Ubuntu Logo

10 itens para instalar no Ubuntu, antes de começar a usá-lo

Uma vez baixado e instalado o Ubuntu, você pode se dar conta de que falta algumas coisas para deixá-lo perfeito pra você.
Neste artigo, vou listar 10 itens, entre aplicativos e bibliotecas, que considero importante instalar antes de começar a usar. Sinta-se à vontade para postar suas próprias dicas e sugestões nos comentários.

Quem pode usar estas dicas

Embora o texto seja escrito com um olhar sobre o Ubuntu 14.04, com o ambiente Unity, a maioria das dicas pode ser aplicada às outras versões do Ubuntu. E, já que não estão atadas ao Unity, isto inclui os outros sabores, Xubuntu, Lubuntu, Kubuntu etc.
Conheça, neste artigo, as diferenças entre os sabores do Ubuntu.

Central de programas UbuntuA maior parte dos itens, aqui sugeridos, podem ser aplicados através da Central de Programas Ubuntu — a “loja” oficial da Canonical ou através da linha de comando — se o seu navegador estiver configurado para tal, o botão alaranjado vai te levar ao painel da Central de Programas.
Use o método com o qual você se sente mais confortável: Para usar o primeiro, clique no botão alaranjado.
Se você optar pelo uso do comando apt-get, em um terminal, pode copiar e colar o código.

Atualize o Ubuntu

Mesmo que você tenha acabado de instalar — e, na verdade, é justamente por causa disto — a primeira coisa a se fazer é atualizar o seu sistema.
Para fazer isto, entre no Dash, apertando a tecla Super (aquela que tem o símbolo da “janelinha”).
Uma vez no Dash, faça uma busca por “update”. Após alguns segundos, o aplicativo “Atualizador de programas” deve aparecer. Selecione-o, clicando em cima.

Captura de tela, screenshot, ubuntu, dash
Clique para ampliar.

Inicie as atualizações.
Quando o Atualizador de programas terminar seu trabalho, reinicie o seu sistema.
ubuntu atualizador de programas
Clique para ampliar e ver mais detalhes.

Normalmente, só precisamos reiniciar o nosso sistema quando o atualizador avisa que isto é necessário. Neste momento, mesmo que ele não esteja avisando, é prudente fazê-lo, antes de seguir em frente.

Instale os codecs e outros pacotes extras

Para poder usar completamente todo o sistema de multimídia, é preciso instalar os codecs, o Java e um pequeno conjunto de softwares para tocar DVDs encriptados.
Alguns destes itens ficam dentro de um pacote chamado ubuntu-restricted-extras:
apt://ubuntu-restricted-extras
Para instalar este pacote, via terminal, copie e cole o seguinte comando no seu console:

sudo apt-get install ubuntu-restricted-extras ubuntu-restricted-addons

Quem usa o Xubuntu, vai achar mais útil instalar o pacote xubuntu-restricted-extras e xubuntu-restricted-addons. A mesma lógica vale para quem tenha optado pelo Kubuntu, Lubuntu etc.

Há mais um pacote de codecs extra, chamado libavcodec-extra. Convém instalá-lo, uma vez que ele pode fazer falta se você for usar certos editores de video ou transcoders.
apt://libavcodec-extra
Ou, pelo terminal, assim:

sudo apt-get install libavcodec-extra

Em seguida, instale o Java (para uso básico):
apt://icedtea-7-plugin,openjdk-7-jre
Se preferir usar o terminal, o comando é este:

sudo apt-get install icedtea-7-plugin openjdk-7-jre

Para rodar DVDs encriptados, precisamos da biblioteca libdvdcss, que costumava estar presente no repositório Medibuntu.
Enfim, esta e outras bibliotecas de mídia foram incorporados aos repositórios oficiais. Os comandos para instalação são os seguintes:

sudo apt-get install libdvdread4
sudo /usr/share/doc/libdvdread4/install-css.sh

Instale o mplayer e o mpg123

Sem muito apelo visual, estes 2 players têm ficado de fora em muitas distribuições Linux.
Quem os conhece, sabe que são muito bons e têm algo que aprecio muito: tocam tudo, consumindo o mínimo de recursos da máquina.
O primeiro é voltado para vídeos, o segundo para arquivos de audio MP3.

apt://ubuntu-restricted-extrasapt://ubuntu-restricted-extras

Se optar pela instalação via console, você pode enfileirar os dois pacotes para a instalação:

sudo apt-get install mplayer mpg123

O player mpg123 é bem adequado para ouvir suas músicas durante o processo de instalação de softwares, uma vez que, sendo leve, não concorre com as ferramentas de instalação e configuração pelos recursos do sistema.

LEIA MAIS

O Gimp, para editar imagens

Este é um dos programas mais completos para edição e retoque de imagens. Se você ainda não o conhece, vale a pena instalar.
apt://ubuntu-restricted-extras
No terminal, use o seguinte comando:

sudo apt-get install gimp

Instale o codec de suporte a h.264, para Firefox

Ao empacotar o Ubuntu pra você, as equipes da Canonical fizeram uma série de opções. Algumas, foram bem difíceis — trouxeram benefícios, por um lado e sacrifícios por outro. Assim é a vida.
Um destes sacrifícios é o plugin do FFmpeg pro GStreamer 0.10. No lugar dele, é usada a nova biblioteca de áudio/vídeo libav. Infelizmente, sem o FFmpeg, o Firefox não roda os filmes em H.264.
Para resolver isto, abra um terminal (no Ubuntu, use Ctrl + Alt +T) e execute o seguinte código:

sudo add-apt-repository ppa:mc3man/trusty-media
sudo apt-get update
sudo apt-get install gstreamer0.10-ffmpeg

Instale o Chromium

Este navegador não vem junto — o que não é problema. Clique no botão, abaixo, para abrir a Central de Programas do Ubuntu, na seção de instalação do navegador Chromium.
apt://chromium-browser
Alternativamente, como você já sabe, pode usar o terminal:

sudo apt-get install chromium-browser

Instale o rar

Dentro do pacote rar vem o rar e o unrar, ambos importantes para descompactar certos arquivos comuns na internet ou dentro das empresas.
apt://ubuntu-restricted-extras
No terminal, o comando é:

sudo apt-get install rar

Audacity, o editor de arquivos de audio

Com o Audacity, é fácil cortar e transformar suas canções preferidas em “toques irados” de celular.
apt://ubuntu-restricted-extras

sudo apt-get install audacity
LEIA MAIS

Conclusão

Há vários outros itens na minha lista tenho-que-instalar. Contudo, não são de uso imediato e, portanto, vão sendo instalados à medida em que vou precisando deles. Como você pôde ver, instalar aplicativos não é um assunto de difícil abordagem no Ubuntu — é até facil demais.
Se você acredita que este artigo possa ser útil a outras pessoas, compartilhe-o nas redes sociais e sinta-se à vontade para escrever um comentário abaixo.

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia. Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman". Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

11 comentários sobre “10 itens para instalar no Ubuntu, antes de começar a usá-lo”

  1. o meu velho PC de 256MB de RAM ja nao suportava mais o XP, instalei o lubuntu e está tinindo! gostei tanto que coloquei o lubuntu em dual boot no W10. Diferente do mint XFCE, não ficou lento com 256 de ram e ainda executou todos os formatos de video com os quais trabalho. A unica coisa que me impede de migrar totalmente para o linux é a compatibilidade ainda ruim do libre office com pptx e ppt

    1. Obrigado pelo feedback!

      Só quero lembrar (a gente precisa ser justo, aqui) que esta incompatibilidade não é do LibreOffice.
      Trata-se de uma incompatibilidade artificial, criada pela Microsoft, justamente, para impedir a migração de usuários para outras plataformas.
      Isto se chama aprisionamento tecnológico.
      Uma solução é passar a gravar suas apresentações no formato Open Document. Assim, você terá menos problemas de compatibilidade entre as diversas plataformas possíveis.

  2. Estou usando a a versão 15.04 mas está muito lento o que fazer não consigo executar áudio nenhum.
    pode me ajudar? meu pc é um pentium 4 processasdor 3.06 com 2 gb de ram. instalei paralelo ao windows 7 e está dando a mensagem de que não teho espaço em disco…

  3. Prezado Elias,

    instalei o Ubuntu e estou tentando trabalhar com o latex.

    Estou encontrando dificuldades em instalar pacotes necessários para o latex funcionar.

    Pacotes do tipo *.sty ou *.cls.

    Alguns deste pacotes estão em mídia removível.

    Outros estão no no site CTAN.

    Por favor,

    você tem alguma sugestão?

    Att,

  4. Estou usando esta nova versão do Ubuntu 14.04. É sensível a melhora no gerenciamento da memória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *