Como manter a execução de um programa, mesmo após finalizar a sessão no Linux

Ao finalizar uma sessão no Linux (na GUI ou na CLI), o sistema operacional entende que todos os programas e processos iniciados pelo usuário devem ser fechados.
Terminar uma sessão não é a mesma coisa que desligar o computador.
Comumente, as pessoas encerram uma sessão, para iniciar outra, sob um novo perfil de usuário.
Este pode ser o momento ideal para executar programas de manutenção, como um script de backup, por exemplo.
O truque pode ser realizado com o utlitário nohup.

O nohup executa comandos imunes a hangups e envia seus resultados (output) a um terminal non-tty.
Em resumo, ele mantém o comando vivo, em execução, mesmo após o fim da sua sessão.
O nome é derivado da junção dos 2 termos: no hangup.

Veja um exemplo, tirado do manual do comando:


nohup wget site.com/file.zip

Outro caso em que ele pode ser útil, é na atualização do sistema.
Se você estava adiando o update, para não sobrecarregar a sua conexão, pode rodar o procedimento ao sair:


nohup sudo apt update

Webmasters podem se valer deste utilitário, para manter procedimentos em funcionamento, mesmo após se desconectarem do servidor remoto.
Como padrão, um arquivo será gerado no diretório local, em que o nohup foi executado, com o nome de nohup.out — contendo as saídas do comando que ele executou.
Para atualizar o sistema, abra um novo terminal e autentique-se como root. Agora rode o procedimento de atualização:


nohup apt update; apt -y full-upgrade


nohup: ignorando entrada e anexando saída a 'nohup.out'
Lendo listas de pacotes... Pronto
Construindo árvore de dependências
Lendo informação de estado... Pronto Calculando atualização... Pronto ...

Pode fechar o terminal.
Quando quiser verificar o andamento da sua atualização, basta dar uma olhada no arquivo nohup.out:


sudo cat nohup.out

linux terminal nohup apt

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia. Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman". Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *