Categories
Análises Linux

Como comprar um notebook para durar 10 anos

Qual a configuração necessária para adquirir um notebook à prova do futuro, para ser usado na próxima década, sem incorrer na necessidade de fazer muitos upgrades?

Se você for cuidadoso(a) com as suas coisas, é perfeitamente possível manter um laptop por aproximadamente 10 anos — talvez um pouco mais ou um pouco menos.
Além do necessário cuidado com o equipamento, faz bem também planejar algumas atualizações que podem ser necessárias durante este período.

A sorte, claro, também será uma importante aliada durante esta aventura.

Eu não ligo para coisas materiais…

Eu detesto esta frase! 🙁

A frase “eu não ligo para coisas materiais” passa a falsa impressão de que a pessoa “não é materialista” e, supostamente, possui valores mais elevados.

Até onde tenho observado, as pessoas dizem isso para justificar a falta de cuidados com objetos pessoais.

Na realidade, ser cuidadoso(a) com aparelhos eletrônicos de uso pessoal, é bom para a natureza — porque você vai produzir menos lixo.

Se você gasta menos comprando eletroeletrônico, pode investir mais na sua “elevação espiritual”, se isto é importante para você.

Para mim, fica difícil economizar para a compra de livros, viagens, saídas com os amigos, idas ao cinema/teatro etc… se eu tiver que trocar de celular todo ano ou comprar um laptop novo a cada 2 anos.

Prolongar a vida útil de um equipamento de uso pessoal ou profissional é um ótimo projeto.

Use a sessão de comentários, abaixo, para me contar o que você pensa e compartilhar as suas experiências.

A bateria do notebook

Se você mora em um local com temperaturas extremas (muito frio ou muito quente), a bateria pode sofrer um desgaste adicional durante este período e poderá ser um dos primeiros itens a demandar substituição.

A troca pode ser evitada se o notebook passar a ser usado apenas como um desktop (ou PC de mesa).

As baterias têm componentes tóxicos para o meio ambiente e precisam ser descartadas de maneira correta.

Leia mais sobre os cuidados que você deve ter, para que a bateria dure mais.

Comprar uma bateria extra, junto com o equipamento não é necessário. Mas, se fizer isso, reveze o uso das baterias — caso seja possível retirar e colocar facilmente o item.

Eu só me preocuparia em comprar uma segunda bateria (nova ou usada) se isto fosse realmente necessário.

A memória RAM

Este item pode vir a precisar de upgrade, no meio do caminho.
Se não quiser adquirir o laptop, já com uma “quantidade excessiva” de memória RAM — o que pode pesar no seu orçamento inicial — você pode planejar esta compra alguns anos à frente.

Comprar depois é vantajoso, por conta da depreciação do valor do item — sem falar que vai ser possível comprar ainda mais barato no mercado de usados.

O sistema de armazenamento

O disco rígido ou o SSD é um dos maiores gargalos do sistema, como um todo.

Mantê-lo sempre limpo e com uma ocupação sempre abaixo de 75-80% vai ajudar a manter a eficiência do dispositivo. Eventualmente, durante o período do projeto “10 anos”, poderá ser necessário formatar a unidade de armazenamento algumas vezes.

Você pode adquirir logo um SSD de altíssima capacidade ou pode planejar a troca do equipamento no meio do caminho. A primeira opção é a mais cara.

O sistema operacional

Se você optar pelo uso do Microsoft Windows, o ideal é evitar ao máximo fazer um upgrade de versão.
Neste caso, faça apenas as atualizações de segurança.

As novas versões do sistema operacional, geralmente, são mais pesadas e exigem hardware mais atual.

O sistema operacional da Apple costuma ser mais estável neste sentido. Junto com o hardware, formam um conjunto bastante consistente.

Outra opção interessante é o Linux. A distro Debian é uma das mais estáveis e conta com suporte de longo prazo de 2 anos. Eventualmente, o time de suporte pode extender este período para alguma versão.

No caso do Ubuntu, o tempo de suporte de longo prazo (LTS) é 5 anos — o que significa fazer apenas uma ou duas atualizações obrigatórias de versão, durante todo o período.

Eu optaria pelo Linux, com atualização a cada 2 anos — e aproveitaria este momento para formatar todo o sistema de armazenamento.

Conclusão

Manter um mesmo sistema computacional por 10 anos é uma opção que pode ser cara, na saída, mas trazer benefícios pela estabilidade que te proporciona.

Mesmo que você formate e faça upgrade do sistema operacional a cada 2 anos, trata-se de um hardware que você já conhece e que não vai trazer surpresas com componentes incompatíveis.

Se você optar pela compra do notebook mais avançado disponível no mercado, hoje, terá uns 2 anos para fazer inveja aos seus amigos e, possivelmente, não terá que se preocupar em fazer atualizações de hardware até o fim do projeto.

Me conte como você tocaria um projeto desta natureza, nos comentários! Eu adoraria conhecer outras ideias e dicas. 😉

By Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia.
Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman".
Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

8 replies on “Como comprar um notebook para durar 10 anos”

Comprei meu Toshiba P305-S8842 em agosto de 2008. Com um Intel Core 2 duo Centrino, 4 gb de Ram, 2 hds de 200 gb, tela Wid de 17″.
Cinco anos depois substitui 1 hd por 240 gb de SSD e coloquei 2 tb no outro espaço. Há dois anos uso o Linux Mx (bem estável por sinal). Substitui a placa Wi-fi para 2.4 e 5.0…Bateria arreou faz uns 8 anos, retirei e deixei livre o espaço, assim está esquentando bem menos. Enfim, o bichão está acordado ha 13 anos e ainda abre 20 abas do Chrome de olhos fechados.

Eu tentei fazer isso, mas comprei em julho de 2016 um dell inspiron special edition 15 – 5557 e no dia do primeiro uso tive que chamar a assistência pois o número de série do windows 10 não foi adicionado na placa mãe, ocasionando em 3 chamados onde o profissional abriu e desmontou o notebook todas as vezes (até hoje o teclado parece oco quando digito) pois meu windows acusava que era pirata mesmo eu tendo pago por um original. Pois bem, uma semana após a garantia encerrar a tecla CTRL esquerda caiu e logo depois a dobradiça direita quebrou, além de seguidamente a tela piscar, tudo após o fim da garantia. Agora, novembo de 2019 o notebook está travando e fazendo barulhos digitais como se fosse um disco arranhado, o que pode ser memória ram, hd ou placa mãe. Tudo isso em 3 anos, mais de 3 mil reais pra ter tamanha decepção com a Dell, isso que tenho parentes que trabalham na empresa. Com certeza assim que eu tiver grana uso esse notebook só pra tocar musiquinha até seu último suspiro e terei de investir em outro notebook e rezar pra não se desmanchar que nem o que me ocorre com esse notebook, pra daí sim quem sabe talvez um dia eu tenha um notebook de 10 anos.

Ótimo este tema, do quanto podemos aproveitar de nossas “máquinas”. Em 2006 adquiri um HP Pavilion DV4-1280US, Core 2Duo, RAM 4GB e HD de 500GB, com Windows Vista. Um belo notebook, veio até controle remoto para o player. Uma das primeiras coisa que fiz foi substituí o Vista pelo W7 e rendimento melhorou muito! Recentemente instalei um SSD de 120GB e passei o HD para o espaço do drive de CD e me surpreendi com o salto na velocidade. Utilizo na empresa onde trabalho um Dell I5 e me surpreende como meu “velhinho DV4” não deixa a desejar no rendimento, considerando-o em muitos aspectos superior ao Dell 10 anos mais novo. Resumindo, um notebook com 13 anos de uso e em pleno vigor de rendimento!!
E como disse o amigo no início da matéria, o cuidado na conservação é primordial para conseguir essa durabilidade.

Em 2009 tive uma experiência de comprar um notebook HP Pavillion DV7 1270-US. Fiz a configuração do equipamento e solicitei que um parente o trouxesse dos EUA . Pois bem até hoje utilizo o equipamento sem ao menos ter feito nem um up grade no hardware . Trabalho com programas que se baseiam no cálculo vetorial e o notebook da conta do serviço . Além do mais a tela é de 17 polegadas o que é proporciona um conforto visual muito bom . Há alguns meses venho ensaiando comprar um novo porém qdo vejo o custo x beneficio acabo por desistir . Utilizo até hoje o sistema operacional Windows Seven Ultimate. Grande abraço!

Recomendo!
Trabalho – Mínimo
Memória 8GB RAM (DDR3 ou DDR4 baixa ou alta frequência só fara diferença dependendo da necessidade, renderização e principalmente virtualização e servidores se beneficiam de frequências mais altas)
Processador Intel i5 de 6 geração ou AMD equivalente
Placa de vídeo 4GB RAM mínimo Nvidia serie 9 ou AMD equivalente
HD 500GB SSD 240GB mínimo.
Lazer/Jogo – Mínimo
16GB RAM DDR4 2133Ghz
i5 7 geração AMD equivalente
HD 1 Tera SSD 480GB
USO Básico- Mínimo
4GB RAM
i3 6 geração ou AMD equivalente
HD 500 GB SSD 120GB
Obs.1 Quanto mais atual for seu hardware e mais folga, mais tempo vai durar sem necessidade upgrade.
Obs.2 O Windows 10 é o mais leve, rodando em um sigle core de 1.8Ghz e 2GB RAM DDR2 600Mhz

Eu troquei de notebook recentemente, eu usava um Dell Vostro 5470, me serviu muito bem por 4 anos, porém a limitação de 8gb de ram (DDR3) estava me incomodando, tirando o fato que tive problemas com a tela original diversas vezes (substitui e coloquei uma com touch, que se mostrou mais resistente), tive problema com o teclado (ainda não substitui), tive problema com a tampa de baixo que quebrou perto da dobradiça (tive que substituir). Eu não estava necessariamente precisando trocar, mas o equipamento não estava me passando a confiança.
Hoje eu tenho um Lenovo Thinkpad T470, ele tem 8gb também porém DDR4 e posso colocar até 32gb, o material se mostrou muito resistente, me passando confiança no equipamento.
Desde que comprei estou usando o Fedora Linux, esses dias inclusive recebi uma atualização de firmware/bios do próprio linux (algo lindo de se ver, fantástico). Não faço instalação do zero, quando sai uma nova versão e o fedora esta me impressionando com a maturidade do projeto. Já no ubuntu que usava anteriormente, a cada versão tinha um problema, pequei raiva até das versões LTS.
A unica coisa que penso em fazer mais pra frente é aumentar a memória do note. Não sei qual modelo ou marca você tem em mente, mas infelizmente, hoje eu não recomendo mais Dell e nem Ubuntu. Boa sorte com o seu novo equipamento!

Realmente, investir em notebooks a longo prazo é uma boa. Em 2012 comprei um Sony vaio para minha esposa, um I5, HD 750, RAM 6gb rodando Windows 7, 8 e depois 10 com folga. Para mim comprei o um positivo sim+ 7740, i5, 8gb, HD 500 e logo coloquei um debian 6. O vaio morreu ano passado e o positivo ainda vive. Este ano decidi comprar dois novos, outro vaio e um Dell. Ambos com i5, 8gb, HD 1 tera e possibilidade de expansão futura, onde um está com Windows 10, para minha esposa, e outro debian 9.5, para mim. A melhor opção, em minha opinião, com certeza absoluta, é investir a longo prazo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.