vim editor

Como mover o cursor dentro do editor Vim

Fora do modo de inserção (i), dentro do modo de comando (Esc), é possível movimentar o cursor através das teclas direcionais do seu teclado ou usando teclas de comando para isto.
As teclas direcionais são as setinhas

 ↓   →   ←   ↑

Há também as teclas de comando:

  • h ← move o cursor um caractere para a esquerda
  • j ↓ move o cursor uma linha para baixo
  • k ↑ move o cursor uma linha para cima
  • l → move o cursor um caractere para a direita

As teclas de movimentação do cursor vão muito além disto no Vim.
Além de poder “andar” um caractere de cada vez, também há comandos para:

  1. se mover entre blocos de texto, como palavras, sentenças ou parágrafos
  2. se mover entre telas de um mesmo arquivo

Por que usar as teclas de comando em vez das direcionais do teclado?

Não se esqueça: tudo no Vi ou no Vim, é pensado para a máxima produtividade de quem digita.
Claro que “o que é produtivo e satisfatório para um, pode não ser para outro”.
Cabe a você decidir se vale a pena incorporar uma maneira nova de fazer as coisas ou não.
Aprender a usar este método de movimentação dentro do texto, vai tomar alguns minutos ou talvez mais.
Ao se permitir o aprendizado, você pode perceber que ele poupa tempo, no modo de comando.
A principal vantagem é que este caminho possibilita posicionar o cursor aonde você quiser no texto, sem precisar retirar a mão do centro do teclado.

Use valores numéricos para ter mais controle sobre a movimentação

Você pode indicar por quantos caracteres ou linhas o cursor irá se mover, dentro do seu texto.
Veja estes exemplos:

  1. 4l — o comando faz o cursor ‘andar’ 4 espaços para a direita
  2. 5j — o comando faz o cursor se mover 5 linhas para cima

Desta maneira, o Vim oferece meios de multiplicar os efeitos de um comando antes de sua execução.

Mais comandos para mover o cursor no Vim

Para se movimentar por entre blocos de texto, use os seguintes comandos de teclado:

  • 0 — (zero) para ir para o início de uma sentença ou parágrafo. Equivale a Home.
  • $ — para ir para o final de um parágrafo. Equivale a End.
  • w — (word) se move uma palavra de cada vez para frente.
  • b — (backwards?) se move uma palavra de cada vez para trás.
  • – — sobe uma linha.
  • + — desce uma linha.

Obviamente, as teclas + e – fogem daquele objetivo de realizar uma movimentação mais natural no teclado.

Uma linha, no Vim, não é a mesma coisa que a sua representação visível, na tela, com 80 colunas.
Uma linha é um bloco de texto compreendido entre uma quebra de linha e outra.
Em outras palavras, começa com um Enter e termina no próximo Enter.

Em todas estas teclas é possível acrescentar argumentos numéricos para multiplicar os efeitos de cada comando. Por exemplo:

  1. 4b — para mover 4 palavras para trás
  2. 5- — para subir 5 linhas

Você pode usar o comando G para ir até o fim do arquivo.
Com argumentos numéricos, é possível dizer ao comando G exatamente em que linha o cursor deve ficar.
Desta forma, 1G leva o cursor para o início do arquivo e 42G leva até a linha 42.

erro na linha 15
Quando você está tentando executar um script ou compilar código, frequentemente pode se deparar com avisos de erros.
Os avisos podem indicar exatamente em que linha do seu programa há alguma inconsistência.

Leia mais sobre o editor Vim.

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia. Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman". Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *