Categorias
Linux Tutoriais

Criptografe arquivos usando uma chave pública GPG

Neste texto vou mostrar como criptografar um arquivo (ou vários), usando uma chave pública, na linha de comando (CLI) do Linux, usando o gpg.

Antes de armazenar um arquivo com conteúdo sensível, convém protegê-lo com uma camada de criptografia forte.
Se você não precisa de recursos criptográficos muito fortes e se sente melhor usando a interface gráfica (GUI) do Linux, experimente usar o Xarchiver.

Neste texto vou mostrar como criptografar um arquivo (ou vários), usando uma chave pública, na linha de comando (CLI) do Linux, usando o gpg.
Depois de seguro, o arquivo pode ser armazenado em CD/DVD, em flash drive (pendrive), na nuvem etc.
É claro que você ou o destinatário precisa ter criado uma chave pública antes, a ser usada no procedimento.
No artigo como encriptar seus arquivos com gpg, ensinei uma maneira um pouquinho mais simplificada de aplicar a criptografia a arquivos, usando apenas uma senha criada na hora.
Neste texto, vamos abordar um método mais sofisticado — sob o ponto de vista da segurança.
É necessário saber o nome do arquivo e o email usado para registrar a chave pública, em questão, além da sua própria chave privada.


Tá confuso? Então leia mais sobre o gpg.

O comando para criptografar um arquivo, com o uso da sua chave pública é o seguinte:

gpg -e -r email seu-arquivo

Troque, no comando acima, “email”, pela conta de email usada para definir a public key.
No lugar de “seu-arquivo”, use o nome do arquivo a ser criptografado.
Veja um comando real:


gpg -e -r justincase@gmail.com texto.txt

Será gerado um segundo arquivo criptografado ‘texto.txt.gpg’.
Por segurança, remova o original e mantenha apenas a versão segura — com extensão .gpg.
Este arquivo pode ser guardado em segurança.

Se você deseja enviar este arquivo para alguém, deve usar a chave pública do destinatário, ou seja, informar a conta de email que este usou pra registrar sua public key.
O destinatário do arquivo poderá abri-lo usando o gpg:


gpg texto.txt.gpg

Novamente será criado um arquivo ‘texto.txt’, descriptografado.
Se for texto puro, pode ser lido com o comando cat:


cat texto.txt

Por Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia.
Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman".
Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

Uma resposta em “Criptografe arquivos usando uma chave pública GPG”

Muito bom, ambos os artigos (5 comandos do GPG para criptografar e descriptografar arquivos),(Criptografe arquivos usando uma chave pública GPG) me ajudaram a entender de forma rápida e pratica a usar o GPG.

Muito Obrigado! 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.