Categorias
Análises Linux Tutoriais

Passo a passo para formatar um drive no Linux usando criptografia forte.

Formatar uma unidade externa ou interna com criptografia avançada é muito simples no Linux. Veja este passo a passo.

Qualquer drive, seja um pendrive, um cartão de memória ou um HD externo pode ser formatado facilmente no Linux, com as ferramentas de gestão de discos.
O programa pode ser disparado a partir do próprio Nautilus, se você usa alguma distro com o GNOME (Debian, Ubuntu etc.)

Se você tem interesse em conhecer melhor o utilitário, leia Como formatar um drive no Linux, onde o assunto é abordado de maneira mais extensa (e genérica).

Neste post, vou mostrar como realizar o procedimento de maneira rápida, usando o sistema de arquivos EXT4 com o LUKS.

Como formatar uma unidade com criptografia LUKS

Localize a unidade a ser criptografada no painel esquerdo do Nautilus.
seleção de volume no Nautilus

Em seguida, clique com o botão direito do mouse sobre a unidade escolhida e selecione formatar.
Formatar no Nautilus para Linux

Dê um nome ao volume a ser inicializado.
Opções de formatação

Se estiver com tempo para esperar, vale a pena selecionar a opção “Apagar”, que irá remover todos os dados do drive selecionado, em segurança. Fica o aviso de que esta opção é de execução demorada — a desculpa perfeita para ir tomar um café, se quiser.
Opções de formatação

A criptografia LUKS só pode ser selecionada para sistemas de arquivos EXT4, do Linux.

Se executar este processo em um drive externo USB, por exemplo, vai precisar instalar suporte a EXT4 e criptografia LUKS, para conseguir ler seu conteúdo no Windows.

Quando terminar de fazer seus ajustes nesta janela, clique em “Próximo”.

Na próxima tela, você terá que definir e confirmar a sua senha.
Se deixou a opção “Apagar” desligada, então o processo será bem rápido.
Senha para formatação com criptografia

Daqui para frente, toda vez que for usar o drive, a senha cadastrada será pedida.
Nautilus volume criptografado

Na imagem, acima, é possível notar que, antes de dar a senha e montar a unidade, nem o nome do volume será exibido no Nautilus.
A criptografia LUKS em unidades EXT4 é uma maneira segura e conveniente (fácil) de armazenar arquivos com informações sensíveis e confidenciais.

Por Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia.
Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman".
Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.