wordpress teclado

Use login e senha mais seguros no seu blog WordPress

Todo mundo sabe que deve usar senhas mais seguras, blá-blá-blá…
Mas, sério, isto é muito importante e, recentemente, vi um blogueiro chamando a atenção de outro, bastante conhecido, justamente por isto: “você está usando uma senha fraca, amigo!”

Usar senhas fortes irão dificultar ataques por força bruta. A diferença entre uma senha forte e outra muito forte é uma questão de dias.
Uma senha boa pode ser quebrada em 3 dias, com 1000 tentativas por segundo.
A outra, com tecnologia média atual, pode impor anos de tentativas a um cracker.

Ao criar um site WordPress, é fornecido um nome padrão para o administrador: ‘admin’.
A documentação recomenda trocar este nome por outro, mas… há várias maneiras de descobrir qual o login do administrador em um site WordPress — de forma que é melhor se concentrar, mesmo, na força da senha e manter o nome padrão.

É a sua senha que é crucialmente importante e você precisa dar um jeito de escolher a mais forte possível:

  1. 10 dicas para criar senhas à prova de invasores.
  2. Crie senhas com o método 8 por 4 — que são mais fáceis de memorizar.

Atualmente, contudo, se recomenda usar senhas em palavras, tipo tensão locker gordo cobra — que são fáceis de memorizar e difíceis de adivinhar (mais ainda) por força bruta.
Pode usar um gerador de palavras aleatórias, por exemplo.

Outra dica é usar a sugestão de senha do próprio WordPress, no momento da criação do novo usuário.
A sugestão ocorre também quando você vai trocar a senha do user no CMS.
O processo de criação desta senha ocorre no backend do programa e gera algo terrivelmente difícil para uma máquina adivinhar.
Sei que será difícil para você memorizar, mas é sempre possível recorrer a um bom programa de gestão de senhas, para ajudar a guardar seus segredos.

Segurança, em primeiro lugar. 😉

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia. Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman". Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.