Miredo - IPv6

Conexão IPv6 no Linux com Miredo

O Miredo torna fácil acessar redes e sites IPv6, mesmo que você esteja dentro de uma rede IPv4. Ele é fácil de instalar e fácil de usar.
O Miredo faz uso da tecnologia de transição Teredo, através da qual, uma máquina pode acessar redes externas IPv6, mesmo estando dentro de uma rede IPv4.
O protocolo Teredo consegue cumprir sua função mesmo que você esteja se conectando à Internet através de um simples roteador caseiro.

CURIOSIDADE

O Miredo é um programa de tunelamento que usa o protocolo Teredo, desenvolvido pelo programador francês Rémi Denis-Courmont.
O nome do programa é uma mistura das sílabas do primeiro nome do programador (mi-re) e a palavra “teredo”.
Saiba mais no site oficial.

Quais são as requisições de hardware para rodar o Miredo

Intel Pentium M 1.4 Ghz Banias Core
Clique para ampliar.
Segundo o site oficial, qualquer máquina atual é capaz de rodar o Miredo.
Testes de estresse mostraram que o programa consegue processar 1 Gigabit por segundo (1Gb/s) em uma máquina x86, com um processador de um núcleo, de 32 bits, a 1,5GHz — Ou seja, um Pentium M, de 10 anos atrás, dá conta do serviço.
Com 300 Mb de memória RAM, ele já consegue lidar com milhões de peers distintos.
O site oficial do aplicativo informa que ele roda bem em hardwares com poucos recursos, tal como um roteador wireless Linksys WRT54G, com um processador MIPS de 200 MHz.
Claro, você precisa ter suporte ao IPv6 incorporado ao código do seu Kernel — se você estiver usando uma distro Linux atual, este já é provavelmente o seu caso.

Instalação do Miredo

Antes de começar, se quiser, você pode rodar um teste de conexão IPv6:
http://test-ipv6.com/
Vou mostrar como instalar, compilando o código (isto serve para qualquer sistema operacional e qualquer distro Linux). Adicionalmente, vou mostrar como baixar e instalar no Debian e em outros distros derivadas dele (como o Ubuntu, Linux Mint, etc).

Baixar, compilar, instalar

Se você usa Ubuntu ou Debian e prefere instalar, usando o apt-get, pule para o próximo tópico.
Para compilar o código, comece por baixar o aplicativo, no endereço abaixo:

http://www.remlab.net/files/miredo/?C=N;O=D

em seguida, execute os seguintes comandos (tome o cuidado para alterar a versão do Miredo para aquela que você baixou):

unxz miredo-1.2.6.tar.xz
tar xvf miredo-1.2.6.tar
cd miredo-1.2.6/
./configure
make
su
make install

O processo cria um arquivo de configuração automaticamente em /usr/local/etc/miredo/miredo.conf — que faz com que o Miredo funcione como um cliente do Teredo, usando como servidor o teredo.remlab.net (que é o servidor de testes oficial Teredo do Miredo). Estas configurações funcionam bem para a maioria dos usuários.
Experimente rodar novamente o teste de conexão IPv6.

Como instalar o Miredo no Ubuntu ou no Debian

O Miredo faz parte dos repositórios oficiais do Debian e do Ubuntu. Portanto, sua instalação pode ser feita direto com o apt-get:

sudo apt-get update
sudo apt-get install miredo

Se o teste, que segue, funcionar, então tudo estará certo:

sleep 10
ping6 -c5 ariane.wifi.pps.univ-paris-diderot.fr

funcionamento e teste do miredo
Clique para ampliar.

Você pode experimentar novamente o site abaixo (e veja diferença no resultado):
http://test-ipv6.com/

Configurações adicionais no Miredo

O arquivo de configuração /etc/miredo.conf pode ser alterado para apontar pro servidor de tunneling mais próximo.
Os leitores de Portugal, podem se beneficiar mais ao usar um servidor mais próximo, em seu próprio continente, como sugerido nesta lista (Wikipedia).
Abra o arquivo (você vai precisar de privilégios administrativos) de configuração e altere o ServerAddress para um que esteja mais próximo.

Altere o serveraddress teredo miredo
Clique, para ampliar.

# Pick a Teredo server:
#ServerAddress  teredo.ipv6.microsoft.com
ServerAddress   teredo-debian.remlab.net

Quem se encontra no Brasil, pode deixar o arquivo do jeito que está.

Testando o IPv6

É claro que você quer testar as novas configurações do seu sistema.
Com o comando ifconfig, é possível ver um novo tap device, chamado teredo. Veja a saída parcial do comando, no meu terminal:

ifconfig
teredo    Link encap:Não Especificado  Endereço de HW 00-00-00-00-00-00-00-00-00-00-00-00-00-00-00-00  
          endereço inet6: 2001:0:53aa:64c:2c9e:1af7:4c38:4420/32 Escopo:Global
          endereço inet6: fe80::ffff:ffff:ffff/64 Escopo:Link

Você pode testar também acessando um site como o http://ipv6.google.com/
Enfim, divirta-se, com o IPv6!
Fontes:

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), desenvolvedor web e geek, nos mais diversos assuntos. Entusiasta de software livre e hacker de LEGO, acredito em repassar meu conhecimento e ajudar as pessoas sempre que for possível.

2 comentários sobre “Conexão IPv6 no Linux com Miredo”

  1. Há várias limitações na rede Teredo. A principal é o fornecimento de um único IPv6 para cada IPv4. Por isso, não é possível usar o Miredo para montar uma rede IPv6 em uma empresa. Segundo, a alta latência pode fazer com que sites com suporte a IPv4 e IPv6 se mostrem mais lentos. Eu aconselho usar um túnnel da Hurricane, da Sixxs ou da Freenet.

  2. Oi Elias só um adendo, a partir do Ubuntu 15.10 devido a algumas mudanças creio que no DHCP, inclusive agora o nome passou de eth0 para enp3s0.
    Então o miredo não é mais carregado com o sistema. Para corrigir isso é necessário adicioná-lo ao rc.local.
    Então abra o terminal e digite:
    sudo vi /etc/rc.local
    e antes do exite 0 adicione as seguintes linhas:
    sleep 3
    service miredo restart

    sleep 3
    ip -6 route add default dev teredo

    Então salve e feche. Com isso o miredo ja vai carregar.
    Mas ainda tem um porem, se o sistema entrar em suspensão o miredo deixa de carregar, para corrigir isso crie um arquivo com o nome 49_ipv6_miredo na pasta /etc/pm/sleep.d.
    Então
    cd /etc/pm/sleep.d
    sudo vi 49_ipv6_miredo
    e adicione :

    #! /bin/sh

    case $1 in
    suspend|suspend_hybrid|hibernate)
    # No need to do anything here
    :
    ;;
    resume|thaw)
    sleep 5
    ip -6 route add default dev teredo
    ;;
    esac`

    salve e saia com :wq
    Agora de o comando
    sudo chmod 755 49_ipv6_miredo
    Para conceder direitos de execução como root.
    Reinicie o PC, Agora o miredo vai voltar a ser executado mesmo depois da suspensão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *