Foto parcial do HD externo USB WD Elements

Opções avançadas de conversão FLAC ou OGG para MP3 sob demanda com mp3fs

Quando comecei a usar o mp3fs, não imaginava que iria fazer tanto uso deste sistema de arquivos virtual.
O fato é que ele me permite manter backup de todos as minhas músicas apenas em FLAC ou OGG.
Quando eu preciso transferir músicas para algum outro dispositivo que só tem suporte a MP3, o mp3fs resolve o problema com a criação de um sistema de arquivos virtual e a conversão on the fly.

Isto me livra do peso da redundância — ou algo próximo de 50% de todo o espaço ocupado por músicas em meu computador.

Se você quiser saber sobre os recursos básicos do funcionamento do mp3fs e sobre como instalá-lo no seu sistema, leia o artigo como converter arquivos FLAC para MP3, sob demanda, com mp3fs.

Ajustes sobre a qualidade da mídia

Você pode especificar a qualidade da conversão sob demanda para todos os arquivos.
Veja as opções de codificação possíveis:

  • --quality — determina a qualidade geral das conversões.
    Os valores podem ir de 0 (qualidade máx.) a 9 (velocidade máx.).
    O padrão é 5 (caso você não especifique nada neste quesito).
    Quanto maior a qualidade, maior o impacto sobre a performance do sistema — em outras palavras, os arquivos .mp3 resultantes ficarão maiores e o processo de conversão é mais demorado.

    Se o seu hardware for razoavelmente atual, não vejo motivo para não usar a qualidade máxima.
    Por outro lado, o manual do LAME recomenda usar o valor 2.
    A decisão é sua.

  • -b — determina o bitrate dos seus arquivos MP3. Os valores possíveis são 96, 112, 128 (padrão), 160, 192, 224, 256 e 320
  • --gainmode — determina o modo de ganho para todos os arquivos.
    Escolha 0, para ignorar; 1, para preferir o ganho predeterminado do álbum ou 2 (padrão), para manter e uniformizar o ganho por cada trilha.
  • --gainref — determina o ganho em decibéis. Se nenhum valor for fornecido, o sistema usará 89 dB.

No exemplo que segue, montei um dispositivo de armazenamento externo WD Elements, com uma coleção de músicas em FLAC, fazendo uso de algumas das opções acima
O drive está montado em “/media/justincase/wdelements/music/”. A segunda pasta (vazia, por enquanto) é a do sistema de arquivos virtual, criado e usado pelo mp3fs:

sudo mp3fs -b 320 --gainmode=0 --quality=0 /media/justincase/wdelements/music/ /mnt/music/mp3/ -o allow_other,ro

No final da linha as opções de montagem, “-o allow_other,ro”, que serão abordadas no próximo tópico.

Opções de montagem

As opções de montagem podem ser obtidas através do comando

mp3fs --help

Você pode combinar várias delas, após o parâmetro “-o”, separadas por vírgulas. Segue algumas das mais comumente usadas:

  • -o allow_other — tal como usado no exemplo acima, permite a outros usuários, além do que montou o sistema de arquivos, terem acesso para executar as músicas.
  • -o ro — indica que o sistema de arquivos é apenas-para-leitura (read-only). É redundante, pois o mp3fs só tem a opção de montar o sistema de arquivos desta forma.
  • -o nonempty — monta também arquivos e/ou diretórios vazios.
  • -o fsname=NOME — nomeia o sistema de arquivos para NOME.
  • -o direct_io — usa entrada/saída direta.
  • -o kernel_cache — faz o caching através do kernel.
  • -o from_code=CHARSET — determina a codificação de caracteres original, caso você esteja tendo dificuldade para ver os nomes corretos dos arquivos.
  • -o to_code=CHARSET — determina a codificação de caracteres do sistema de arquivos destino. Nesta e na opção anterior, o padrão é UTF-8.

Leia mais sobre as vantagens do FLAC sobre o MP3.

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia. Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman". Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *