-play-store-alternative-app-stores.