tux on orange background

Como pedir a Richard Stallman para analisar o seu Linux.

O vrms é um pequeno utilitário, para a CLI, que faz uma análise do conjunto de pacotes, presentes no seu computador, que faz um relatório dos pacotes componentes instalados das árvores contrib e non-free.

Chamado vrms — Virtual Richard Matthew Stallman (RMS) — em alusão ao nome do fundador do Movimento pelo Software Livre , verifica se você está usando apenas softwares 100% livres e avisa quando houver algo destoando.

De acordo com a auto-descrição do pacote, “em alguns casos, as opiniões de Stallman divergiram das do projeto Debian”.
Nestes casos, a comunidade Debian segue as diretrizes do Debian Free Software Guidelines ou Contrato Social Debian.

O aplicativo vrms não se limita a sistemas Debian e nem ao Linux.
Pode ser executado em qualquer sistema operacional.
Apenas, neste texto, estou me baseando no Debian.

Há previsão para, futuramente, permitir ao vrms exibir textos do RMS, mostrando porque o uso de cada pacote non-free pode causar problemas morais a membros da comunidade do Software Livre.

Use o apt, para instalar:


sudo apt install vrms

Após a instalação, ele pode rodar sob privilégios normais. Veja os meus resultados:


vrms

    Non-free packages installed on ultra

firmware-iwlwifi                    Binary firmware for Intel Wireless cards
firmware-realtek                    Binary firmware for Realtek wired/wifi/BT adapters

    Non-free packages with status other than installed on ultra

tome                                ( dei)  single-player text-based roguelike dungeon sim

    Contrib packages with status other than installed on ultra

spectemu-common                     ( dei)  Fast 48k ZX Spectrum Emulator (common files)

  3 non-free packages, 0.1% of 2067 installed packages.
  1 contrib packages, 0.0% of 2067 installed packages.

Aonde eu me surpreendi:

  • Pra começar, achava que iria ter mais softwares não livres no meu sistema (por que instalo, realmente, muita coisa).
    Enfim, foram apenas 3.
  • Os firmwares, “pra variar”, não surpreendem ninguém… Mas vejo que só preciso de um deles e, portanto, o outro vai sair voando pela janela, claro.
  • O jogo tome, também é uma surpresa que não seja 100% livre. Ao passo que o emulador do Spectrum ZX, em função de algumas ROMs, não me surpreende por se encontrar neste “estado deplorável” de não ser completamente livre.

Você não é obrigado a desinstalar nada do seu sistema.
O utilitário apenas fornece um feedback, para satisfazer a curiosidade do usuário.
É claro que acaba por ser muito útil a quem gostaria de remover o máximo de softwares não livres de seu sistema e, o que é melhor ainda, questionar os desenvolvedores ou as empresas responsáveis pelo código que não se encaixa nestas condições.

Me conta quais foram os seus resultados e o que pretende fazer em relação a eles. 😉

No meu caso, deixei apenas os firmwares proprietários instalados. Fiquei com um resultado de 99.9% de softwares livres instalados no meu sistema.
Mas, com a colaboração da Intel e da Realtek, poderia ser 100%! 😉

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia. Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman". Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *