linux monitoring

Use o systemd para determinar o tempo que sua máquina leva para dar boot.

Há várias formas de medir o tempo que a sua máquina leva para dar o boot.
Apertar o botão POWER, ao mesmo tempo em que se dispara um cronômetro externo, é uma das formas.
Mas, se você usa um sistema com o systemd, pode usar outra alternativa mais cômoda — que permite obter o tempo decorrido desde o boot, até a tela de login do ambiente gráfico, sem precisar desligar e ligar o computador.
Há outros métodos, claro, mas a gente vai abordar apenas este, aqui.
O systemd.services vem com o comando systemd-analyze que, entre outras coisas, serve para mostrar o tempo exato que o seu sistema levou (em segundos) para ficar pronto para uso. Veja um exemplo de uso:

systemd-analyze 

Segundo o resultado, abaixo, deu 16 segundos (e alguns quebrados):

Startup finished in 3.020s (kernel) + 13.080s (userspace) = 16.101s

Entenda como funciona o systemd-analyze

O systemd-analyze pode ser usado para determinar o desempenho de arranque do sistema, obter estatísticas, analisar problemas e descobrir possíveis gargalos no processo.
O comando ‘systemd-analyze time’ mostra os seguintes dados:

  1. o tempo dispendido no kernel antes de chegar ao userspace
  2. o tempo dispendido no espaço do RAM disk (initrd), antes de alcançar o userspace normal
  3. o tempo que o userspace, em si, levou para ser inicializado

Note que estas medidas levam apenas em conta o tempo passado até o momento em que todos os system services forem gerados — e não necessariamente até que eles tenham finalizado completamente.
Você pode obter uma imagem gráfica vetorial detalhada do processo todo, com o uso da opção plot.
Veja como:

systemd-analyze plot > meuboot.svg

Você pode usar o GIMP ou qualquer outro visualizador de imagens para ver este conteúdo. No exemplo abaixo, uso o eye of gnome:

eog meuboot.svg

systemd-analyze plot
A imagem pode ajudar a entender melhor quais processos tomam mais tempo da inicialização no seu computador.

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia.
Fã de séries, como “Rick and Morty” e “BoJack Horseman”.
Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *