Como reduzir a emissão de luz azul pelo monitor.

As últimas versões do GNOME, presente nas grandes distribuições GNU/Linux, vem com um recurso chamado Luz Noturna.
Ele pode ser encontrado no painel de configuração de tela(s) e substitui outros programas como o Redshift e o f.lux (dos quais já falei anteriormente)

A luz azul — emitida por lâmpadas de LED/fluorescentes, tela do celular, TV e monitor do laptop — quando excessiva pode causar prejuízos ao seu sono e, consequentemente, à sua produtividade.
A solução proposta visa a reduzir a coloração azul e aumentar levemente a vermelha/amarela.
Em outras palavras, consiste em esquentar as cores do monitor.
Para contextualizar, escrevo este artigo em uma máquina Linux, rodando a distribuição Debian 10 testing ou “Buster”, com o GNOME 3.26.
gnome 3.26

Como configurar a luz noturna no seu monitor

Dentro do “painel de configurações” do sistema, selecione “Telas” ou vá direto pelo Dash, como mostra a imagem abaixo.
gnome dash telas
Pelo Dash, você pode chegar lá digitando “telas” ou “luz noturna”.
Selecione a guia “Telas”, à esquerda do painel e role seu conteúdo para baixo.
Clique na opção “Luz Noturna”.
gnome configurações telas

Dentro do painel de configurações específicas, ative o recurso.
Ele tem 2 modos de ajuste: automático (padrão) e manual.
gnome luz noturna

Na parte inferior, o painel mostra os horários (em laranja) em que irá “aquecer” gradualmente a tela do seu computador, à medida em que o sol vai se pondo.
Se a configuração automática não for adequada para você experimente alterar através dos ajustes manuais.
Espero que este recurso te proporcione mais conforto e produtividade (e ótimos sonhos, por que não?) no seu dia a dia. 😉

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia. Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman". Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

One thought on “Como reduzir a emissão de luz azul pelo monitor.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *