free monitora uso da memória no Linux

Use o Glances para monitorar o seu sistema Linux

Se tem uma coisa que não falta ao Linux, são ferramentas de monitoramento do seu servidor e de todos os dispositivos (de hardware ou software) que o compõem.
Além disto, o sistema torna o acesso ao hardware tão transparente que é possível montar fácil o seu próprio script, que monitore precisamente o que você quer.
Neste artigo, vou mostrar como funciona o Glances, uma ferramenta de monitoramento do sistema, multiplataforma, baseada na biblioteca curses.
O Glances se adapta ao tamanho da sua tela, exibindo o máximo de informação possível, dentro do espaço que lhe for destinado.
O programa pode também trabalhar no modo cliente/servidor, para fazer monitoramento remoto.
O utilitário é escrito em Python e usa a biblioteca psutil para encontrar os números e as estatísticas do seu servidor.

Como instalar o Glances

Sendo um aplicativo escrito em Python, é possível fazer a instalação através da ferramenta pip. Mas você pode instalar através das ferramentas convencionais do seu sistema também.
Se você optar pela instalação via pip:

sudo pip install glances

No Debian ou qualquer outra distro baseada no Ubuntu, instale assim:

sudo apt-get install glances

Para instalar no Fedora, no Red Hat ou outra distro baseada em uma destas:

sudo yum install glances

Como usar o Glances

Geralmente, o glances é executado direto na linha de comando do seu terminal:

glances
glances ferramenta de monitoramento Linux - tela principal
Clique para ampliar

Tabela de teclas de controle do Glances

Tecla Efeito Tecla Efeito
a ordena processos automaticamente c ordena processos pelo percentual de tempo das CPUs usado
m ordena processos pelo percentual de memória usado p ordena processos por nome
i ordena processos pela taxa do fluxo de Entrada/Saída (Input/Output rate) d exibe ou esconde estatísticas de uso de disco
f exibe ou esconde informações do sistema de arquivos n exibe ou inibe informações sobre o fluxo de dados na rede
s mostra ou esconde os dados dos sensores y mostra ou esconde os dados do hddtemp
l exibe ou inibe dados dos logs b altera o parâmetro de exibição das estatísticas do fluxo da rede para bytes ou bits
w apaga os avisos (warnings) dos logs x apaga avisos e logs críticos
1 informações globais de CPU e per-CPU t combina a exibição dos dados do fluxo da rede Rx/Tx
u exibe dados do fluxo da rede cumulativamente z exibe ou inibe lista de processos
q quit — sai do programa
Você também pode usar ESC ou Ctrl + C
h help — exibe ou inibe a tela de ajuda do programa

Como usar o Glances no modo cliente/servidor

O Glances pode ser usado no modo cliente/servidor para monitorar remotamente qualquer situação.
Para ativar este modo, é necessário ter em mãos os números de IPv4 ou IPv6 ou o hostname da máquina servidora.
Você pode iniciar o modo servidor em uma máquina, com senha (opcionalmente), assim:

glances -s -P minhasenha

Na máquina cliente, você usa o seguinte comando:

glances -c 192.168.254.3 --password
Enter the Glances server password
Password:
LEIA MAIS

Você pode usar o seguinte comando para fazer o Glances atualizar suas informações a cada 3 segundos:

glances -t 3

Conclusão

Isto encerra o “capítulo” do Glances no livro das ferramentas de monitoração do Linux. Se você acredita que este artigo lhe foi útil, compartilhe-o nas redes sociais, com os seus amigos.
Have fun!

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia. Fã de séries, como "Rick and Morty" e "BoJack Horseman". Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

Um comentário sobre “Use o Glances para monitorar o seu sistema Linux”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *