Como salvar a sessão, antes de sair do KDE

Se você vai desligar o equipamento, mas deseja voltar ao ponto em que parou o mais rápido possível, salvar a sua sessão atual, antes de ir embora, pode ser a solução.
Esta opção é indicada para quem prefere não (ou não pode) usar as opções de suspensão, hibernação ou suspensão-híbrida.
Abra o painel de configurações do KDE e selecione a opção Inicialização e Desligamento.
kde inicialização e desligamento
Em seguida, selecione entre os itens laterais, Sessão do Desktop.
As várias opções, presente neste painel, têm o seguinte significado:

    Geral:

  • Confirmar saída — força o sistema a perguntar se você deseja mesmo sair. Você pode deixar desligado, se prefere sempre desligar mais rápido o seu computador.
  • Mostrar as opções de desligamento — faz o sistema exibir as 3 opções, abaixo, quando você pedir para desligar.
  • Opção de saída padrão:
    Escolha, aqui qual deve ser a primeira opção a ser oferecida pelo KDE, quando você pedir para desligar.

  • Finalizar a sessão atual — fecha seus aplicativos da sessão e volta para a tela de autenticação do sistema.
  • Desligar o computador
  • Reiniciar o computador
  • Na inicialização.
    Toda vez que o KDE for iniciado, ele vai:

  • Restaurar a sessão anterior — abrir os programas que já estavam abertos anteriormente e tentar entregar o ambiente mais próximo do que estava, quando você o desligou da última vez. Ótima opção para quem desliga o computador, com trabalho em andamento e deseja encontrar tudo pronto para recomeçar, assim que voltar.
  • Restaurar a sessão salva manualmente — não permite salvamento automática da sessão, como no item anterior. Se você trabalha com muitas aplicações diferentes, esta opção dá a flexibilidade de escolher como você gostaria de iniciar o KDE, na próxima vez.
  • Iniciar com uma sessão vazia — o KDE sempre começa do zero.

KDE sessão de desktop
Se você optar por marcar a alternativa Restaurar a sessão que foi salva manualmente, o menu de finalização do KDE passará a exibir o item para salvar a sessão atual, conforme a figura abaixo:
kde como salvar sessão

Conclusão

Os recursos de manipular sessões estão presentes nas distribuições GNU/LINUX há muito tempo.
Sempre foram úteis para ajudar as pessoas a recomeçar suas atividades no ponto em que as interromperam, quando desligaram seus notebooks/PCs.
Perderam muito da sua importância com a chegada dos recursos de hibernação, suspensão e suspensão-híbrida — que também ajudam muito a retomar nossas últimas tarefas.
Atualmente, se o seu sistema estiver instalado em um drive SSD ou SSHD (híbrido), o tempo de inicialização cai para poucos segundos.
Desligar o computador completamente, sempre salvando sua última sessão (automaticamente ou não), pode ser uma opção melhor do que a hibernação (que é incompatível com alguns hardwares), caso você tenha um drive em estado sólido (híbrido ou não).
Se quiser, comente sobre o que você prefere fazer, quando vai desligar o computador.

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia. Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman". Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *