vim editor

Opções de inicialização do editor Vim

O Vim tem inúmeras opções de inicialização.
Neste post, vamos abordar algumas das mais básicas alternativas para abrir arquivos de maneiras específicas.

Como você já sabe (como em qualquer outro editor de textos), é possível já abrir o Vim com o(s) seu(s) arquivo(s) prontos para edição (ou não).
Basta indicar o nome do arquivo na linha de comando:


vim arquivo.txt

Se você estava compilando um código de um arquivo ou rodando um script a partir de um interpretador e se deparou com uma mensagem de erro, é possível já abrir o arquivo na linha em que o interpretador/compilador indicou haver uma inconsistência:

vim +n arquivo

em que ‘n’ é o número da linha dentro do ‘arquivo’, aonde o editor irá posicionar o cursor.
Veja um exemplo mais direto:


vim +11 helloworld.py

No exemplo, acima, o Vim irá abrir o arquivo ‘helloworld.py’, com o cursor na linha 11, no modo de comando.
Veja um exemplo de como abrir o arquivo, com o cursor posicionado na última linha:


vim + helloworld.py

O padrão do editor é começar a edição na primeira linha do arquivo, se nenhum parâmetro ou opção for dada na linha de comando.
Se quiser abrir um arquivo-texto com o cursor posicionado sobre a primeira ocorrência de uma palavra ou sentença, use a opção ‘+’ seguido da string a ser encontrada e do nome do arquivo a ser aberto.
Segue um exemplo:


vim +/print helloworld.py

O comando, acima, abrirá o arquivo com o cursor sobre a primeira ocorrência (se houver) da palavra ‘print’.

Opcionalmente, você pode usar ‘-c’ (conforme recomendação do POSIX), em vez de ‘+’.

Usar a opção ‘+/’ para encontrar uma string dentro do texto, pode ser útil para ajudar a chegar a um determinado ponto do trabalho em que você o gostaria de retomar.
Por exemplo, digite ‘ZZZZ’ dentro do seu texto e, mais tarde, ao iniciar novamente o Vim, use esta mesma sequência para chegar ao ponto em que parou:

'vim +/ZZZZ nome-do-arquivo'

Como abrir um arquivo no modo somente leitura do Vim

Há basicamente 2 maneiras de abrir arquivos em read only mode ou “modo somente leitura” — no qual não é possível fazer alterações nem intencionais nem acidentais.
Este modo é muito útil para realizar a leitura de arquivos de configuração sensíveis do sistema ou ler código de algum programa — sem correr o risco de inserir um caractere ou apagar alguma coisa acidentalmente.
Use a opção ‘-R’, seguida do nome do arquivo que deseja abrir:

vim -R nome-do-arquivo

ou use o utilitário view:

view nome-do-arquivo

O view costuma ser apenas um link de sistema para o vi (com a opção ‘somente leitura’ habilitada) ou para o programa vim.basic.
Caso você mude de ideia e queira fazer alterações no arquivo, use o comando ‘:w!’ dentro editor.

Leia o artigo Como usar criptografia com o Vim para ver como abrir um arquivo em modo seguro (criptografado) e com o buffer previamente desligado.

Resumindo

A melhor forma de aprender a usar todos os macetes de um programa (como um editor de textos) é praticar.
Abra um terminal e experimente os comandos:

  • +n nome-do-arquivo — abre ‘nome-do-arquivo’ na linha ‘n’.
  • + nome-do-arquivo — abre ‘nome-do-arquivo’ na última linha.
  • +/string nome-do-arquivo — abre ‘nome-do-arquivo’ e posiciona o cursor sobre a string indicada.
  • -R nome-do-arquivo — abre no modo ‘apenas leitura’.
  • -r nome-do-arquivo — em caso de ter havido um crash, em que o Vim tenha sido interrompido acidentalmente, é possível recuperar arquivos danificados com esta opção.

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia. Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman". Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

One thought on “Opções de inicialização do editor Vim”

  1. Excelentes publicações. Uma boa sugestão de post seria de como instalar plugins no Vim. Continue com mais Vim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *