Tails GNU/Linux logo

O Tails é uma solução rápida para quem deseja privacidade e segurança ao usar o computador.

Baseado no sistema operacional Debian GNU/Linux, o Tails é uma distro voltada para quem deseja ter privacidade e se comunicar por meios criptografados.
Até esta década, as pessoas têm percorrido um longo caminho na direção indicada pelas grandes corporações, no sentido de obter muito mais conveniências e conforto — ao mesmo tempo em que abrem abrem mão da sua liberdade.
O Tails faz o contrário: te rouba um pouco de conforto e conveniência e dá mais liberdade.
Muitas pessoas preferem usar o Tails instalado em um pendrive ou CD/DVD-ROM. Desta forma, podem usar a Internet e lidar com informações importantes, em segurança, mesmo usando computadores de terceiros (ou públicos).
Mas é possível instalar o Tails em seu PC ou laptop pessoal também, caso você queira estar protegido o tempo todo.

Claro que a segurança de que falamos aqui não é absoluta. Mas eu não consigo pensar, hoje, em uma maneira mais eficiente de oferecer um ótimo nível de segurança para qualquer pessoa do que simplesmente passar a usar o Tails.
Atualmente, é a distribuição Linux recomendada por ninguém menos que Edward Snowden.

Depois de instalado, é possível (e desejável) melhorar ainda mais os seus níveis de segurança, com o Tails.
Sempre que se fala em não abrir mão da conveniência é importante também refletir sobre o quanto seria inconveniente a um jornalista ter reveladas as suas fontes ou apagados, à sua revelia, documentos importantes para uma investigação em andamento.
O quão desconfortável seria para um empresário ter seus planos e estratégias lidos por um concorrente? Quanto de seu trabalho estaria indo pelo ralo?
Quem pratica ativismo que atinja um governo ou grandes corporações também tem razões para se cercar de certos cuidados.
Este é o ambiente ideal para ver sites adultos com segurança.

Em um mundo ideal, não precisaríamos ter cercas, portas trancadas etc. Nós não vivemos em um mundo ideal, contudo.
Os ataques podem vir de criminosos “civis”, do Estado ou das corporações.

tails black theme

O que é e como funciona o Tails

O Tails é um sistema operacional GNU/Linux, com foco na privacidade do usuário.
É baseado no Debian 9.0 stretch — lançado em 2017 e com suporte garantido até 2023.

Contar com o suporte estendido do Debian é importante, por que garante atualizações de segurança que — como todo mundo sabe — costumam chegar no mesmo dia em que alguma vulnerabilidade é descoberta.
Além disso, o usuário conta com extensa documentação online disponível.

A versão atual é exclusiva para hardware de 64-bit.
A decisão dos desenvolvedores, ao cessar o suporte a 32-bit se deve a tirar partido do processamento mais avançado, por questões de segurança e confiabilidade.
Tecnicamente, para se proteger de certos tipos de exploits, é necessário que seu processador tenha suporte a recursos presentes somente nos processadores mais modernos — como NX bit, PIE, ASLR etc.

Onde baixar o Tails

A versão principal do sistema operacional é live, ou seja, pode rodar de um pendrive ou de um CD/DVD. Neste caso, você pode levar o seu Tails para onde você for.
Para instalar o Tails em um pendrive (de pelo menos 4 GB), escolha uma das alternativas deste texto.
O download pode ser feito do site oficial:

Leia mais sobre o assunto, clicando nas tags: tails, privacidade e criptografia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Referências

Leia mais sobre Criptografia para jornalistas.

Leia mais sobre o Tails aqui: https://tails.boum.org/index.pt.html (texto em português).

Contribua com o desenvolvimento e manutenção do projeto: https://tails.boum.org/contribute/index.pt.html.

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia. Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman". Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *