ninja woman battery

A bateria do smartphone não dura um dia inteiro. Como solucionar.

Há várias motivos para a bateria do seu celular não durar o dia inteiro ou, mesmo, 2 horas.
Neste post vou apresentar alguns dos motivos mais comuns para exaurir a carga da bateria e como você pode solucionar ou contornar os problemas.

Já escrevi algumas vezes sobre as baterias dos smartphones e, para não ser “chato e repetitivo”, vou deixar links no texto (aonde for apropriado), para o caso de você querer saber um pouquinho mais sobre assunto. 😉
iphone battery life

Alguns sensores consomem muita energia

No post Os sensores do seu smartphone, abordei alguns dos itens de que vou falar aqui.
Alguns sensores do aparelho são conhecidos pela sua voracidade.
O GPS é um deles.
Se o GPS está constantemente ligado, espere por um consumo maior.
A solução é deixar o GPS desligado e ativá-lo apenas quando for necessário.

Outro sensor que passa despercebido pela maioria das pessoas é o sensor de luminosidade.
Quando o aparelho está configurado para autoajustar o brilho na tela, de acordo com a luminosidade do ambiente, ele tenderá a “jogar” o brilho para o máximo quando você estiver usando o aparelho na rua ou no sol.
Além de ser um sensor a mais ligado, constantemente a medir a luz do ambiente, ele é responsável por ativar (no máximo) o item que mais consome energia, no seu aparelho: a tela.
Neste caso, não use o ajuste automático.
Opte por aumentar/diminuir o brilho manualmente, de acordo com o que achar necessário.

O Bluetooth e o NFC (entre outros) se você não precisa deles, no momento e nem tem planos de usar uma conexão deste tipo tão cedo, desligue-os.
androido painel de ajustes rápidos

Tá na estrada? Então coloque o aparelho no modo avião

Durante a viagem, 2 situações contribuem para drenar a sua bateria:

  1. Quando se distancia das antenas, o celular tende a aumentar a potência das antenas, para conseguir manter o contato. Isto custa energia.
  2. Durante um voo, pode acontecer de ter que se conectar e desconectar sucessivas vezes entre várias antenas, presentes nas cidades embaixo. Isso também contribui para uma descarga precoce.

Quando viajo de avião, sou capaz de ficar horas, na janela, observando as nuvens e sonhando acordado… :p
Desligar o celular, durante uma viagem, usualmente não me afeta, portanto.
Para as pessoas normais, recomendo baixar vídeos de seus canais favoritos no YouTube, para se entreter.
Mas isto também irá consumir sua bateria, não é? 😀

Desligue as notificações dos seus apps

A cada vez que um aplicativo precisa notificar sobre um evento, ele tem que ativar um sensor antes — seja o Wi-Fi, o Bluetooth, a antena 3G/4G etc.
Em seguida, precisa dar um aviso sonoro e enviar a notificação para a tela.
Os apps instalados não são obrigados a “coincidir” suas notificações e, portanto, se não “botar ordem na casa”, você pode acabar recebendo notificações a cada minuto de apps diferentes – mesmo que cada um esteja configurado para notificar apenas a cada 1 hora.
O ideal (EMHO), é desativar as notificações e, quando fizer sua pausa programada dos estudos ou do trabalho, vai lá e olha o que tem de novo nas redes sociais, no email, no app de mensagens, nos seus sites favoritos etc.
O modo não perturbe também pode ser eficiente para economizar a carga. Experimente.

Por que não desliga o aparelho?

Se você precisa de algo mais drástico, para fazer a bateria durar mais algumas horas, pode tentar desligar o celular.
Só que tem um “porém”: os 2 procedimentos – desligar e ligar – podem também consumir uma grande quantidade de energia.
Adote esta medida apenas se for deixar o aparelho desligado por mais de uma hora.
Por exemplo, na escola, na faculdade ou no trabalho, é natural (espero que sim!) passar algumas horas incomunicável.
Nestes casos, vale desligar o aparelho.
Se alguém precisar te contatar, numa emergência, pode sempre entrar em contato com a secretaria.
Estas horas que você passa com o dispositivo desligado, podem te garantir um tempo a mais no seu videogame favorito, mais tarde.

Ative o modo de economia do Android

O modo de economia está lá “para ser usado”.
Esta pode ser a dica mais eficiente deste post.
Este recurso irá adotar automaticamente algumas das medidas de que falamos, só que de uma maneira mais cômoda.
Tem alguma outra dica?
Conta pra gente, nos comentários! 😀

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia. Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman". Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

One thought on “A bateria do smartphone não dura um dia inteiro. Como solucionar.”

  1. Ótimas dicas. Simples e direto. Muita gente não se atenta a coisas “bobas” assim.

    Tenho um smartphone com bateria de 4.000 mAh. Consigo, por vezes, fazer a bateria durar 3, 4 e já consegui até, 5 dias com esse tipo de procedimento. Claro, não sou um rato de smartphone hahahhahaha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *