MySQL tutorial - como criar uma tabela a partir de um comando SELECT - CREATE TABLE.

MySQL – Introdução prática

Neste breve tutorial vou te passar o básico do gerenciamento de banco de dados no MySQL. Vou mostrar como criar novos bancos de dados, exibir os que estão instalados no servidor e removê-los — da maneira mais direta e prática possível

Leia mais:

O que é um banco de dados relacional — Se você quiser ter um pouco mais de background teórico sobre bancos de dados, eu recomendo a leitura deste texto.

Como criar um banco de dados no MySQL

Esta é uma das atividades básicas de um administrador de banco de dados e tudo começa com esta tarefa – depois da instalação, claro.
Um banco de dados é um container, onde se armazenam informações dos mais variados tipos – contatos, vendedores, produtos, clientes etc. Qualquer tipo de informação que te ocorrer, pode ser organizada em um banco de dados.
Organização é a palavra. Por que os dados não são “jogados ao léu”, neste container. Um banco de dados é uma coleção de objetos que são usados para armazenar e manipular dados, tais como tabelas, views, gatilhos (triggers), stored procedures etc.
Contudo, a esta altura, eu não tenho o menor interesse em atropelar o aprendizado. Se você se encontra nesta página, é por que deseja entender o básico – que, no caso da gestão de banco de dados, começa pela criação de um. Veja como:

CREATE DATABASE [IF NOT EXISTS] NomeDoBancoDeDados;

Vamos analisar o comando CREATE DATABASE, dado acima:

  • O comando CREATE DATABASE faz o que o seu significado, em inglês sugere: cria um banco de dados;
  • Embora eu use letras maiúsculas para representar os comandos no MySQL, isto não é necessário. O interpretador do cliente MySQL não é sensível à caixa das letras;
  • O nome do seu banco de dados deve refletir com clareza o seu conteúdo.
  • Ainda sobre a nomenclatura dos bancos de dados, cabe ressaltar que aqui o MySQL é sensível às caixas de texto, sim. Ou seja, concessionaria é uma coisa, Concessionaria é outra;
  • Por último, NÃO ESQUEÇA de sempre concluir os comandos MySQL com um ponto-e-vírgula. Sem isto, o interpretador não entende que você terminou de dar um comando e vai continuar a espera de “algo mais”.

O parâmetro IF NOT EXISTS (se não existir) é opcional – aliás, tudo o que eu escrever entre [], são parâmetros opcionais. Quando presente, o MySQL verifica se o nome escolhido pro seu banco de dados já não está sendo usado – uma vez que não é possível ter 2 bancos de dados com o mesmo nome em um servidor MySQL, o sistema retornaria um erro.
Veja, neste outro exemplo, como criar o banco de dados concessionaria

CREATE IF NOT EXISTS concessionaria;

Experimente criar outros bancos de dados, com outros nomes. Não precisa se preocupar com a “bagunça”. Vou ensinar a removê-los depois.

Como listar os bancos de dados criados no servidor

O comando SHOW DATABASE, serve para mostrar todos os bancos de dados presentes no servidor MySQL. Você o pode usar para verificar os bancos que você criou ou ver os que já existem, antes de sair por aí a criar novos. Ele funciona assim:

SHOW DATABASES;

Não esqueça de usar ponto-e-vírgula para finalizar os comandos, sempre.
No meu exemplo, é possível ver dois bancos de dados criados com “o mesmo nome”:

mysql> SHOW DATABASES;
+--------------------+
| Database           |
+--------------------+
| information_schema |
| ConCessionarIA     |
| concessionaria     |
| db1                |
| mysql              |
| performance_schema |
| test               |
+--------------------+
7 rows in set (0.00 sec)

Os bancos de dados information_schema e mysql são padrões e “nascem” junto com a instalação do sistema.

Como selecionar um banco de dados para trabalhar

Antes de começar a trabalhar em um banco de dados, é necessário selecioná-lo. Isto se faz assim:

USE nome-do-banco;

Selecionar um banco de dados é sempre o primeiro passo, antes de fazer qualquer coisa com ele, seja renomear, fazer requisições, organizar suas tabelas etc.

Como remover um banco de dados no MySQL

Remover um banco de dados significa apagar, remover o banco em questão. Todos os dados e objetos relacionados a ele e contidos nele serão permanentemente eliminados. É uma ação que não pode ser desfeita e, portanto, precisa ser realizada com cuidado redobrado.
Veja, no exemplo que segue, como remover o banco de dados ConCessionarIA:

mysql> DROP DATABASE ConCessionarIA;
Query OK, 0 rows affected (0.07 sec)

Opcionalmente, você também pode usar o IF NOT EXISTS, aqui:

DROP DATABASE IF NOT EXISTS ConCessionarIA;

Foi fácil? Que tal fazer um curto exercício, para fixar o aprendizado?

Praticando

Para praticar o que você aprendeu aqui, você pode criar, exibir e remover bancos de dados:

  1. CREATE DATABASE IF NOT EXISTS animais;
  2. CREATE DATABASE IF NOT EXISTS plantas;
  3. SHOW DATABASES;
  4. DROP DATABASE IF NOT EXISTS animais;
  5. DROP DATABASE IF NOT EXISTS plantas;
  6. SHOW DATABASES;

Conclusão

Neste pequento tutorial, eu tentei mostrar 3 comandos básicos e iniciais para você começar a se inserir no mundo da administração de bancos de dados MySQL. Ou seja, agora você já sabe:

  • criar um banco de dados;
  • evitar erros decorrentes da duplicidade;
  • exibir os bancos de dados existentes no servidor e
  • remover um banco de dados, se ele existir.

Publicado por

Elias Praciano

Autor de tecnologia (livre, de preferência), apaixonado por programação e astronomia.
Fã de séries, como “Rick and Morty” e “BoJack Horseman”.
Me siga no Twitter e vamos trocar ideias!

3 thoughts on “MySQL – Introdução prática”

  1. Elias, eu instalei o oracle database 11g da versão edition, e pretendo saber quais os comandos que devo usar para listar os bancos de dados existentes, e olguns comandos para poder utilizar as tabelas, ou ainda, gostaria saber quais os comandos para criar, inserir, deletar e outros, por favor mestre elias dás-me uma ajudinha?

  2. achei legal e facil mais sou um pouco “burro” me desculpe ,mas a minha duvida é aonde colocar os codigos? pode ser feito no bloco de notas? ou é no msql ? obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *